Escolha uma Página

Enfim, o tão esperado desfecho

Finalmente chegamos ao final da trilogia Verão, de Jenny Han. A série literária iniciada em O Verão que Mudou Minha Vida, encontra seu desfecho em Sempre Teremos o Verão. E certamente é um final para fã nenhum de romance botar defeito.

Sinopse

Belly sempre esteve dividida entre os Fisher. Mas isso parecia ter ficado no passado. Assim como os incríveis dias de verão na casa de praia em Cousins Beach, Conrad, seu primeiro amor, se tornou apenas uma recordação. Agora, era Jeremiah quem ela amava, era com ele que Belly imaginava o futuro. Eles resolvem se casar e passar o resto da vida juntos, mesmo que para isso precisem enfrentar as famílias, que desde o início são contra essa decisão.

Mas quando Belly retorna à casa de praia e reencontra Conrad, antigos sentimentos vêm à tona. Com o dia do casamento se aproximando, as incertezas só aumentam. Seria possível voltar atrás? Ou melhor, seria o certo a fazer? Mais uma vez ela está na casa de praia, dividida entre os dois únicos meninos que já amou.

A História

Nossos amados personagens estão de volta. A história de Belly e os irmãos Fisher parecia caminhar para um final feliz, pelo menos entre ela e Jeremiah. Mas desde as primeiras páginas, nada envolvendo o trio se tornou fácil assim, pelo contrário. Eles já enfrentaram juntos muitas coisas, desde bebedeiras até a perda de uma das pessoas que mais amavam na vida.

Belly sempre foi apaixonada por Conrad, mas depois de todas as chances que a menina deu, ela finalmente seguiu em frente. O romance com Jeremiah engatou, além de despertar um sentimento muito forte entre eles. Mas o retorno do irmão mais velho pode causar um impacto inesperado na relação. Com o coração divido, ela terá de enfim, escolher entre os Fisher.

Os Personagens

Embora sempre tenha torcido por Belly e Conrad, inegavelmente Jeremiah correu atrás. Jenny Han nos leva a uma variação de sentimentos absurda, e não sabemos com quem queremos que Belly termine. Mesmo que Conrad sempre tenha sido o amor de sua vida, a maneira como ele a tratou nos últimos meses foi péssima. Jeremiah por sua vez, só aumentou a intensidade de seus gestos e palavras românticas.

Sempre Teremos o Verão nos mostra uma nova versão de todos os personagens. Belly está mais madura, mas quando mais precisa de sua mãe e ela não aparece, a menina volta a ser uma garotinha. Jeremiah traz as mesmas características que tanto gostamos, porém, um acontecimento balança nossos sentimentos por ele. E por fim, Conrad. O menino demora, mas finalmente honra seus sentimentos ao invés de escondê-los.

 

Sempre Teremos o Verão

Não há como negar todos os clichês presentes na história. Contudo, este é o terceiro e último capítulo da trilogia, então não poderíamos esperar algo diferente. Confesso que ao mesmo tempo que gostei do final, seria bom ser algo diferente. Mas não há como negar, Jenny Han sabe desenvolver personagens e criar uma trama pra lá de gostosa. Boba, mas muito gostosa de se ler.

Não havia maneira melhor para encerrar sua nova trilogia. O público certamente irá gostar, embora tenha de confessar que preferi àquela protagonizada por Lara Jean. Quando somamos tudo isso a uma incrível da Intrínseca, é o prato cheio para o sucesso.

APROVEITE PARA CONHECER NOSSO CANAL DO YOUTUBE:

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: