Eu me apaixonei por este cachorro quando vi a foto de um amigo no Face, desde então eu coleciono fotos e fico na torcida para ganhar um lindo Corgi. Existe uma lenda sobre a raça, pesquisei sobre a origem e aí está a estória…

Conta a lenda que o welsh corgi pembroke (imagem acima) é um cão encantado. Duas crianças estavam cuidando do rebanho da família nas terras do Rei, quando encontraram dois filhotes que pensaram ser pequenas raposas. As crianças levaram os filhotes para sua casa, lhes foi dito que os cãezinhos eram presentes de fadas, que os utilizavam como montaria e também para puxar suas carruagens encantadas. Os filhotes cresceram e aprenderam a ajudar seus donos a pastorarem o gado. Corroborando com a lenda, até hoje os corgis levam as marcas das selas das fadas nas suas costas.

À parte de toda a lenda, duas são as teorias a respeito do surgimento da raça. De acordo com a primeira delas, desenvolvida por Lloyd Thomas, os ancestrais diretos dos welsh corgi pembrokes foram introduzidos no País de Gales pelos tecelões de Flandres, por volta do ano 1107. Por outro lado, Clifford Hubbard teorizou que sua origem data dos séculos IX e X, época em que os vikings da Escandinávia invadiram o País de Gales.

Certo é que em 1928, a raça foi reconhecida pelo Kennel Clube Inglês – The Kennel Club. Já em 1934, recebeu reconhecimento nos Estados Unidos. Deste então, sua popularidade vem crescendo.

2

Welsj Corgi Cardigan – Nem tímido e nem agressivo, o welsh corgi cardigan é um cão ativo, alerta, inteligente, confiável, com expressão que se assemelha a uma raposa. Os olhos tem tamanho médio, claros, de expressão amável, porém vigilante. O peso dica entre 09 e 11 quilos para as fêmeas e entre 10 e 12 quilos para os machos.

Apesar de serem pastores, os welsh corgi se adaptam muito bem a apartamento, mas é preciso levá-los para passear pelo menos duas vezes ao dia, pois são muito ativos. O sedentarismo pode desencadear a obesidade, principal doença para a qual a raça é propensa, seguida pelo glaucoma.

Temperamento dos Corgi – Uma vez treinado, esta raça é muito obediente e fará sempre o que é pedido, com um elevado nível de inteligência, consideram seus donos como uma propriedade.

Qualidades da raça – Os corgis têm uma grande facilidade para o aprendizado. Sua grande inteligência, sua capacidade de observação e seu temperamento calmo, permitem que aprendam comandos rapidamente. Por ser um cão originalmente criado para pastoreiro, o Corgi cuida de seu dono e de sua família, com a mesma “responsabilidade” que teria cuidado de um rebanho.

Mesmo sendo um cão dócil, não faz amizade de imediato com pessoas estranhas, preferindo observá-las por um tempo antes de permitir ser acariciado. São cães de hábitos limpos e não exalam nenhum odor, necessitando de poucos banhos no decorrer do ano.

Defeitos da raça – A raça tem facilidade para engordar, por isso é preciso que se tenha um bom controle sobre sua alimentação, não permitindo que lhe sejam dadas guloseimas e petiscos. Ele tem facilidade para correr, mas deve-se levar o Corgi para um passeio diariamente. Isso significa fazer caminhadas, correr e brincar, não apenas dar uma voltinha na calçada para fazer as necessidades. É preciso cautela em ambientes com muitas escadas, porque a raça tem a coluna longa, que poderá sofrer lesões ao subir e descer degraus com frequência.

A raça possui uma intensa camada de pelos que exige escovação frequente, principalmente nos períodos de troca, caso contrário seu aspecto ficará de cão abandonado e sua casa cheia de pelos.

Compartilhe: