Desde criança ouvimos nas propagandas do Yakult sobre os tais Lactobacilos vivos e que eles trazem inúmeros benefícios para a nossa saúde. Tudo bem que crescemos e muitos de nós já procuraram saber o que são esses tais pequeninos seres que nos fazem tão bem assim… E que, de quebra, são tão saborosos. Só que sempre tem aquelas pessoas que nunca pesquisaram a respeito, portanto, esta é a sua oportunidade de descobrir quem são os tais Lactobacilos, porque eles estão nos Yakults e porque nos fazem tão bem, no final das contas. Leia o texto abaixo e descubra!

Definição: O Lactobacillus acidophilus é o probiótico (pró-vida) mais comumente usado, também chamado de bactéria “amigável”. Nós nascemos sem ele, e o acidophilus logo se estabelece em nosso intestino e vagina e protege contra a entrada e proliferação de organismos ruins que podem causar doença. Algumas características requeridas dos lactobacillus como probióticos são: função benéfica, fácil cultivo e estabilidade da “população”.

CLIQUE AQUI PARA LER A RECEITA DE YAKULT CASEIRO

Outras bactérias amigáveis incluem: L. bulgaricus, L. reuteri, L. plantarum, L. casei, B. bifidus, S. salivarius, S. thermophilus e Saccharomyces boulardii. Seu trato digestivo é como um ecossistema, com muitas bactérias. Alguns destes habitantes internos são mais úteis a seu corpo do que outros. O L. acidophilus produz a enzima lactase, que quebra o açúcar do leite (lactose) em açúcares simples. As pessoas que são intolerantes a lactose não produzem esta enzima. Assim, suplementos de L. acidophilus podem ser benéficos para estes indiví­duos.

Outros probióticos potenciais incluem uma variedade de espécies de Lactobacillus (spp.), tais como casei GG, rhamnosus, NCFM, DDS-1, Bifidobacterium longum, Bifidobacterium bifidum, Streptococcus thermophilus,Enterococcus faecium, Saccharaomyces boulardii, Bacillus spp. e Escherichia coli.

YAKULT

Usos: Substitui as bactérias intestinais “amigáveis” destruídas por antibióticos; Auxilia na melhora das doenças causadas por bactérias; Previne e trata diarreia, incluindo diarreia infecciosa, particularmente do rotavírus (um vírus que comumente causa diarreia em crianças); Impede o crescimento de organismos “ruins” no trato gastrointestinal (uma condição que tende a causar diarreia e pode ocorrer pelo uso de antibióticos); Impede e/ou reduz infecções vaginais, infecções do trato urinário e cistites (inflamação da bexiga); Melhora a digestão (absorção) da lactose em pessoas que tem intolerância a mesma; Aumenta a resposta imune; Ajuda no tratamento de infecções respiratórias tais como sinusite, bronquite e pneumonia; Diminui o risco de alergias; Ajuda a tratar colesterol elevado; Acne; Redução de enzimas implicadas na produção do câncer; Saúde Cardiovascular; Síndrome crônica de fatiga; Resfriado; Indigestão/Digestão; Úlceras; Febre reumática.

Alguns pesquisadores testaram a eficácia terapêutica de um composto consistindo da combinação multibacterial de L. acidophilus e Bifidobacterium bifidum em pacientes idosos com desordem intestinal. Os resultados foram excelentes, com restauração da flora bacteriana duodenal e melhora dos sintomas clí­nicos.

Medidas de Segurança: Não há nenhum problema de segurança com o uso de probióticos Promove às vezes a observação um aumento temporário de gases.

Observação: Se você estiver fazendo uso de antibióticos, pode ajudar fazer uso ao mesmo tempo de probióticos/acidophilus, e continue com o uso algumas semanas após terminar o tratamento com a droga. Isto ajudará a restaurar as bactérias naturais em seu trato digestivo que foram mortos pelos antibióticos.

YAKULT

Algumas fontes alimentares: As fontes alimentares mais comuns que apresentam L.acidophilus incluem leite, iogurte e queijo.

Efeitos Colaterais: Algumas pessoas podem apresentar gases ou desconforto estomacal no iní­cio, mas estes sintomas partem geralmente com uso contí­nuo. Algumas mulheres descreveram a queimadura ou a irritação na vagina quando o Lactobacillus acidophilus foi usado nesta região. Raramente, as pessoas com sistemas imunes fracos podem estar arriscadas de desenvolver uma infecção séria ao fazer uso do Lactobacillus acidophilus. Pessoas que tiveram um ferimento ou uma doença da parede intestinal; quem faz uso de drogas prescritas, tais como os corticoesteróides (prednisona), que pode torná-los vulneráveis à infecções ou quem fez cirurgia para substituir uma válvula do coração; deve falar com um médico antes de fazer uso do Lactobacillus acidophilus.

Gravidez: Em alguns estudos, mulheres grávidas foram tratadas com Lactobacillus acidophilus sem nenhum efeito adverso. Entretanto, se você estiver grávida, recomenda-se que uma consulta ao médico antes de usar o Lactobacillus acidophilus.

Interações Com Drogas: Alguns especialistas acreditam que os antibióticos ou o álcool podem destruir o Lactobacillus acidophilus. Como resultado é recomendado que o Lactobacillus acidophilus seja usado três horas após ter feito uso de antibióticos ou ter bebido o álcool. Alguns cientistas também acreditam que o Lactobacillus acidophilus pode ser destruí­do ou inativado por ácidos no estômago. Em conseqüência, sugere-se às vezes que os pacientes usem uma droga para diminuir a quantidade de ácido no estômago uma hora antes de fazer o uso de Lactobacillus acidophilus. Um exemplo é o famotidine.

Interações com ervas e suplementos dietéticos: Na teoria, o Lactobacillus acidophilus pode ser mais eficaz se feito uso com alimentos tais como bananas, aspargos e alho. Acredita-se que estes alimentos forneçam nutrientes que aumentam a eficácia do Lactobacillus acidophilus – São os chamados PREBIÓTICOS.

Compartilhe: