O primeiro agregador de livros-jogos do mundo chega ao mercado e é 100% brasileiro. O aplicativo Reden tem seu lançamento em IOS e Android previsto para novembro deste ano (2020) e está com uma campanha de financiamento coletivo no Catarse. A campanha busca viabilizar mais histórias para a “estante” do Reden, que irá estrear com pelo menos 5 livros-jogos. O projeto é feito por dois sócios e sua equipe, o Diretor de Historias Lucas de Lucca e o Diretor de Desenvolvimento Victor Ochoa.

O Reden vem com a proposta de trazer inovação ao mercado literário e de games, unindo livros a uma experiência parecida com a de um rpg em uma aplicativo cheio de histórias de gêneros variados. O usuário poderá encontrar desde romances lgbt e chic-lit até uma narrativa de fantasia épica na mesma plataforma. E esse é o grande diferencial do aplicativo: apesar da experiência de livro-jogo já existir, inclusive no formato físico, o Reden é o primeiro aplicativo que pretende agregar uma biblioteca deles.

Quem quiser saber mais sobre o Reden pode acessar a conta oficial no instagram que já conta com 16,6 mil seguidores. O financiamento coletivo ficará disponível por mais de 30 dias e pretende alcançar a meta de R$2000.

Confira a conta do Reden no Instagram.