AMA SPOILER? ESSE É O LUGAR PARA VOCÊ!

Olá meu povo apaixonado pelas Crônicas de Gelo e Fogo e pela série Game of Thrones! Hoje vamos dar mais um passo na série de posts sobre teorias, spoilers e pitacos de uma das sagas mais incríveis de todos os tempos.

Vamos falar um pouquinho sobre uma das personagens mais amadas, mais idolatradas e mais fantásticas do universo criado por George RR Martin: Daenerys Targaryen. Muita gente me pediu para falar sobre a rainha das rainhas, a mãe dos dragões e, cá estou eu, meio agoniada de meter o dedo nessa história. Espero que curtam!

Nos livros das Crônicas de Gelo e Fogo, Daenerys Targaryen é uma adolescente baixinha e muito bonita, com cabelos loiro-platinados e olhos violeta, bem comuns na Casa Targaryen.

Na série, Daenerys é interpretada por Emilia Clarke. Em sua infância, Dany era uma garota tímida e dócil, com pouca confiança e auto-estima. Ela não conheceu outra vida além da que teve no exílio, dependente de seu irmão, Viserys Targaryen, que a amedrontava. Ele era a única família que ela conhecia, mas foi um guardião cruel, propenso a mudanças de humor e surtos de violência.

Seu casamento com Khal Drogo foi um divisor de águas em sua vida: a necessidade de adaptação ao modo de vida dos dothraki no khalasar foi difícil, mas significou o início de sua independência perante o abusivo irmão, e ela se tornou uma mulher forte, confiante e corajosa.

Daenerys nunca se esqueceu de como era ser uma criança maltratada, e suas experiências contribuíram para que ela se tornasse uma conquistadora um tanto propensa à piedade. Ela é determinada a trazer justiça a seu reino, e põe o fim da escravidão como uma prioridade particular. A despeito de sua compaixão, porém, ela é capaz de ser dura e impiedosa com seus inimigos.

É dito que os Targaryen tendem a ser homens loucos ou governantes brilhantes, e Daenerys parece ter herdado o dom natural da liderança.

Seus seguidores tem por ela grande respeito e amor, e ela é frequentemente comparada ao irmão Rhaegar Targaryen no que diz respeito ao carisma como líder, determinação, inteligência e forte senso de justiça. Suas principais fraquezas como governante são sua juventude e relativa inexperiência mas, ainda assim, ela aprende rápido com seus erros.

Embora ela reconheça que Viserys era fraco, covarde e cruel, ela se apropriou da obsessão do irmão em recuperar o Trono de Ferro e os Sete Reinos, que pertencem legitimamente aos Targaryen, e isso se tornou o principal objetivo em sua vida. Porém, Westeros é uma terra distante que ela nunca viu com os próprios olhos, e, às vezes, ela se lembra melancolicamente da casa com a porta vermelha em Braavos onde viveu com Sor Willem Darry, o que simboliza sua infância perdida.

Daenerys é a única filha e a criança mais jovem do Rei Aerys II Targaryen e de sua irmã-esposa, a Rainha Rhaella. Daenerys foi concebida durante o último mês da rebelião que pôs fim ao reinado de sua família nos Sete Reinos.

Depois da Batalha do Tridente, o Rei Aerys decidiu enviar o Príncipe Viserys e a Rainha Rhaella, grávida, para Pedra do Dragão, onde estariam protegidos. De fato, isso acabou salvando suas vidas, já que Porto Real foi saqueada pelas tropas da Casa Lannister, que mataram todos os herdeiros do Trono.

Daenerys nasceu enquanto uma grande tempestade caía sobre Pedra do Dragão e destruía a frota Targaryen, sendo esta a razão para chamarem-na de Daenerys Nascida da Tormenta. Sua mãe morreu no parto.

