Supernatural – Review do 22º episódio – Stairway to Heaven

Supernatural – Review do 22º episódio – Stairway to Heaven

É pessoas… Nessas alturas do campeonato não cabem mais fillers, né?! Graças a Deus!!! Aeeee!!! Supernatural não está mais enrolando!!! (Por enquanto, diga-se de passagem, né?), e o que podemos dizer do 22º episódio desta quase finda 9ª temporada?! Creio que, a palavra certa para definir o Stairway to heaven é tensão. Sim, porque foi um episódio tenso. E nos mostrou como o Metatron realmente manda bem no quesito “quero dominar o mundo, ou melhor, o Paraíso”. Fiquei abismada com isso e com o Dean, também! O que será que Supernatural nos reserva para a próxima semana em que ouviremos todos tensos o “Carry on my wayward son…”? Veremos, por enquanto, fiquemos com este aqui!

Pessoas!!! Apareceram “anjos-bombas”, mais ou menos naquele conceito de pessoas que estão dispostas a se sacrificarem por uma causa maior, e esta causa seria o Castiel! Epa… Como assim, anjos se matando e matando um monte de humanos em nome do Castiel?! Pois é… Estranhei isso… Eles vinham com uma inscrição em enoquiano (uma língua antiga), enfiavam a faca no meio do desenho, que estava desenhado neles próprios, eles explodiam e com eles, tudo… E tinha três anjos assim no episódio, três… Dá para acreditar que Castiel faria isso!? Bom, desconfiei desde o início, porém…

Dean e Sam ficaram sabendo do ataque, avisados pelo próprio Castiel e como acharam o vídeo do local em que ocorreu o ataque, foram investigar. Dean ficou para interrogar os anjos que conviviam com o anjo-bomba, Sam e Castiel foram procurar um anjo que eles pensaram ser um traidor. De nome Josias. Pelo vídeo, descobriram que este anjo disse que fazia por Castiel e que neste local havia um anjo, que era do time de Metatron, e Dean demonstrou acreditar, além de demonstrar este aparente nervoso que cresce cada dia mais. O anjo que se matou, era um novo recruta de Castiel e trabalhava no hospital.

Então, Dean foi interrogar os anjos de lá e foi extremamente violento com a moça. E ele perguntou quem eram os amigos deste anjo, para surpresa dele, Tessa, uma ceifadora que ele conheceu em temporadas anteriores, também se envolveu nisso, e ele chegou a tempo de evitar o ataque dela. Levou para interrogá-la. Os anjos interviram para que Dean não a maltratasse, mas ele estava com a Primeira Lâmina escondida com ele. Sam já tinha pedido para ele não levar, mas ele levou escondido.

Tessa começou a falar que Castiel a escolheu porque ela era forte, fazendo com que a outra anjo que estava lá ficasse nervosa e Dean a expulsasse e depois, a prisioneira continuou falando que ela está fazendo isso porque ela não aguenta mais o grito dos que sofrem por não poderem entrar no céu, por não poder executar seu trabalho. Ela disse que tinha outros como ela, Dean pediu pelos nomes, e ela disse que se desse, não seria mesma coisa. Dean lhe mostrou a Primeira Lâmina e ela se jogou nela… E é claro que todos os anjos pensaram que Dean fez isso de propósito.

390ca5eda2abe63e63cd35e801fb4e4a

O anjo que Sam e Castiel estavam seguindo, acabou caindo em uma armadilha de Metatron. Sim, o “anjo-Deus” deu as diretrizes de onde estaria a porta de entrada para o céu, acho que aí se justifica o nome do episódio, mas chegando lá,  Metatron armou com óleo sagrado e machucou Josias severamente. Castiel chegou lá segundo antes do anjo morrer e este disse que só queria voltar para casa e não enxergava mais um anjo em Castiel… É… Muito tenso.

Com Metatron, a coisa foi mais significativa. Além de ficar pressionando Gaadrel pelo encontro que ele teve com Castiel no episódio passado, ele também queria falar com o chefão de outra “gangue de anjos” para aumentar o seu exército. O  que deu mais raiva é que ele aparentava estar com a autoestima bem baixa e tudo mais, não conseguiu se aliar ao anjo, mas, veio mais uma “bombinha de Castiel”, que matou o chefão e fez com que os seus seguidores se aliassem a ele. Machucou um pouco o Gaadrel que estava junto, mas nada demais. E este, desconfiando cada vez mais de seu “chefe”.

Sam e Castiel voltam, encontram Dean preso, eles o soltam e de repente, uma ligação de Metatron, por vídeo. Todos os anjos da base vendo a conversa, e viram ele avisam a nova adição de seu exército  e que eles aceitariam os anjos no Paraíso se o aceitassem com Deus, disse que eles precisam seguir alguém, que Castiel não era indicado, pois estava mandando anjos para a morte, falou da Graça dele que foi roubada, que por conta disso ele esta definhando e que ele só se importava com ele mesmo e com os Winchesters. E todos os anjos deixaram de segui-lo pois, ao pedirem que executassem Dean pela morte de Tessa, ele simplesmente não conseguiu.

metatrons-back

Para terminar, Gaadrel percebeu que Castiel estava certo sobre Metatron, até mesmo quando este confessou que os anjo-bombas eram agentes duplos que trabalhavam para ele. Percebeu que Metatron não era esse ser que ele imaginava e foi se solidarizar com os Winchesters e Castiel, disposto a contar tudo, pediu uma chance e estendeu a mão para Dean. E eis que o Dean lhe esfaqueia, sem dó e nem piedade com a Primeira Lâmina, causando a surpresa de todos, do enredo e dos Hunters em geral.

Percebe-se que a Lâminha e/ou a Marca de Caim estão tomando conta de Dean e ele está ficando cada vez mais alucinado. Ele está virando um ditador, como ele mesmo disse, e olha… Vai ser difícil segurá-lo de agora em diante… Eu nem imagino o que poderá acontecer com essa revolta toda de Dean e estou ansiosíssima pelo próximo episódio! Ansiosa e com medo, ao mesmo tempo! Como disse…. O que define o episódio dessa semana, tensão!!! Pura e simples tensão!!!

E foi isso, pessoas… Espero que tenham gostado!!! Ansiedade a mil para semana que vem!!! Até lá!

Natalia Cordeiro
por

Natalia Cordeiro

Sou Whovian por opção, tenho Letras por formação e escrevo por paixão. Apaixonada pelo o azul e o non-sense (entende-se então TARDIS e Alice no país das maravilhas) e por corujas em geral. Quero mostrar um pouco do meu país das maravilhas através de seriados, filmes, livros e músicas, e por vezes, tento me aventurar e tenho grande paixão por poesia!

Recomendamos para você