Que tal assistir a trilogia “The Godfather”? Uma série de muito sucesso que invade gerações com conceitos e trejeitos da máfia italiana nos Estados Unidos desde o início do século passado. Vale a pena para os que comentam a respeito da história, mas nunca pararam realmente para assistir… Você sabe do que se trata? Não? Então, calma que eu te explico um pouquinho…

 

Conhecido aqui no Brasil como “O Poderoso Chefão”, o primeiro filme foi lançado em 1972 e dirigido pelo famoso Coppola, baseado no livro de Mario Puzo. Logo de cara ele manda o seguinte elenco: Marlon Brando, Al Pacino, James Caan, Robert Duvall, Richard Castellano, Sterling Hayden, John Marley, Richard Conte e Diane Keaton.

 

Você sabia que… Francis Coppola não era o primeiro na escolha para dirigir o filme? O diretor Sergio Leone recebeu a oferta para dirigir o filme, mas recusou para fazer uma de sua sobras primas Once Upon a Time in America, O filme também foi oferecido para Peter Bogdanovich e Costa-Gavras, mas eles também recusaram. No início, nem Coppola queria dirigir o filme, ele tinha medo que a máfia e a violência ficassem glorificadas, e manchassem seus antepassados sicilianos.

 

A idéia da Paramount era que um ítalo-americano dirigisse o filme de qualquer forma, já que, por sua experiência, os filmes anteriores da máfia haviam sido filmados por americanos e não renderam muito sucesso/dinheiro. Para os que não sabem, quem convenceu Coppola de dirigir The Godfather foi nosso querido George Lucas.

 

A Paramount estava com problemas financeiros na época da gravação do filme e desesperadamente estava procurando um “grande sucesso”, isso explica a pressão que Coppola estava sofrendo durante a produção. Eles queriam que The Godfather fosse atrativo para o grande público e ameaçaram Coppola para fazer um filme mais emocionante. Ele adicionou algumas cenas mais violentas para deixar o estúdio mais feliz. A cena em que Connie quebra os pratos de sua casa após descobrir que seu marido a traía, é um exemplo.

 

As escolhas de Coppola para o elenco não fizeram muito sucesso com a Paramount na época, principalmente a escolha de Marlon Brando para Vito Corleone. Os dois primeiros candidatos de Coppola para o papel eram Branco e Laurence Olivier, porém o agente de Oliver recusou dizendo “Lorde Olivier não está trabalhando. Ele está muito doente. Ele vai morrer logo e não está interessado” (Olivier viveu por mais 18 anos). A Paramount proibiu Coppola de escalar Brando, citando dificuldades com ele em filmes recentes. Depois de suplicar aos executivos, Coppola recebeu permissão, mas com a restrição do ator ter um salário menor e não atrapalhasse a gravação. Brando recebeu Oscar por sua performance, e aparentemente, ele se recusou a aceitar. Ainda bem né?