A Universidade de Cambridge publicou 4.000 páginas escritas por Sir Isaac Newton incluindo suas anotações pessoais. Essa é a primeira etapa de um processo de digitalização que exibirá também documentos de Charles Darwin e Ernst RutherfordOs papéis de Newton são, ao lados dos manuscritos Islâmicos, os primeiros documentos exibidos online oficialmente como parte da Cambridge Digital Library – projeto que envolve a digitalização de 200 páginas por dia da coleção impressa da universidade. O lote inicialmente publicado representa cerca de 20% da coleção total de autoria de Newton.

Newton foi estudante na Universidade de Cambridge e professor da Cadeira Lucasiana de Matemática. A coleção inclui exemplares de suas palestras que era obrigado a elaborar como resultado de seu trabalho e documentos doados pela família.
Entre os documentos já online temos o livro de Newton Philosphiae Naturalis Principa Mathematica, seu trabalho de 1687 que explica as Leis de Newton. O livro é, sem dúvida, um dos mais importantes da história científica poderia ser descrito como a base da física.
A cópia que está sendo digitalizada era a cópia pessoal de Newton da primeira edição completa, com suas notas e correções. Estas são particularmente importantes, bem como as revisões da segunda edição que continham o projeto que explicava melhor tudo sobre a gravidade.
A coleção também inclui um livro de resíduos que originalmente pertencia ao padastro de Newton – padre. O livro foi utilizado por Newton e contém uma mistura improvável de pensamentos sobre teologia e cálculos matemáticos. Os livros aqui relatados já estão disponíveis para pesquisa online, exceto o livro de resíduos que a universidade planeja digitalizar no próximo ano!
Compartilhe: