Olá, pessoas! Supernatural voltou do hiatinho básico de meio de série, mas podemos dizer que esse  18º episódio da 9ª temporada, foi no mínimo, interessante. Afinal de contas, não foi um episódio de um roteirista qualquer de Supernatural, foi um novo roteirista novo. Isso mesmo, minha gente, Metatron é o novo roteirista e ele está brincando de Deus. Sim, ele se considera o novo Deus e agora te pergunto. Qual o pior vilão no momento? Metatron, Crowley, Abaddon ou Castiel? Oi? Como assim o Castiel?  Vamos seguir com o texto que tudo ficará mais claro o que eu perguntei.

Pois é, a minha questão depois deste episódio foi esta. Claro que na minha lista de vilões o Castiel está, mas, Metatron está trabalhando para isso. O episódio começou com Metatron escrevendo em uma máquina, com vários livros sobre o Supernatural (vide em outras temporadas), nos questionando sobre o que faz uma história funcionar, se é o enredo, os personagens, o texto… E quem dá significado ao texto, se é o autor ou o nós leitores. Com uma musiquinha clássica ao fundo, ambiente refinado, ele diz que vai nos contar uma história para nós e nos deixar decidir. E o mais legal,  ao aparecer a abertura de Supernatural, ele desaparece e aparece a abertura escrito Metatron, ou seja, não é mais Supernatural, é Metatron. Achei isso fantástico!

Abertura Metatron

Ele está trabalhando para que o Castiel pareça o vilão da história e ele próprio o herói, e admito, foi assombroso como ele ia narrando os acontecimentos ao final do episódio e ir acontecendo realmente, como se Castiel tivesse virado um fantoche na mão do Novo Deus. Tanto que, Metatron simulou uma “volta” do Arcanjo Gabriel, para convencê-lo a ser o líder contra Deus, e é claro que este cara vai ser o vilão. Metatron não fez uma simulação tão perfeita assim, e foi descoberto, mas foi interessante ver Gabriel de novo, e como sempre, sendo Gabriel, saído de um filme pornô e causando do começo ao fim!

Gabriel Aba-doida

Vimos de novo Gaadrel, também. E o que é mais interessante, ele foi capturado pelos nossos queridos irmãos Winchesters, como disse Metatron, existem personagens que surpreendem, e foi o que os nossos queridos fizeram. Claro que depois o “Anjo Mor” conseguiu seu general de volta, pois ele propôs uma troca, Gaadrel por Castiel. É óbvio que, neste encontro, os irmãos iriam tentar prender Metatron na armadilha dos anjos, o círculo de fogo com óleo sagrado, mas isso, não funciona mais para ele, certificando mais ainda de que sim, ele é o novo Deus. Bizarro!

Gaadrel

De acontecimentos menores do episódio, Castiel achou sinais angelicais nas paredes, e ao lado destes sinais, uma verdadeira chacina. São anjos. Anjos que não aceitaram ficar ao lado de Metatron e que foram estimulados a se juntar ao Castiel. Este sinais funcionam como portas para voltar para o Céu e quem não aceita o Novo Deus, morre, mais ou menos assim. E, Castiel também informa sobre estes portais para Dean e Sam, e ainda vê a Marca de Caim no braço do Winchester mais velho. Nem precisa dizer que ele não gostou e pediu para Sam cuidar de seu irmão.

Winchesters, Castiel e Metatron

Tudo bem que não contamos com as ilustres presenças de Crowley e da Aba-doida, ops, Abaddon, e realmente estava mais do que na hora de Metatron dar o ar da graça, ele ficou por muito tempo desaparecido. Nem preciso dizer que achei o episódio, mas, mais por conta desse “estilo literário de Metatron contar a história dele” do que qualquer outra coisa no episódio. Realmente, Metatron está se firmando cada vez mais como o Novo Deus do Paraíso e os reais roteiristas de Supernatural retrataram isso muito, mas muito bem mesmo. Agora me respondam, pessoas. Quem é o pior vilão de Supernatural? Crowley, Aba-doida ou Metatron? A disputa está difícil, mesmo!!! Esperemos por novos episódios para decidir, minha gente! Até mais!