Sim, pessoas!!! “Ding dong! The Witch is dead! Which old Witch? The Wicked Witch!”. Qualquer semelhança com O Mágico de Oz… Não é mera coincidência!!!  Sim, pois creio que este tenha sido um tipo de comemoração ao Halloween, contando com a ilustre presença de Wicked Witch (a Bruxa Má de Oz) e a Dorothy… Mas é claro que não seria de um jeito tão bonitinho como lemos nos nossos livros e vemos nos filmes, né?! Além disso, neste quarto episódio da nona temporada de Supernatural, também contamos com nerdices, GoT (isso mesmo pessoas, Game of Thrones) e a nossa querida nerd mor Charlie!!!

 

Slumber Party começou de um jeito bem inusitado, e confesso que adorei. Pois, lembram daqueles começos macabrinhos que eu já tinha falado antes, que sempre meio que ditam o que vai acontecer no episódio? Pois bem, dessa vez, não foi tão macabro assim, pois, o episódio começou em P&B, em 1935, na sede do Homens das Letras, atual local em que Sam, Dean e Kevin moram, com um convidado pra lá de especial, o Crowley… Neste flash do passado, aparecem dois homens, James Haggerty e Peter Jenkins, que ficaram lá por um bom tempo, aguardando, principalmente Jenkins, grandes aventuras, mas, passados 6 meses, nada… Até que toca o telefone… Era a filha de um dos Homens das Letras, Frank… E ela trouxe consigo, a Wicked Witch… E quem era ela? Dorothy… Ela era uma caçadora (Homens das Letras não são ,assim, tão amigos de Caçadores), mas ela queria ajuda para matar a Bruxa…

 

The Wicked Witch

 

Voltamos ao tempo atual, e Sam, sempre recepcionado por um bom e velho: “Hello, Moose”, deu um papel e caneta para Crowley escrever nomes de demônios, mas é evidente que este não escreveria, só se ele pudesse esticar as pernas, fez mimimi, amassou o papel, e Sam o deixou sozinho de novo e no escuro… Voltou a um lugar que creio que eles podem chamar de sala da “casa” deles, e perguntou ao Dean sobre Kevin, que está em outro lugar, protegido, já que este estava pirando por conta dos últimos acontecimentos… Aí vem a parte engraçada… Ele estava falando a Sam que o garoto precisava descansar, e eles também, então, ele pegou a primeira temporada de Game of Thrones para eles assistirem… Morri de rir na hora… Mas enfim… Sam questionou de Castiel e começou a falar do painel que se acendeu quando os anjos caíram, se perguntando se teria como eles rastrearem anjos, para manter Castiel por perto e eles não correrem perigo… Seguiu uns fios lá, e encontraram o que parecia ser um computador bem antigo…

 

Sim, seguindo uns fios, ele encontrou este computador, mas não sabia como mexer nele, Dean foi remover a tampa desta máquina, conseguiu, com muito esforço, mas, com o movimento que se fez, um frasco, com um líquido meio azulado e meio gosmento tombou, abriu a tampinha e o líquido escorreu, grudou na parede, e começou a formar uma coisa que meio que parecia um casulo… E, voltando ao computador, como Sam chegou à conclusão de que ele poderia servir para rastrear anjos, decidiram chamar Charlie, nossa querida Nerd que já nos rendeu muitas aventuras e risadas, para ver se conseguiria arrumar o computador para eles…

 

Charlie e os Winchesters

 

Volta para 1935, eles estão discutindo como matar a Bruxa, eles estão sentados, e a mantém presa, por uma corda, enquanto eles discutem… Dorothy cortou a língua dela, mas não as unhas… E é claro que ela iria usá-las para se safar dessa, né?!?! E não deu outra! A Wicked Witch se solta, possui Jenkins e Dorothy sai correndo para um laboratório, enquanto Haggerty tem que enfrentar o companheiro e a Bruxa sai correndo atrás da moça… Infelizmente, Haggerty mata Jenkins antes que ele o mate… E quando ele vai atrás das duas no laboratório, magicamente elas sumiram… E volta-se para o tempo atual…

 

Sam entra com Charlie, e Dean a abraça cumprimentando, e ela diz que caçou duas vezes, um vampiro adolescente e um fantasma, é claro que os Winchesters não gostam, mas… Fazer o quê… Eles a levam para o computador e ela fica super animada ao ver que o computador é super antigo, mas é o que mantém o lugar e tem muitas coisas, mesmo sendo antigo e tenta dar um jeito de fazê-lo rastrear anjos… Ela dá um jeitinho, instala um outro computador, como as coisas estão criptografadas, bora fazer festa do pijama assistindo GoT… Ai pessoas, adorei isso, viu?! Ainda mais porque o Dean comentou que o Joffrey é um cretino! E quem não acha isso, não é mesmo?!!?

 

Sam e Charlie ainda conversam sobre as caçadas dela, e ela dizendo que queria caçar algo realmente mágico, encontrar a mágica da vida dela, já que fora criada por Tolkien, questionando onde estaria seu White Walker ou Volcano com que pudesse lidar… Disse que precisava disso na vida dela…. E eles voltam para o computador… Lá percebem que tem um grande casulo na parede e tiram Dorothy de lá…  Ela explica que ela esteve presa à alma da Wicked Witch, para que esta não fizesse nenhum mal e, se ela se libertou, é claro que a Bruxa também… E ela foi falar logo com quem? Crowley… Ela escreveu a ele que ela estava atrás de uma chave… A chave para abrir o portal de Oz… Com uma chantagem de leve, fala isso pros Winchesters e começa a corrida contra os 4 heróis e a Wicked Witch…

 

Dorothy

 

Dorothy despreza os Homens das Letras e a sua mania de livros, mas foi através desses livros que Charlie descobriu que a Bruxa fica atordoada com balas de papoula…. Fazem as balas, o Dean pega a Chave, mas a perde para a Wicked Witch… Nisso, ela lança um raio mortal nele e Charlie se põe na frente dele… Ele pede para Zeke salvá-la, mesmo que isto o enfraqueça muito…. Ele a salva, e a Bruxa começa fazer um feitiço para abrir Oz, e estava conseguindo, quando Dorothy decide pegar os sapatinhos vermelhos, que na verdade são de salto alto e dá para Charlie que mata a Wicked Witch cravando o salto na cabeça dela, matar algo de Oz com algo de Oz… Ela deu para Charlie, já que ela estava encurralada pelo Dean e Sam que foram enfeitiçados pela Bruxa!

 

Charlie em Oz

 

Por fim, Dorothy convida Charlie para ir com Oz com ela, pois eles tem que resgatar Totó… E quem era o pai de Dorothy? L. Frank Baum, o autor mesmo do livro, ele só o fez assim, de um jeito mais ameno, para tirar os traumas da filha… E partiram as duas, pelo portal… Ao ser aberto novamente pelos menos, Oz já não estava mais lá… E assim acaba a saga!

 

Perfil Natalia

Natalia Cordeiro

Eles podem até ter viajado um pouco com esta história, mas confesso A-MEI!!!
Facebook