O que rolou em Supernatural esta semana!

-por , em 27/03 -
O que rolou em Supernatural esta semana!

Olá, pessoas!!! De repente, vocês até acharam o título do post um tanto quanto peculiar, mas, conforme eu for escrevendo, vocês vão até entender o porquê… Ou melhor, não subestimemos a inteligência alheia, né?! Dá para entender muito bem… o que acontece é que o enredo de “Paint it Black” até que foi interessante, no bom estilo de história de fantasma das primeiras temporadas, maaaaaaaaaas… E o enredo da 10ª temporada de Supernatural, como fica?! Então… Falemos um pouquinho mais sobre isso…

Isabella, a freira fantasma

O episódio inteiro girou em torno de uma igreja católica em Massachusetts e os fiéis que, depois de se confessarem, acabavam morrendo, quer seja assassinado ou suicídio, mas de uma maneira peculiar: alguma coisa pontiaguda que acabava retalhando os corpos. Claro que chamou a atenção dos nossos queridos Winchesters e eles foram averiguar. No começo foi até difícil, porque eles não estava identificando qual seria o que estaria fazendo isso. Pensaram em bruxas (por um tempo até pensei que fossem), e o EMF nem funcionaria por ter muitas criptas na igreja.

supernatural s10e16

Enquanto isso, duas freiras sempre apareciam conversando sobre o motivo que as levaram a entrarem para a vida religiosa, e as duas admitiram que fora por conta de suas vidas amorosas muito difíceis. Como dava para entender pelo enredo, Isabella tinha acabado de entrar naquele convento, por isso ela estava contando sua história para a freira que já vivia lá. Contou a história de Piero, da arte dele, do quadro que ele pintara dela, de sua paixão, a confissão e a rejeição, motivo que levara seu pai a colocá-la no convento.

Pelo o sotaque da nova freira, percebia-se que ela não era estadunidense, o que vou comprovado ao mostrar que a sua história se passava na Florença, Itália, o que mais admirou é que tudo aqui tinha se passado em 1520. O mais engraçado é que a outra freira até sabia que ela era uma fantasma, mas nem tinha desconfiado dela (bizarro), por fim, como Isabella tinha morrido na fogueira, não teria corpo para queimar. Sabiam do diário dela, que Dean mandou Sam queimar, mas ele decidiu ler, e descobriu que na tinta em que Piero pintara o retrato, tinha o seu sangue e ossos, tamanha devoção da moça pelo pintor (e meio nojento isso, mas enfim).

supernatural s10e16

Queimou-se o quadro que fora encontrado com os demais pertences da família de Isabella e resolveu-se o caso. Claro, depois de alguns fiéis mortos, o padre morto e Dean quase morrer nas mãos dela, incorporada na freira que já residia na igreja antes. E admito, foi um bom enredo, mas não deixou de ser um filler, nesta altura do campeonato, acredito que não seja somente eu que queira acontecimentos mais decisivos para o momento em que se focou nesta 10ª temporada.

Rowena, Coven, Homem das Letras e logo assim, os Winchesters

Bom, como lembramos de episódios passados, o pessoal do Inferno está passando por um perrengue pelos caprichos de Rowena e esta, queria que Fergus, mais conhecidos por nós como Crowley, acabasse com o Coven, que seria tipo uma seita de bruxas que a renegou no passado. Como o Rei do Inferno não estava querendo atendê-la, ela começou com as maiores pirraças que se pode imaginar, assim, Crowley acabou sequestrando a senhora que é, acredito que tipo de uma presidente da seita para ser torturada por Rowena.

supernatural s10e16

Enquanto a mãe de Fergus ia torturando a bruxa, esta revelou que as coisas já não eram mais como eram antigamente. O coven tinha perdido muito porte, por uns samaritanos que começaram a intervir nos seus “negócios”, sim, eles mesmos, minha gente, os Homens das Letras. E a bruxa até falou que achava que eles não existiam mais, mas… Ainda permaneciam dois… E quem são esses dois, claro, os Winchesters. Já sabemos que Rowena não está muito feliz com eles, agora menos ainda… Talvez tenha sido isso que deu um upzinho no episódio, uma potencial nova inimiga, mas já sabíamos disso, não é, pessoas?! Então nada de muito novo.

E só para não falar que não falei minha opinião…

Como eu já dissera, gostei do enredo, uma boa história de fanstama à la primeiras temporadas, mas, como eu vivo repetindo: “SUPERNATURAL NÃO PODE FICAR SE DANDO AO LUXO DE FAZER TANTO FILLER ASSIM”, e por que, minha gente?! Simplesmente porque está cansando. Parece que eles querem estender o máximo possível para render para 11ª temporada e talvez a 12ª, mas, falemos sério, é melhor um seriado terminar antes que não tenha se estragado muito, do que terminar com a lembrança de um começo colossal e fraco final… É isso, pessoas… Até mais!!!

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você