Robert Baratheon reivindicou o Trono e Aerys e os herdeiros de Rhaegar foram mortos, o que fez com que Daenerys e seu irmão Viserys se tornassem os últimos membros vivos da Casa Targaryen. Sor Willem Darry, acompanhado por outros lealistas, levou as crianças para o exílio na Cidade Livre de Braavos. Era ali que Daenerys vivia na casa com a porta vermelha.

Sor Willem era velho e doente, mas Dany se lembra de como ele sempre a tratou com carinho. Depois que ele morreu, os empregados expulsaram os jovens Targaryen da casa. Dany chorou quando foi forçada a ir embora. Após a morte de Aerys (e a suposta morte de Aegon, o filho de Rhaegar), Viserys era o legítimo herdeiro do Trono de Ferro seguindo a linha de sucessão da Casa Targaryen.

Nos anos que seguiram à morte de Sor Willem, Viserys vagou pelas nove Cidades Livres com sua irmã, tentando conseguir apoio para que retomasse o Trono de Ferro, o que lhe valeu a alcunha de “Rei Pedinte”. A sorte dos irmãos mudou quando foram encontrados pelos poderoso Magíster Illyrio Mopatis de Pentos, que os convidou a ficar em sua mansão e ofereceu ajuda para que reconquistassem seu trono.

A história de Daenerys na série e nos livros é basicamente a mesma, pouquíssimos detalhes foram alterados. No quarto livro, O Festim dos Corvos, ela quase não apareceu de forma ativa e apenas foi mostrado que a notícia de que seus dragões haviam nascido, chegou fortemente à Westeros.

No quinto livro, A Dança dos Dragões, Daenerys está enfrentando sérios problemas ao administrar Meereen, o que acabou causando a Guerra nas Sombras, onde uma organização ligada aos Grandes Mestres, os chamados Filhos da Harpia, passaram a matar os escravos e libertos Imaculados. Perto de seus cadáveres, eles deixavam o desenho de uma harpia feita em sangue, ameaçando os seguidores da Rainha Dragão.

As arenas de luta de Meereen foram reabertas e, na série vemos Sor Jorah Mormont como parte da atração mas, devo ressaltar, nos livros ele e Tyrion Lannister nem mesmo encontraram a Rainha ainda! Tirando essa parte, durante as batalhas na Arena de Daznak, foram descobertos gafanhotos envenenados no camarote de Daenerys. Iniciou-se uma batalha.

O sangue e os gritos na arena, atraíram Drogon, que se tornara ainda maior. Hizdahr ordenou que o matassem e Dany, ao ver seu “filho” em perigo, pulou na arena para encontrá-lo. Ela montou em suas costas e saiu voando. Depois disso, muitos passaram a pensar que ela estava morta. Daenerys foi levada para o covil de Drogon, mas não conseguiu fazer com que o dragão a levasse de volta, portanto, decidiu retornar caminhando. Durante seu trajeto pelo Mar Dothraki, doente e faminta, ela e Drogon foram descobertos por Khal Jhaqo. No livro há uma pequena diferença nesse trecho, pois ela, enquanto caminha sozinha, percebe um batedor dothraki e se mantém oculta na grama alta.

Após a partida dele, grita por Drogon, que enfim a ouve e desce dos céus para ela, que o monta e consegue nesse momento comandá-lo de certa forma, o fazendo ir na direção tomada pelo cavaleiro. Voando, ela percebe ainda mais o medo que Drogon impõe ao khalasar e suas montarias, já que este começa a caçar um dos cavalos. Faminta, ela divide a presa com ele.

Outra coisa que diverge é que na série, quando Khal Jhaqo chega com o khalasar, ela parece ter sido não só surpreendida, como estar indefesa, mas no livro, ela sabe que eles se aproximam e se posiciona ao lado de Drogon para recebe-los. E assim terminou o quinto livro para a nossa querida Daenerys, bem como na série, cercada pelos cavaleiros.

Confira também como os personagens de Game of Thrones são diferentes no livro e na série!

Veja os outros posts da série de spoilers e notícias sobre Game of Thrones!

Compartilhe: