Supernatural: Crenças, descrenças e a humanidade em si

-por , em 28/10 -
Supernatural: Crenças, descrenças e a humanidade em si

Creio que, pelo título, já deu para perceber que este terceiro episódio, I’m not angel (e até pelo título do episódio, mesmo), teve como seu foco principal, Castiel, pois colocou no centro a adaptação deste em sua vida humana, mostrando os medos, as crenças, principalmente as descrenças e desejos dele, mas, que não deixa de ser assim com a humanidade em si… Na minha visão, retratou bem como muito de nós nos sentimos e agimos, uns mais parecidos, outros menos, mas com alguma coisa em comum!

 

Mas deixando as análises filosóficas um pouco de lado, vamos ao episódio… Ele sempre começa com aqueles momentos macabrinhos que só o Supernatural sabe fazer, com dois anjos indo procurar Castiel, à noite, em um tipo de mosteiro, sei lá, e perguntam para dois padres onde Castiel está… Procurando com este nome, os padres não sabiam, é claro, e o negócio não acabou bem! O dia amanhece, vemos que sim, Castiel estava lá sim, mas deu o nome de Clarence… E, como ele estava em uma coisa que podemos entender que é um tipo de abrigo, ele tinha que prestar serviços, estava recolhendo papéis e de repente, encontra os dois padres pendurados em uma árvore e sem os olhos! Coisa bonita de se ver, não?!

 

Claro que nosso ex-anjo foi muito esperto, e entendeu que ele está sendo procurado, como já foi explicado antes, como ele foi “responsável” pela queda dos anjos, e muito deles, que acreditam mesmo ser a culpa de Castiel, estão ferozmente atrás dele… Claro que ele sai desse abrigo e vai procurar outras paragens, uma vez que, agora está sendo perseguido!

 

Enquanto isso, no núcleo Winchesters, Dean está estranhando, acho até que não gostando, desta “vitalidade” toda de Sam, que simplesmente acordou e foi correr, sabemos muito bem que este é o efeito “o anjo dentro de mim”, que Sam nem faz ideia… Como podemos perceber, o anjo, Ezequiel, consegue fazer um on/off em Sam, tomou consciência e disse para Dean que ele captou pelo o “rádio dos anjos”, que eles estão se organizando para encontrar Castiel… E isso preocupa muito Dean, que decide ir atrás do novo humano! Engraçado são os esforços que Dean tem que fazer para contar as coisas que o anjo fala pra ele sem parecer estranho pra Sam, mas engraçado ainda é Sam sempre acreditar em tudo (sinceramente, acho uma falha, ele nunca fora assim, mas….)

 

Neste episódio também conhecemos Bartolomeu, o anjo que está organizando os anjos contra o Castiel e outra, está sendo responsável por uma verdadeira lavagem cerebral para que as pessoas aceitem serem possuídos por anjos. Estes, só podem possuir um humano se este disser sim, e Bartolomeu contratou um reverendo, muito bom em discursos e retórica, que está fazendo com que muitos permitam a entrada dos anjos em seus corpos, e acabaram até mostrando se você não for um bom receptáculo para o anjo, simplesmente você explode, coisa bonita de ser, de novo!

 

Castiel acaba parando nas ruas, consegue um sopão para comer e vai dormir em um ônibus abandonado… Nisso, aparece um médico que possuído por anjo, que o tenta matar, mas Castiel o mata antes, afinal, ele tem aquela lâmina de prata que mata anjos, e foge… E nessa hora, é que começa a aparecer a humanidade de Castiel, a descrença dele mediante à senhora que reza na igreja, ou o desejo dele, ao ver uma moça com um decote e ele com o olhar desejo para comida (nunca vi alguém que sente tanta fome assim) e vendo a comida, o dinheiro e um local que faz tatuagens, vai fazer uma tattoo para se proteger dos anjos…

 

Castiel e a anjo

Nisso, corta para uma cena em que ele está perto de uma lata de lixo e de lá pega comida, uma moça o vê e começa uma interação entre eles, ela dá comida para ele, mais tarde, quando ela sai e está chovendo, ela se compadece e até deixa ele entrar em sua casa, aí eu achei meio estranho, de repente, ela percebe que ele está ferido, tira sua camisa e e de repente, eles estão se beijando e dormem junto… A primeira vez de Castiel, minha gente! Mas olha, super normal, eu, mulher, deixar um homem que encontrei na rua, entrar na minha casa e dormir com ele, né? Pois é, ela é um anjo, e mesmo com a tatuagem para protegê-lo, ela o encontra e o mata! Dean e o Sam-anjo chegam, e o anjo o cura… Mas ele chegou mesmo a morrer!

 

70084

 

Eles o levam para a casa, Castiel come, de novo, e ele conta o ocorrido, parte engraçada, pois, aos meninos perguntarem a ele, se ele se protegeu, este respondeu que tinha com ele a lâmina… De repente, o Zeke, o anjo de Sam, diz que, se Castiel continuar ali, será muito perigoso para eles, pois, eles irão atrás do ex-anjo e descobrirão o que ele está fazendo com Sam… E o episódio acaba com Dean falando que ele não pode ficar lá!!! Pessoas, foi de cortar o coração!!!

 

Perfil Natalia

Natalia Cordeiro

Pois é, pessoas! Foi tenso… Estou gostando dos episódios até agora, o que só me preocupada é o tanto de problema que o Supernatural cria para resolver em uma temporada! Vejamos como eles lidam com isso! Até a próxima!!!
Facebook

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você