ROCK IN RIO | Espaço Favela tem dois Headliners confirmados!

Aguarde mais novidades!

Em meio aos anúncios de headliners e bandas do Palcos Mundo e Sunset, o Rock in Rio promoveu uma prévia no fim da tarde desta terça-feira, 06 de novembro, para apresentar a estrutura cenográfica e de iluminação do Espaço Favela, que é umas das grandes novidades no Rock in Rio 2019, : a jovem cantora Tuany Zanini, o pianista Jonathan Ferr, ambos revelações selecionados pela curadoria do evento, e a dupla de funkeiros Cidinho e Doca.

Para Roberta Medina, vice-presidente do Rock in Rio, “o Espaço Favela é como um amplificador do potencial da economia criativa que está dentro das comunidades por meio das danças, música e de todas as manifestações culturais presente nestes locais”. Na sequência, Tuany Zanini e Cidinho e Doca performaram uma versão cheia de swing do hino do funk “Rap da Felicidade”, maior sucesso da dupla. A ação contou ainda com uma prévia do grande número de dança e atuação do grupo Nós do Morro que será realizado três vezes ao dia durante do Rock in Rio 2019 e uma apresentação do pianista Jonathan Ferr, oriundo da favela, que trouxe seu Urban Jazz, que funde gêneros como jazz, neo soul, rap e eletrônico.

“O Rock in Rio é mais do que um festival, é uma plataforma de comunicação que vai dar voz, luz e mais espaço para os talentos das comunidades. Estatísticas mostram que 45% da população das comunidades é formada por empreendedores autônomos. Estamos fazendo uma curadoria de peso nas favelas, conteúdos genuínos de muita qualidade, e evidenciando o potencial incrível das comunidades para estarem conosco na Cidade do Rock.”, conta Roberto Medina, presidente do Rock in Rio. Para ele, levantar o tema do debate sobre o processo fundiário nessas áreas também deve ser o objetivo do holofote que está colocando nas comunidades.

A jovem Tuany Zanini, que vai encerrar uma das noites do Espaço Favela, representa uma destas carreiras que o Rock in Rio pretende transformar. Moradora da Pavuna, Tuany é cantora, atriz, produtora, compositora e mãe, e com apenas 23 anos já tem muita história. Começou a cantar ainda criança na igreja e no final de 2015 se firmou como artista, com atuação em peças e shows em bares da cidade ao lado do parceiro Chico Brum, 31 anos, músico e pai de sua filha, Morena. Com inspirações musicais como Elis Regina, Vanessa Moreno e Solange Knowles (irmã da Beyoncé), Tuany está trabalhando na produção do seu primeiro EP autoral, que terá oito músicas, e de um videoclipe da canção “Te Vejo” que trata da pluralidade do corpo da mulher negra de diferentes idades e tamanhos.

O Espaço Favela será dinâmico e com muitas atrações ao longo do dia. No total serão cerca de 260 artistas, de mais de 10 comunidades diferentes, envolvidos programação dos 7 dias de festival, sendo 28 bandas de diversos ritmos musicais (quatro shows por dia) além de muita dança com as apresentações do grupo Nós do Morro e poesia, com as batalhas de slam.

RIVERDALE | JOVENS INTERPRETARÃO SEUS PRÓPRIOS PAIS EM NOVO EPISÓDIO!

APROVEITE PARA CONHECER NOSSO CANAL DO YOUTUBE:

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ:

CARMEN SANDIEGO | Netflix divulga trailer de novo desenho!

  A espiã Carmen Sandiego é uma personagem que já existe há bastante tempo e, agora em 2019, irá ganhar duas obras inéditas! Um filme live-action, onde a personagem será interpretada pela atriz Gina Rodriguez. E uma série animada produzida pela Netflix, onde a...

O JUSTICEIRO | Seríe vai ser cancelada em breve?

  Após o cancelamento de várias séries da Marvel produzidas pela Netflix, os fãs ficam com medo de que O Justiceiro chegue ao seu fim em breve. Durante uma entrevista para a revista Variety o ator  Jon Bernthal, protagonista do show, conversa sobre um possível...

VELVET BUZZSAW | Pinturas podem te matar em novo terror Netflix!

  O mundo da arte pode ser mais perigoso do que parece! Em um novo trailer de Velvet Buzzsaw, estrelado por Jake Gyllenhaal, um artista misterioso aparece com quadros hipnotizantes. Mas será que acaba aí? Tudo começa a ficar estranho quando alguém olha tempo...

Quem escreveu?

Lucas M. Mertens

Escritor, roteirista e editor. Um cinéfilo maldito que adora reclamar de diálogo expositivo nos filmes, mas no fim das contas se diverte. Um filme nunca é ruim até que se prove o contrário. Querendo um dia acordar e estar no meio de Hogwarts estudando poções.