Escolha uma Página

29/09

Todas as fotos desssa matéria são de Marcelo Brandt e Alexandre Durão /G1.

Parece que foi ontem que começávamos a pensar no Rock in Rio 2019. Em um piscar de olhos, o primeiro final de semana do festival passou e deixou várias emoções. Ontem, dia 29, aconteceu o terceiro dia do Rock in Rio. Trazendo um velho conhecido do festival para encerrar a noite, o evento contou com novas vozes ao longo do dia.

Os principais destaques ficaram, por incrível que pareça, no Palco Sunset. O local, embora menor, reuniu os shows mais elogiados da noite. Iza e Alcione trouxeram um verdadeiro espetáculo no início do dia. Não houve uma pessoa presente na Cidade do Rock que não tenha parado para aplaudir a apresentação que aconteceu ali.

Iza

Em 2015, Iza estava na plateia do Rock in Rio e rezou para que um dia estivesse no festival. Quatro anos depois ela não apenas realizou seu sonho, como performou em um show próprio. E trouxe convidadas pra lá de especiais. Além de Alcione, Iza trouxe a pequena Luara. Com apenas 9 anos, a garota ganhou as redes sociais ao se declarar muito fã da cantora, que logo tratou de conhece-la. Luara entrou no Palco Sunset vestindo a mesma roupa da ídola e deu um show de dança.

“Durante o show do Sam Smith, ajoelhei no chão e falei ‘Deus, eu sei que 2017 não vai dar, mas em 2019, por favor, se eu tiver a oportunidade de fazer o que ele está fazendo, que é emocionar as pessoas, eu acho que vou ser a pessoa mais feliz do mundo…”

Ivete

O Palco Mundo inaugurou suas atividades com a brasileira Ivete Sangalo. Veterana no festival, a cantora iniciou sua apresentação no meio da plateia, tocando bateria. Ivete trouxe o melhor de seus grandes sucessos, como Poeira e Sorte Grande. Mas não foi só isso. O axé deu lugar ao pop e ao funk, com a cantora performando músicas icônicas do funk nacional. Cerol na Mão, Vai Lacraia e Bonde do Tigrão estavam no setlist da baiana, que declarou “hoje é dia rock e de axé, bebê.”

Ivete ainda dedicou o show a família, principalmente aos filhos Helena, Marina e Marcelo. A lembrança veio pois há 2 anos, no palco do Rock in Rio, ela anunciou a gravidez.

Goo Goo Dolls

Depois de Ivete, os norte-americanos do Goo Goo Dolls subiram ao palco. O show faz parte da 1ª turnê da banda no Brasil, após 33 anos. Juntos desde 1986, o trio trouxe uma mistura de pop com rock alternativo para a Cidade do Rock. Mesmo que tenham poucas músicas conhecidas pelos brasileiros, os estadunidenses não se intimidaram e cantaram suas baladas românticas para a multidão. E deram um show.

Interagindo com o público a todo o momento, o Goo Goo Dolls ainda arriscou o português, agradecendo com um aplaudido “obrigado”.

Miracle Pill, Name, Slide, Better Days e Broadway foram alguns dos sucessos trazidos para o palco. Mas foi com Iris que eles levaram o público ao delírio. O clássico dos anos 90 foi cantado, aplaudido, filmado e guardado na memória de todos que assistiram o show.

Jessie J 

Jessie J já cantou no Rock in Rio antes, onde se apresentou no Palco Mundo. Esse ano, por decisão da cantora, ela trouxe o pop para o Palco Sunset, onde reuniu a maior plateia do palco até agora. Não havia uma única pessoa parada no Rock in Rio enquanto Jessie J cantava. Ela ainda encontrou tempo para fazer um alerta e um apelo a depressão, logo após entoar “It’s okay not to be okay” (está tudo bem não estar bem). Jessie conversou com os fãs, levando muitos às lágrimas.

Desde 2013, a britânica amadureceu e trouxe uma voz muito mais soul do que pop. E o setlist não poderia ter sido mais bem escolhido. Jessie cantou grandes sucessos, como Domino, Flashlight, Bang e Price Tag. Essa última foi a música usada para encerrar o repertório e a cantora saiu ovacionada do palco. Houve ainda espaço para uma surpresa: o ator Channing Tatum, namorado de Jessie, esteve no palco a todo momento, tirando fotos.

“Pense no agora, tenha orgulho de si mesmo. Tire fotos, faça o que você quiser, mas não fique com o celular no rosto o show todo. Eu quero ver vocês. Quantas pessoas aqui são fortes? Levante a mão. Quem não levantou, levante. Eu estou dizendo que vocês são fortes.

 

Dave Matthews Band 

O Dave Matthews Band encarou o desafio de entrar no Palco Mundo antes de Jon Bon Jovi. E foi a banda mais perdida no dia 29. O público do DMB difere de todo o público do dia, que estava lá por um rock mais puxado para o pop. Muitos lá presentes não conheciam a banda e muito menos suas músicas. Uma pena, pois o grupo não conseguiu a plateia empolgada que merecia ter. Foi preciso uma música cover de Prince para empolgar a multidão.

Muitos assistiram a Ants Marching, Staying Alive e outras canções sentados no gramado. E não pense que foi culpa da banda, pelo contrário. O DMB cantou do início ao fim, mantendo o estilo que tanto agrada a seus fãs. Uma solução poderia ter sido inverter o grupo com Jessie J e leva-los ao Palco Sunset. A multidão no Palco Mundo era o público errado, uma pena. O auge do show veio com Crash In to Me, que seguiu a declaração de amor do vocalista que dá nome a banda: “ eu amo a Ivete”. 

Bon Jovi 

Enfim chegamos ao último show do dia, o mais aguardado pelo público do dia 29. Voltando ao festival pela terceira vez, Jon Bon Jovi trouxe mais do mesmo. O cantor já havia decepcionado muitos fãs anteriormente, com um setlist mal feito, onde as principais músicas eram tocadas em meio a várias desconhecidas. Lembrem-se, estamos em um festival. Rock in Rio não é lugar para lançar música ou divulgar CD, é um palco para entreter. Muitos fãs verdadeiros do cantor estavam presentes e por muitas vezes, apenas eles entoavam as letras das canções.

O show de Bon Jovi, assim como os anteriores, é composto por auges. A plateia foi ao delírio ao som de Bad Name, It’s My Life e Livin on a Prayer, o que já era esperado. Em outras canções, apenas esperaram o tempo passar até chegar em uma outra música conhecida. Para a felicidade geral da nação, pelo menos dessa vez ele cantou Always. E um show de Jovi não seria o mesmo sem alguma menção às mulheres brasileiras. Ele levou uma fã ao palco e lhe deu o tradicional selinho. Essa foi uma que certamente se divertiu!

Bon Jovi trouxe mais do mesmo, o óbvio de seus shows. Não surpreendeu, mas também não decepcionou.

O Rock in Rio continua essa semana, a partir de quinta-feira.