Adoro misturar a mitologia de religiões com história, e vocês? Ler um pouquinho sobre as crendices populares e o realismo das coisas traz cultura que podem abrir nossas mentes! Hoje resolvi contar um pouquinho da história dos famosos Cosme e Damião, data comemorada hoje com a distribuição de doces para milhares de crianças no Brasil inteiro… Mas vocês sabem porque?

 

Os Santos Cosme e Damião morreram em cerca de 300 d.C. e a história conta que foram médicos famosos por exercer a medicina sem cobrar nada por isso. Existem relatos de que ambos são originários da Arábia, de uma família nobre de pais cristãos. Seus nomes verdadeiros seriam Acta e Passio. Um estudou Medicina e outro Farmácia na Síria e depois foram praticar em Egéia. Diziam “Nós curamos as doenças em nome de Jesus Cristo e pelo seu poder”.

 

Eles exerciam a medicina na Síria, em Egéia e na Ásia Menor, sem receber qualquer pagamento. Por isso, eram chamados de anárgiros, ou seja, inimigos do dinheiro. Cosme e Damião foram martirizados na Síria, porém é desconhecida a forma exata como morreram. Perseguidos por Diocleciano, foram trucidados e muitos fiéis transportaram seus corpos por Roma. Foram sepultados no maior templo dedicado a eles, feito pelo Papa Félix IV, na Basílica no Fórum de Roma com as iniciais SS – Cosme e Damião.

 

Na Mitologia Grega ~ Na mitologia grega, há muito se cultuava esses santos, havendo registros, desde o século V, quando esse culto já estava estabilizado no Mediterrâneo, de cultos que relatam a existência, em seus cultos, de um óleo santo, atribuído a Cosme e Damião, e que tinha o poder de curar doenças e dar filhos às mulheres estéreis.

 

Alguns grupos concentram seus esforços para demonstrar que Cosme e Damião não existiram de fato, que eram apenas a versão cristã da lenda dos filhos gêmeos de Zeus, Castor e Pólux. Essa versão é combatida por aqueles que acreditam na real existência dos irmãos, embora a superstição que o povo tem muitas vezes faça supor que haja uma adaptação do costume pagão.

 

doces

 

Nas religiões afro-brasileiras ~ O dia de São Cosme e Damião é celebrado também pelo Candomblé, Batuque, Xangô do Nordeste, Xambá e pelos centros de Umbanda onde são associados aos ibejis, gêmeos amigos das crianças que teriam a capacidade de agilizar qualquer pedido que lhes fosse feito em troca de doces e guloseimas. O nome Cosme significa “o enfeitado” e Damião, “o popular”.

 

Estas religiões os celebram no dia 27 de setembro, enfeitando seus templos com bandeirolas e alegres desenhos, tendo-se o costume, principalmente no Rio de Janeiro, de dar às crianças que lotam as ruas em busca dos agrados – doces e brinquedos. Na Bahia, as pessoas comemoram oferecendo caruru, vatapá, doces e pipoca para a vizinhança. Seja lá qual for sua crença, o dia é divertido para todas as crianças! A lembrança dos dias em que corremos atrás de doces e guloseimas fica para sempre em nossa memória! Happy São Cosme e Damião Day! *_*

Compartilhe: