Olá pessoas!!! Eu sei que eu dei uma sumida com os reviews do Supernatural, e da última vez que eu escrevi, a mãe do Crowley, Rowena tinha acabado de aparecer. Não cheguei a comentar a fundo a aparição da “filha do Castiel”, Claire, que virou, praticamente uma criminosa depois que o pai serviu de receptáculo para o anjo e morrera. Ela começou a andar com moço e um senhor, que servira como segundo pai para ela, mas que também não prestava, praticamente a entregou para ser violentada por um criminoso, mas Sam, Dean e Castiel chegaram lá na hora, e Dean… Bem, Dean matou todo mundo… A Marca ainda age nele… Agora falemos do The Hunter Games…

Depois do hiato de fim de ano, Supernatural volta com o 10º episódio da décima temporada, e o que eu posso dizer é que foi um episódio estranho… Como assim?! É o seguinte… Ao meu ver, era um episódio que tinha tudo para ser bom, mas não deu liga… Porque, conteúdo tinha, mas acho que o roteirista pecou em alguns lances… Assim, poderia ter desenvolvido melhor algumas partes que foram “breves” demais… Não foi um episódio 100%, mas também não consigo considerar um episódio de todo perdido… Bom, acho que comentando as passagens fica um pouco melhor…

Para começar, o lance do Dean, porque, podemos considerar que é o mais importante… Afinal de contas, ele deu um banho de sangue e a gente sabe que ele foi “dominado” pela Marca de Caim… O Sam foi perguntar ao Castiel o que eles poderiam fazer com relação a isso, e o Castiel falou que se pelo menos eles tivessem a tábua dos demônios (não sei o motivo, também, Kevin está morto e nunca mais se falou de Chuck, então, não sei como traduziriam) aí o anjo teve uma grande ideia, ir perguntar ao Metatron (aí me pergunto, se ele não tem muito a perder, por que ele falaria alguma coisa?), mas mesmo assim, foram buscar ele no céu, mas…

Dean ameaça Metatron

Ele até que começou falando… Ele falou que, para conseguir tirar a Marca de Dean, um dos itens, era a Primeira Lâmina, que Crowley escondeu e que daqui a pouco falaremos disso, mas depois que o Rei do Inferno pegou a lâmina, embora não tenha entregado aos Winchesters, Dean foi falar com Metatron para ele continuar falando o que mais era necessário, é claro, que o anjo que não é burro nem nada, foi barganhar, pero… Dean, que é claro que não ia concordar com isso, começou a espancá-lo, simples assim, e se Sam e Castiel não tivessem percebido, bom… Bye bye Metatron, e Castiel o levou de volta para o Céu… Já que eles não poderiam tê-lo machucado.

Ok… Aí foi o primeiro deslize que senti do episódio… Eu acredito que a “conversa” entre Dean e o Metatron poderia ter sido mais efetiva, não sei se é exagero meu acha que poderia ter sido um pouco mais sofrida, não no intuito de praticamente quase estar matando, como o Dean fez, mas um pouco mais prolongada e tirar mais algum “indício” de qual seria o próximo passo, meio até como se fosse uma charada, para fazer pensar, não só os Winchesters, mas nós também, instigando mais a nossa curiosidade para com a série… Não sei se é exagero meu, mas…

Rowena' spell

Então, voltando um pouco e falando de Crowley… É muito estranho ver que ele está sendo manipulado por Rowena… Tá, não é tão estranho assim, afinal, ele está enfeitiçando o Rei do Inferno… Tá, é estranho sim, se ele é um demônio poderoso, como ele pode ser enfeitiçado assim… Ela está tentando fazer com que Crowley pense que os seus súditos estão tentando trai-lo, fez um feitiço com aqueles saquinhos para ele ter visões sobre isso e um outro feitiço que fez com que ela conseguisse ver onde ele iria depois que os Winchesters queriam e ver ele falando onde estava a Primeira Lâmina… Ela foi atrás, mandou o demônio pegar antes de Crowley…

firstblade missing

Aí outra coisa que eu achei estranha… Tudo bem, Rowena querer passar a perna do Crowley era até de se esperar, pelo visto ela nunca gostou do filho (nem pra escolher o nome, porque Fergus, só por Deus, né?) ela é uma bruxa, é traiçoeira, então, era de se esperar, mas… Por que Crowley foi atender tão prontamente os Winchesters? Tudo bem, teve o lance da junção de todos, pra matar Abaddon e tudo mais, mas agora parecem “best friends”… E até mesmo a relação de Rowena e Crowley… Debati com um amigo sobre isso, ele até achou que Crowley está todo sentimental com a mãe, eu não acho, ele está sendo persuadido, mas, se ele é o Rei do Inferno, como ele pode estar deixando isso acontecer?!

E por fim Castiel e Claire, relação complicada, a menina vai embora depois de ter visto o banho de sangue que Dean deu, se associa a duas pessoas que ela conhece por aí, não são de boa índole, sugerem matar Dean, já que ele matou o 2º pai que Claire tinha… Ela topou, mas se arrependeu no último minuto… Quando Dean dominou essas duas pessoas e ia desferir um golpe de machado, ele lembrou que Sam falou que Caim convive com a Marca, mas não deixa mais ela dominá-lo, se Caim consegue se controlar, por que Dean não pode fazer o mesmo? E não mata os conhecidos de Claire.

dean-violent

É perceptível o arrependimento de Claire, Castiel vai falar com ela mais uma vez, ela prometeu que agora vai se comportar, mas, não vai ficar com Castiel… A raiva que ela sentia por ele, pareceu diminuir bem, e cada seguiu seu caminho… Bom… Pela descrição dos acontecimentos, pareceu até um bom episódio, mas, infelizmente, foi bem mediano de andamento embora tivesse um conteúdo bom… Agora aguardemos… Vamos ver como será o próximo, que tem que melhorar, pois, se eles querem segurar audiência para 11ª temporada que já foi confirmada, é melhor incrementar mesmo o seriado… Concordam?! Comentem aí e até a próxima, hunters!

Compartilhe: