The Walking Dead voltou! Me lembro como se fosse hoje minha excitação e emoção ao escrever o primeiro review sobre o primeiro episódio da primeira temporada! E cá estamos nós! Seis anos depois, seis longos anos de caminhada, de emoções, de muita morte, muitos zumbis e crescimento nessa história que só nos prende e cativa, cada vez mais! Essa semana estreou a super esperada sexta temporada do seriado mais aclamado da AMC, transmitido, aqui no Brasil, pelo Canal FOX! Se você ainda não conseguiu conferir, corra para assistir agora mesmo que a temporada começou com força total!

Depois de uma quinta temporada cheia de haters, parece que a sexta temporada veio para explicar algumas pontas que ficaram soltas na história de Alexandria! Eu não curti algumas coisinhas da temporada anterior, mas não acho que seja motivo para jogar tudo fora… As vezes é complicado mesmo arramar todos os contextos, de tantos personagens e destinos, em uma só temporada né? Mas, já posso dizer que o primeiro episódio já explicou muita coisa, já deu margem para novos destinos e problemas e já me deixou super empolgada para assistir tudo! Só consigo pensar no break de final de ano porque sou nerd que sofre por antecipação! E você?

Começando pelo começo, achei digno demais o preto e branco no flashback. Confesso que, quando eles começaram com essa história, com a quantidade de personagens e número de interações, fiquei meio confusa. Mas, nessa temporada, parece que acertaram a mão e ficou bem incrível ir justificando cada passo dos nossos queridos sobreviventes no presente, com o que rolou depois da reunião do final da quinta temporada… Acho que eles economizaram uns cinco episódios nessa narrativa e super me pegou! Dou muitas notas 10 para esse novo formato! Aliás, o que podemos falar sobre o orçamento que a AMC finalmente liberou para The Walking Dead? Extremamente superior essa produção, quando comparamos com as quatro primeiras temporadas da série!

The Walking Dead season 6

As relações de Rick: ainda vejo muita gente reclamando das coisas que Rick faz ao longo da história no seriado. Gente, aceitem de uma vez por todas: Rick é o protagonista nessa história, tudo começou em The Walking Dead, quando ele acordou do coma no hospital e começou a descobrir, aos pouquinhos, o que tinha rolado com aquele mundo novo. Desde o começo, vemos a personalidade dele mudar, as relações morrerem e nascerem, tudo, absolutamente tudo, em torno dele! Não adianta ficar reclamando, se o Rick surta, todo mundo meio que surta também! Se o Rick tem uma ideia fantástica, todo mundo vai atrás, mesmo que, no fim das contas, descubra-se que foi uma péssima ideia!

Nessa temporada, o reencontro de Rick com Morgan, aquele fofo da primeira temporada que explicou ao Rick o quão perdido o mundo estava, é o ponto alto das relações. Morgan sempre acreditou no que Rick disse, quando pregou que “toda vida valia a pena” e, podemos dizer, está sendo necessário nesse momento pós surto do nosso protagonista. Necessário para nos lembrar que não é só sair matando. Necessário para lembrar ao Rick que devemos mudar no apocalipse, devemos seguir novos paradigmas, mas sem esquecer quem nós somos, de onde viemos e qual era o nosso objetivo final! Estou bem ansiosa para ver como tudo isso vai se desenrolar, e vocês?

Heath

Personagem de destaque: Nesse primeiro episódio, conhecemos um pouquinho melhor alguns membros da comunidade de Alexandria, mas, fomos apresentados, efetivamente, à três personagens! Um deles é o Heath, da foto acima! Ele é o líder de um grupo de busca de Alexandria e, aparentemente, estava afastado com seus dois companheiros, há algumas semanas, fazendo alguns reconhecimentos de campo. Achei a personalidade do personagem bem interessante, curiosa e boa para firmam na história! Ele é carismático, sério, respeita o próximo e sabe o que é hierarquia em um momento como o que todo mundo ali está vivendo. Acho que o grupo de Rick tem muito a ganhar com esse cara! Estou bem ansiosa para ver as próximas cenas dele!

Daryl

Daryl sendo Daryl: Uma pausa apenas para um comentário que preciso muito fazer! Adoro quando a série permite que Daryl seja o Daryl verdadeiro, aquele que aprendemos a amar com todas as suas esquisitices, desde a primeira temporada. Obrigada season 6, por deixar que nosso motoqueiro ranger revoltado com a vida, apenas siga seu caminho, guiando zumbis e sendo mau encarado do jeitinho que gostamos! 🙂

Zumbis

Os melhores zumbis apodrecidos de todos os tempos: Vocês lembram como eram os zumbis da primeira temporada de The Walking Dead? Vocês estão acompanhando a série spin-off Fear The Walking Dead? Os caras corriam atrás dos humanos, eram ofensivos ao extremo, chatos, grudavam em uma perseguição! Agora, depois de seis anos, os zumbis estão acinzentados, esquisitos, apodrecidos, mais do que nunca! Eles estão lerdos, estão confusos, sendo guiados pelo barulho e por qualquer cheirinho de sangue humano ou animal que possam encontrar em seus caminhos. A direção de arte de The Walking Dead sempre me encantou e, por isso, posso dizer que, como fã de carteirinha, eles aprimoraram muito o trabalho com a série e nos entregaram zumbis perfeitos para esse momento da história! Zumbis que, ao encostar em um muro de ferro, simplesmente explodem de podridão! Amei e nem sei do que eles ainda serão capazes de nos mostrar! #curiosa

Carl

Vai ter pegação? Eu sei que está todo mundo esperando que Rick fique com aquela mãe marrenta loira de Alexandria… Mas, eu estou é querendo saber se Carl, finalmente, por puro instinto, será capaz de pegar a menina que está, há quase um ano (na minha cabeça, porque na série, só se passaram alguns dias), dando em cima dele copiosamente. O que vocês acham? Quem vai sair da seca primeiro? O pai ou o filho? Eu estou torcendo pelo Carl, podemos dividir em times essa história ou é falta do que fazer demais? kkkk 🙂 Não me importa, sou #TeamCarl! Me conte para quem você está torcendo! 🙂

Eu curti bastante o primeiro episódio desta sexta temporada, acho que veio para arrasar corações e emoções! E vocês? Me conte aqui embaixo sua opinião sobre esse começo de temporada e vamos discutindo, semana a semana, as evoluções dos nossos personagens favoritos! Beijos! 😉

Compartilhe: