Em Solteiro Sofre Demais: o primeiro barba lit nerd da galáxia, o autor mineiro Bruno Godoi conta a história do professor de literatura Larry James Lurex de forma tão descontraída, que o leitor tem a sensação de estar numa conversa entre amigos em um bar. Recheado de referências ao mundo pop nerd, Solteiro Sofre Demais vem pra agradar a solteiros, casados e separados. Larry é mais um homem que perde o saldo positivo na conta bancária (vive quebrado), mas não perde uma noite agitada no Rio de Janeiro. Por isso vive zerado e tendo que se virar para pagar as despesas da república em Copacabana onde mora com mais dois amigos: um engenheiro maluco e desempregado, e um naturalista zen que cria uma seita de Ioga Astral.

Dessa forma, o livro foi escrito pensando em pessoas que, assim como Larry, vive conectado no Whatsapp e Facebook para saber qual é a boa da noite. E por “boa”, você pode interpretar como balada ou mulheres. O comportamento de Larry é culpa de uma síndrome: ESCS (Ereção Só Com Safadas). Mas parece que a cura pode surgir no relacionamento com Sasha, uma jovem religiosa. O amor ou o sexo? O que Larry vai escolher? (Lembre-se que ele sofre de Ereção Só Com Safadas.)

O texto rápido e envolvente de Godoi tem uma fórmula certeira: exige no máximo sete minutos para a leitura de cada um dos 77 capítulos, que são compostos por dez parágrafos cada. Os parágrafos, por sua vez, têm cem palavras. Essa apresentação do texto foi batizada de Base 10. (10°, 10¹, 10²) (1, 10, 100). Um capítulo com dez parágrafos, cada parágrafo com cem palavras. Assim fica fácil devorar o livro que tem, ao todo, 770 parágrafos, como o autor faz questão de explicar: “Pode contar”. Para o prazer de homens (e mulheres) modernos, o primeiro livro do gênero “Barba lit” estará em breve nas melhores livrarias do país.

A história é sua. É simples, rápida, divertida. Nem precisa pensar. Começa pelo começo, passa pelo meio e fecha no final. Fácil. Repetindo: a história é sua. Sua não é verter suor pelos poros, do verbo transpirar; é pronome possessivo. Repita aí: a história é sua. Seu nome é Larry James Lurex, 33 anos, professor de Literatura. Você tem doença grave, chamada doença gravíssima. Além de doente é pobre. Tem pouca grana. Motivo: gasta muito e dá poucas aulas. Pouco dinheiro entrando, muito dinheiro saindo. Saldo negativo. Transação no vermelho. Você é você, sempre, esse é o segredo do livro.