A Aruba, uma empresa da Hewlett Packard Enterprise (NYSE: HPE), anuncia que o RIOgaleão – Aeroporto Internacional Tom  Jobim, a porta de entrada oficial das Olimpíadas 2016, modernizou sua infraestrutura de rede para soluções de data center HPE e soluções de campus da Aruba. O RIOgaleão também anuncia o lançamento de um aplicativo móvel baseado na plataforma Meridian, da Aruba, que possibilita acelerar as operações no aeroporto e levar aos passageiros uma experiência de viagem moderna e aperfeiçoada, única na América Latina.

Com o tráfego anual alcançando a marca recente de 17 milhões de passageiros, e com um volume esperado de 1,5 milhão de pessoas no período dos jogos Olímpicos e Paralímpicos, o aeroporto sabia que a atualização da sua infraestrutura de rede era uma prioridade. Tendo os jogos como uma necessidade imediata e o crescimento futuro para até 30 milhões de passageiros por ano como motivador, a equipe de TI do RIOgaleão foi responsável por uma grande atualização da rede, em conjunto com o projeto de construção e expansão de 100 mil metros quadrados do aeroporto.

As soluções de rede legadas e discrepantes do Aeroporto Internacional Tom Jobim não tinham condições de acompanhar a crescente demanda dos passageiros, visitantes e prestadores de serviços do aeroporto, bem como as necessidades da própria operação. Assim, as principais prioridades da modernização da infraestrutura eram melhorar o desempenho e a confiabilidade da rede, e também lançar um novo aplicativo móvel para garantir uma experiência mais sofisticada ao viajante. Considerando a previsão de picos de até 85 mil passageiros por dia circulando no aeroporto no período dos jogos olímpicos — o dobro do volume diário normal — o aprimoramento da rede tornou-se essencial.

Além disso, o aeroporto queria oferecer serviços de rede para empresas aéreas, concessionárias e outros prestadores de serviços, assim como simplificar as funções internas do aeroporto. O time de tecnologia do RIOgaleão analisou diversos fornecedores de rede, e concluiu que as soluções da HPE/Aruba ofereciam o melhor TCO (sigla do inglês para Custo Total de Propriedade) e a mais ampla variedade de soluções, além da implantação e o gerenciamento simplificados que eles procuravam.

“A HPE ofereceu a melhor solução técnica para a rede core com fio, particularmente por sua capacidade de acomodar diferentes protocolos operacionais sem precisar substituir o hardware caso a mudança de protocolo se fizesse necessária”, afirma Alexandre Villeroy, CIO do Aeroporto RIOgaleão. “E nós já sabíamos que a Aruba oferecia uma das melhores soluções sem fio Gigabit. Assim, a possibilidade de podermos obter a solução completa, de ponta a ponta, da HPE/Aruba foi um fator importante em nossa decisão. De forma geral, o portfólio da HPE/Aruba estava mais alinhado com nossa visão.” Trabalhando com o parceiro de canal ZIVA para a instalação, a modernização do aeroporto inclui pontos de acesso 802.11ac Aruba série 200 e o controlador de mobilidade série 7200, switches HPE FlexNetwork série 5130 HI, switches de chassi HPE FlexFabric 7910 e software de gerenciamento de rede HPE/Aruba para substituir a infraestrutura legada e composta por equipamentos de diversos fornecedores.

O aeroporto também está instalando a solução Mobile Engagement da Aruba, incluindo mais de 3 mil beacons Aruba e a plataforma de aplicativo móvel Meridian. Usando a plataforma Meridian e com a ajuda da Accenture Digital, parceiro de desenvolvimento, projeto e integração do aplicativo móvel, o aeroporto está lançando o aplicativo móvel RIOgaleão para fornecer informações de status dos voos e orientações para os visitantes, assim como habilitar notificações por push. Com isso, no futuro, há a possibilidade de desenvolver alertas e informações para os passageiros, por exemplo, promoções e descontos dos prestadores de serviços.

O aeroporto também está estudando formas de usar o aplicativo e a nova rede para agilizar o check-in, a segurança e os processos de embarque dos passageiros, para que eles gastem menos tempo em filas e mais tempo aproveitando as amenidades oferecidas. Além disso, o RIOgaleão está avaliando maneiras de usar o aplicativo para desenvolver um melhor relacionamento com os passageiros. “Tradicionalmente, as companhias aéreas detêm o relacionamento com os passageiros. No entanto, para a nossa estratégia de negócio é fundamental ter esse acesso direto e entender quem são estas pessoas e que tipos de serviços interessam a elas”, afirma Renata Pinheiro, Diretora de marketing e comunicação do RIOgaleão. “Com o aplicativo funcionando, esperamos conhecer melhor quem circula por aqui para que possamos oferecer aquilo que eles precisam e desejam de forma mais eficiente.”

Com a nova rede em funcionamento, o RIOgaleão também está buscando maneiras de aprimorar as operações internas à medida que as instalações crescem. Isso inclui acesso do pessoal aos sistemas de operação e manutenção do aeroporto, ao controle e gerenciamento de dispositivos IoT (Internet das Coisas) — como ar-condicionado, iluminação e sistemas de água — e também permitir que empresas que fornecem serviços de bagagem e atendimento às aeronaves acessem seus sistemas operacionais usando a rede Wi-Fi. O aeroporto também está explorando a integração com as aeronaves para acessar informações de telemetria e de outros sistemas de bordo, assim como Wi-Fi a bordo das aeronaves. “Aeroportos do mundo estão cada vez mais investindo em novas formas de rentabilizar os espaços e as iniciativas comerciais, e não apenas com a receita dos voos. Por isso, é essencial que possamos oferecer aos passageiros um ambiente que se torne parte da viagem — um local onde eles queiram gastar mais tempo e dinheiro”, explica Villeroy. E ele acrescenta: “A nova rede HPE/Aruba está ajudando a estabelecer a base para nosso crescimento futuro e aumenta a capacidade de oferecer essa experiência mais sofisticada aos visitantes”

LEIA TAMBÉM:

TEREMOS BALÃO SKOL DURANTE OS JOGOS OLÍMPICOS

O TEMA DAS OLIMPÍADAS JÁ ESTÁ NO SPOTIFY

NÓS TEREMOS AS OLIMPÍADAS DO FUTURO

CONHEÇA A TECNOLOGIA DOS JOGOS RIO 2016

Compartilhe: