ROGUE ONE: UMA HISTÓRIA DE AMOR À CARRIE FISHER!

Caso você ainda não tenha assistido o filme, um aviso: ALERTA DE SPOILER! Desde que a Disney comprou a LucasFilm, tivemos a promessa de novos filmes da tão amada franquia Star Wars, entre eles muitos longas que não fariam parte da cronologia original, iniciando uma era de derivados. O primeiro deles foi lançado no final do ano passado, Rogue One – Uma História Star Wars.

Em uma recente entrevista para o site The Telegraph, o diretor do primeiro spin-off de Star Wars, Gareth Edwards, falou sobre a reação que Carrie Fisher, nossa eterna Leia Organa, teve ao ver a cena final de Rogue One, onde uma versão mais jovem da atriz aparece. Infelizmente a atriz veio a falecer apenas 12 dias após a estreia do filme nos cinemas.

“Quando se trata do filme, eu atrasei um pouco com aquela cena, tentando fazer tudo ficar certo. E então Kathy [Kennedy, produtora da LucasFilm] levou a cena pessoalmente até ela, em um laptop. E inicialmente, Carrie não percebeu que era computação gráfica e perguntou se aquela era alguma gravação que tínhamos pegado de outro lugar. Isso foi realmente assegurador para nós. Eu achei que um dia, quer fosse na premiere do filme ou em alguma convenção, eu teria a chance de conversar com ela. E é realmente muito triste que isso não vá acontecer.”

Dirigido por Gareth Edwards (Godzilla, Monsters), Rogue One se passa entre os acontecimentos de A Vingança dos Siths e Uma Nova Esperança. Em uma época de grande conflito na galáxia, um grupo de heróis inesperados se unem em uma missão para roubar os planos da Estrela da Morte, arma de destruição definitiva do Império.

Lançado no final do ano passado, o longa surpreendeu a muitos e arrecadou mundialmente mais de US$ 1 bilhão, mostrando que ainda tem muitas história do universo Star Wars criado por George Lucas, a ser contado. O próximo filme da franquia, será Star Wars: Os Últimos Jedis, longa que chega aos cinemas brasileiros no final de 2017.

Veja mais sobre Filmes e Star Wars