O brilhante retorno de The Walking Dead!

-por , em 13/02 -
O brilhante retorno de The Walking Dead!

Depois de mais de um mês de espera, The Walking Dead retornou para as nossas vidas. Há quem diga que essa maluquice que estamos passando com o seriado de assemelha muito ao que passamos anos atrás com Lost, não nego que o fanatismo está até muito semelhante ao da série sem fim de J.J. Abrams, mas a qualidade é infinitamente maior, né não? [desculpinhas, rsss]

 

Com retorno nos Estados Unidos no dia 10 de fevereiro (domingo) e no Brasil dia 12 de fevereiro (terça), nesta semana, The Walking Dead fez sites e páginas no Facebook baterem recorde de acesso, fez o canal FOX e os sites de download ficarem movimentados e fez com que esquecêssemos completamente o último dia de festas de carnaval. Os dois primeiros minutos haviam vazado na última semana e todo mundo que pôde ver, conferiu como as coisas iriam recomeçar. Mas ninguém poderia prever que as coisas mudariam tanto depois do show de horrores que o Governador havia preparado.

 

the walking dead andrea

 

Depois de ser obrigado a lutar contra seu próprio irmão em uma arena cercado por zumbis, Daryl foi surpreendido pelo retorno de Rick e seus amiguinhos para salvá-lo daquele terrorismo todo. Como sempre, para que rostos não fossem vistos, fumaças rolaram com a chegada dos salvadores da Pátria. Foi tudo muito rápido. Toda aquela atenção que estávamos dando a esta briga não resultou em absolutamente nada. Acabou da mesma forma que começou, com a humilhação do Governador, alguns mortos e a maioria fugindo para qualquer lado.

 

Rick, Glenn, Maggie, Michonne, Merle e Daryl saíram correndo, deixando para trás uma Woodburry completamente destruída fisicamente e moralmente. Os moradores da cidadezinha não imaginavam que aquele “mundo perfeito” poderia ser ruído. E foi. Neste momento, para o Governador e seus seguidores, o grupo de Rick é o principal inimigo. Mais ainda do que os zumbis que cercam a cidadezinha. Podemos esperar uma luta bonita para essa rincha hein?

 

the walking dead woodburry

 

Com um líder nitidamente transtornado, zumbis andando pelas ruas e atiradores por todos os lados, Woodburry deixou de ser o lugar perfeito e harmônico que era. Os moradores pegaram suas malas, seus carros e começaram a lutar pela liberdade. O Governador deixou de ser um homem confiável e piorou tudo quando um dos moradores foi mordido por um zumbi e, ele mesmo, com seu tapa-olho e uma carranca sem fim, desceu de sua casa apenas para matá-lo. A cidade passou a temê-lo.

 

Andrea ficou mais alucinada do que estava, seguiu Philip, discutiu a relação mais uma vez [boring] e voltou para dar uma lição motivacional no povo de Woodburry. Por incrível que pareça, ela conseguiu acalmar seu povo, conseguiu arrancar sorrisos e ares de esperança. Mas também, somente mentes muito fraquinhas podem admirar Andrea como uma possível líder. Ai ai… Se Woodburry já era um tédio, na minha visão agora vai piorar, com Andrea se sentindo a nova líder. E o pior é que ela deve ficar mesmo como interina porque o Governador está fazendo as malas para caçar Rick até o inferno.

 

the walking dead prision

 

Bom, o lado mais amistoso dessa história, ou seja, o grupo de Rick, passou por algumas transformações que ainda não sei avaliar se são boas ou não. Logo depois de sair de Woodburry, Rick negou “asilo” ao irmão de Daryl, disse não poder confiar em Merle depois de tudo o que ele já fez. Com razão, ok, mas com essa decisão, Rick perdeu seu maior aliado, seu maior guerreiro e, como eu digo desde sempre, seu ranger. Acho que posso até mesmo acrescentar, seu braço direito. Michonne ganhou o direito de seguir o grupo apenas enquanto estiver fisicamente doente. Rick foi bem claro com relação a isso.

 

Na prisão, a chegada do grupo de Tyrese trouxe a mudança de alguns paradigmas. Carl ainda estava sendo visto como o “mini líder” dos que ficaram para trás e não é que o menino conseguiu mesmo colocar moral? Ele é muito bom – a mistura perfeita entre os temperamentos de Rick e Shane. Quando Rick, Glenn e Maggie retornam para a prisão, Carol se choca ao descobrir que Daryl se foi – a coitadinha está desde a primeira temporada tentando ter alguma coisa com ele e nada até agora. Acho que, quando ele retornar, o beijo será a primeira coisa que teremos na tela. 😉

 

Rapidamente superando todos os problemas, já que não temos tempo para sofrer em The Walking Dead, Rick é questionado se o grupo recém chegado pode se juntar oficialmente. Em um surto (mais um para a coleção), Rick vê o fantasma de Lori com rosto modificado como se tivesse se transformado em um zumbi e gritando para que a mulher fosse embora dali, consegue afastar Tyrese e seus amigos. Uma maluquice só que eu não sei até onde será levada. The Walking Dead é uma série de zumbis, não de fantasmas e o Rick já está indo longe demais com seus surtos. Será que ninguém repara mesmo que o cara já está para lá de Bagdá?

 

No mais, achei o episódio muito curto. Não sei se eu estava ansiosa demais, aguardando por muito tempo, mas as coisas aconteceram muito rapidamente. Eu queria um retorno de mais de três horas de série, e você? 😉 Só nos resta agora aguardar o décimo episódio e a continuação da história, que agora será apenas esperando o retorno do Daryl.

 

Você vai gostar também de:

 

the walking dead the walking dead the walking dead the walking dead

 

Perfil Coxinha

Coxinha Nerd

A gente pode trocar Salve Jorge por The Walking Dead todos os dias?
A favor dos nerds e contra a tirania dos Kibes.
Facebook | Twitter

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você