O carioca de pseudônimo Benn Green mal cabe em si de ansiedade pelo lançamento de seu novo livro O Rei dos Malnascidos (Ed. Senhor da Lenda). Depois de surpreender os leitores com o original Adormecer do Fogo (Ed. Dracaena) promete novas surpresas e ainda mais originalidade. O livro se passa no mesmo universo de Adormecer do Fogo, mas em outro continente e não há – segundo o autor – conexões entre os povos de ambos os livros. São histórias diferentes que um dia poderão vir a se conectar. Conta a história de Fahrak, um dissidente da única academia de magos e que opta por insurgir contra o sistema de castas e uma espécie de hegemonia daqueles que manipulam as forças mágicas.

Há ainda os “malnascidos” representados por Aisha, Íris, Hakim e Talif, um grupo de jovens que, assim como tantos outros, enfrentará grandes dificuldades para ingresso na Academia Doszil por não serem filhos de magos. O lançamento se dará em duas etapas. Primeiro será o eBook com lançamento confirmado para o dia 1º de maio de 2014 e uma grande promoção. Do dia 1 ao 4 estará disponível de forma completamente GRATUITA na loja Kindle da Amazon. A versão impressa tem lançamento previsto para o fim do mesmo mês.

Com prefácio de Roberta Splinder de “Contos de Meigan”, as Edições Senhor da Lenda entregam o primeiro volume de uma grande aventura recheada de conflitos, intrigas, guerras e surpresas. Que tal começar seu mergulho 1º de maio? Promoção melhor que GRATUITA não existe!

Confira: Skoob | Promoção

rei dos malnascidos

Confira a sinopse do livro: Desde tempos imemoriais, o Conselho Doszil, composto pela casta dos magos, governa o mundo. E, pela primeira vez, foram desafiados. Sob o calor escaldante do eclipse dos sóis, Fahrak começa sua luta pela igualdade, uma jornada que o Conselho fará de tudo para aniquilar. Enquanto isso, perdidos na areia do deserto, Aisha, Íris e os demais malnascidos enfrentam o maior desafio de suas vidas: sobreviver aos testes de admissão da Academia Doszil, a única chance que têm de se tornarem magos e serem aceitos na poderosa casta. Mas a simples presença deles nos testes pode representar uma afronta ainda maior que a de Fahrak.

Compartilhe: