Escolha uma Página

A HISTÓRIA DA MULHER-HULK!

Desde que foi anunciada como uma das novas séries da Marvel, muito se pergunta sobre a She Hulk. Em português, a personagem da A Mulher-Hulk estreou nos quadrinhos em 1980. Apesar de não mencionada nos filmes, ela já estrelou sua própria HQ. A série do Disney+ será a primeira versão live-action da heroína e certamente estamos ansiosos. 

Antes de mais nada, precisamos conehcer a história por trás de She Hulk. Qual seria seu grau de parentesco com Bruce Banner? A melhança estaria só na cor da pele e nos ataques de raiva? Como ela pode se encaixar no Universo Cinematográfico da Marvel? Para responder essas perguntas, precisamos conhecer sua história.  

Mulher-Hulk?

A personagem foi criada por Stan Lee e Jon Buscema em 1980. Jennifer Walters é uma advogada extremamente tímida, mas boa naquilo que faz. Ela é prima de Bruce Banner, nosso amado e querido Vingador. O relacionamento dos dois não passa de relação de parentesco, cada um de sua forma. Entretanto, após ser gravemente ferida por um chefe do crime, ela precisa de uma transfusão de sangue. Um doação do primo é feita, mas seu sangue começa a ser irradiado por raios gama. Em um momento de raiva, as partículas se agitam e Jennifer se transforma na Mulher-Hulk.

Ao longo dos anos, o público pode ver uma mudança na Mulher-Hulk. Quem antes tinha um espírito selvagem e cheio de raiva, deu lugar a uma mulher disposta a quebrar tudo na frente para conseguir o que quer, literalmente. A heroína de Jennifer ficou conhecida por encontrar forças nos momentos de maior tensão. Ela começa a canalizar seus poderes para ajudar os amigos e os colegas de equipe. 

O Hulk

A principal questão envolvendo a personagem da She Hulk está relacionada a seu primo. Ela é frequentemente comparada a ele, em todos os aspectos. Assim como o Hulk, ela é detentora de uma força sobre-humana. É praticamente imune à dor, fraturas e doenças, mas perde o controle de si quando transformada. Suas emoções e inteligência ficam estáveis, mas a quantidade de raiva que sente é o auge de seus problemas. 

A She Hulk também se mostrou uma excelente combatente. A personagem foi treinada por ninguém menos do que Capitão América e Gamora. Em 1989, ela se tornou uma das poucas personagens a perceber que está em uma história em quadrinhos. Há quem pense que o primeiro a quebrar a quarta parede foi Deadpool. Jen fez isso primeiro. 

A Força

A prima de Bruce Banner não demorou para estar entre as maiores forças da justiça. Ela é conhecida por todas as vezes em que derrotou vilões, sozinha ou como parte dos Vingadores. A Mulher-Hulk lutou contra diversos titãs ao longo da vida, como o próprio Thanos. E até contra os heróis ela foi forçada a lutar.  Em Hulk Contra o Mundo, ela enfrenta o próprio primo em um momento de raiva.

Algo longo de sua jornada, Jennifer também enfrentou Tony Stark e Matt Murdock no tribunal, além de representar o Homem-Aranha. O auge de sua carreira foi quando defendeu todo o universo da Marvel no tribunal.

HOJE EM DIA?

A heroína se mostrou ao longo do tempo, uma verdadeira membro de equipe. No currículo ela traz nomes como Vingadores, Quarteto Fantástico, Heróis de Aluguel, Defensores, S.H.I.E.L.D., Quarteto Fatal, Poderosos Vingadores, Força Fantástica e Fundação Futuro. E você achando que o grupo de Tony e Steve Rogers era o maioral de todos eles. 

Ela é atualmente membro das Libertadoras e líder da A-Force, a equipe de super-heroínas Marvel.

O MCU

She-Hulk pode estar, literalmente, onde ela quiser dentro do MCU! Muito acreditam que personagens como Betty Ross ou Claire Temple, de produções já lançadas, poderiam assumir o fardo. Entretanto, é como Jennifer Walters que o público mais quer vê-la. E espaço é o que não falta. 

Embora não tenhamos mais os dois protagonistas de Guerra Civil (#saudadesCap, #saudadesTony), o legado do filme foi deixado. Um enorme problema na justiça foi criado pelos Vingadores ao longo de sua aventura em Nova York. Seria essa uma ótima oportunidade para Jennifer  ser introduzida no MCU? Além de prima do personagem de Mark Ruffalo, ela é uma excelente advogada! 

Seria até mesmo uma forma de termos Ruffalo de volta a franquia Vingadores. Vamos combinar que já perdemos muito esse ano!