Deadpool é um personagem com um histórico não muito bom. Conhecido como Mercenário Taragela, Wade Wilson só fala e faz besteira, sem se preocupar com as consequências dos seus atos. Somando com a atuação de Ryan Reynolds, Deadpool ganhou uma versão bem semelhante aos quadrinhos, exceto pela falta da sua esquizofrenia.

Trajado (e incorporado) como o Mercenário Tagarela, Reynolds (ou Wilson, não dá para saber quem falou) cedeu uma entrevista para a revista Empire fazendo uma retrospectiva de 2016 com seus altos e baixos. Confira aí embaixo a “recapitulação” do ano feita pelo personagem.

Como você celebrou o sucesso de seu filme?

“Mandei despedirem o elenco de Vila Sésamo“.

Qual foi a coisa mais extravagante que você comprou com o dinheiro do filme?

“É um filme da Fox. Eu recebi meu pagamento em cocaína“.

Qual é a celebridade mais improvável que é seu fã?

“O Exterminador,” disse, referindo-se ao personagem da DC Comics.

Qual é seu filme favorito de 2016? (Não pode ser o seu)

“A Incrível Aventura de Rick Baker. Sério“, (trata-se do mais recente filme de Taika Waititi, que está dirigindo Thor: Ragnarök. O filme é uma comédia que conta a história de um garoto rebelde e seu tio adotivo, que se perdem na Nova Zelândia.)

Qual foi o encontro com fãs mais estranho que você teve esse ano?

“Eu engravidei minha esposa“.

O que podemos esperar da continuação do seu filme?

“T.J. Miller cheirando cocaína em cima de um rato vivo no banheiro de um aeroporto em Minneapolis. Seguido por um festival de masturbação. (Resposta séria)“.

Como sempre, é meio difícil saber quem está falando não é mesmo?

Leia mais sobre Deadpool e Filmes

Compartilhe: