No próximo dia 29, Space Force, chega na Netflix. Uma série cujo objetivo principal, é criticar de maneira satírica a decisão de Trump em explorar o solo Lunar como se fosse sua propriedade. Se cumpre sua missão? Isso já não tenho tanta certeza.

A história acompanha Mark Naird, um general de quatro estrelas tentando fazer o melhor de sua missão, para transformar o novo ramo militar proposto nos EUA em realidade. A questão é que ele, nem nenhum dos seus subordinados que antes pertenciam a Força aérea, parecem saber o que estão fazendo.

Impossível não se lembrar de The Office ao assistir Space Force, Não somente pela dobradinha Steve Carell e Greg Daniels, mas também pelo conceito de ambiente de trabalho, desta vez voltado para uma base militar.

Space Force é cansativa, de humor forçado, cujo protagonista beira o insuportável, tamanha arrogância e autoritarismo. Impossibilitando que o cientista chefe da Força Espacial, Adrian Mallory, consiga realizar seu trabalho de forma correta.

Com recursos limitados e escassos, Adrain precisa lidar com gastos excessivos e irresponsáveis de Naird, que parece não levar a sério sua pesquisa e/ou muito menos entender o que ela proporciona.

As primeiras impressões do show, nos revelam um padrão similar ao de The Office, o que provavelmente agradará os fãs, e causará desconforto para quem esperava algo diferente de Carell, que já mostrou seu potencial em The Morning Show.

Com um CGI impecável, Space Force nos primeiros episódios não concede ao espectador, a intenção de sátira que se propõe. Nos resta finalizar e ver se realmente a série vale a pena!

Confira aqui a entrevista com Steve Carell.

Space Force estreia dia 29 de maio na Netflix.

LEIA MAIS SOBRE SÉRIES