A produção de vinhos é uma arte. Existem vinícolas diversas em todo o Brasil, todas buscando aquela combinação de uvas, aromas, condimentos e frutas, entre outros elementos, que produzirá um vinho único e marcante, merecedor de elogios e apreciação. Uma das principais publicações do segmento vitivinicultor, o Anuário dos Vinhos do Brasil, reúne informações e tendências da produção de vinhos e espumantes no país, além de apontar os melhores rótulos em uma criteriosa avaliação de especialistas do setor. Neste ano, a Vinícola Salton sagrou-se campeã na categoria “Cortes Finos”, com o Salton 100 anos/safra 2008.

Ao todo, mais de 850 vinhos e espumantes fizeram parte da Grande Prova desta edição. A companhia Salton acumula cerca de 300 medalhas nacionais e internacionais para seus vinhos e espumantes e, segundo declara Luciana Salton, Diretora executiva da Vinicula, eles consideram “muito gratificante obter o reconhecimento dos profissionais e apreciadores de um bom vinho, especialmente em avaliações tão importantes como essa. Excepcional, esse resultado reflete nossa intensa busca por inovação e altos padrões de qualidade em rótulos que possam sempre impressionar os nossos consumidores”.

salton garrafa

O Salton 100 anos destaca aroma amplo, complexo, com notas de frutas vermelhas, madeira de boa qualidade, baunilha, especiarias, cacau e café. O vinho destaca tom rubi, com reflexos violáceos, proporcionando paladar de bom corpo, macio e com taninos presentes, além de boa acidez. Esse tinto é um autêntico vinho de guarda, da safra 2008, que ganha com tempo de garrafa. Como foi uma edição comemorativa e limitada, atualmente restam poucos exemplares.

E, nosso enófilo também deixa o seu comentário:

Hoje recebi a noticia que a Vinícola Salton foi campeã consagrada pelo Anuário dos vinhos do Brasil, isso me deixa muito feliz e até orgulhoso por saber que nossos produtores estão se empenhando para oferecer um vinho cada vez mais perto da perfeição. Mas devo confessar que não sou muito fã dos vinhos nacionais, e admito que a culpa é toda minha, pois não me adaptei ainda ao paladar dos fabricantes que tenho aqui na minha região. Mas, a Salton é sem duvida a melhor fabricante brasileira, e mesmo antes deste merecido premio, já tinha o meu respeito. Sobre o rótulo premiado, ainda não experimentei mas fui pesquisar e vi que vou gostar, uma mistura bem equilibrada de 03 uvas sendo: 50% Cabernet Saivignon, 40% Merlot e 10 % Cabernet Franc, essa última menos apreciada por mim mas que no conjunto da obra sei que ficou muito harmonioso. Conhecer a Salton sempre esteve entre os passeios que tenho vontade de fazer e sei que em breve será feito, e ai quem sabe não poderei dar a minha nota sobre essa obra prima?

Sou Fábio Cavalcante, pouco conhecedor de vinhos mas um amante inveterado.

Compartilhe: