A quinta temporada de Game of Thrones começou polêmica por não trazer, assumidamente, alguns personagens que estávamos acompanhando com fervor na trama e terminou com o polêmico medo de todos os fãs: mortes. Um bom exemplo disso é o Bran e sua caminhada evolutiva no enredo, aparentemente, como os próprios produtores da série disseram, ele está em um ponto muito a frente de todos os outros personagens, então não tinha como continuar. Mimimi a parte, temos ainda a segunda polêmica da temporada: a demora em desenvolver algumas tramas nos primeiros episódios. Eu não achei, particularmente, que a série se arrastou, achei o ritmo ótimo, mas a maioria esmagadora de fãs massacrou a HBO e a decisão do roteiro da série. A terceira grande polêmica tem a ver com o destino de alguns personagens nessa reta final, então vou falar aqui embaixo: SPOILERS.

Sentiremos falta da música de abertura e do ritmo alucinante de Westeros, não acha? Vai ser mais um ano inteiro esperando pela continuação da história que tanto amamos – somado à espera do sexto livro, que já está deixando o fã meio maluco com a demora né? Por enquanto, vamos falando do que rolou neste último episódio que já deu muito pano para a manga.

Cersei Lannister

Comecemos pelo começo: Cersei Lannister. A rainha-mãe deu o que falar nesta temporada. Aliás, esta foi a temporada em que assumimos publicamente (sim, nos incluo pois era um tabu entre os fãs também) o romance entre Cersei e seu irmão Jaime Lannister. Cersei foi presa, torturada, massacrada pelos fanáticos religiosos de King’s Land e, no final, se viu sem saída, confessando que traiu seu marido – mas não com Jaime. Do outro lado do oceano, em Dorne, assistimos a linda cena entre Jaime e Myrcella. A menina é uma fofa e fofos não sobrevivem em Game of Thrones – apenas notificando. Ela disse que sempre soube de sua mãe com ele e que se sentia bem com isso, curtia o fato de ter o tio como pai. Mas morreu, um triste destino para uma menina que tinha um futuro lindo como ponte entre os Martell e os Lannisters. O que vocês acharam dessa parte da história?

Uma pausa para a caminhada “shame” de Cersei por King’s Land. Bem feita, nada exagerada  mas a computação gráfica que colocou a cabeça da atriz no corpo de sua dublê foi ridícula. Não entendi. Duas cenas estragadas pela computação nesta temporada: Cersei caminhando nua e Daenerys voando com seu Drogo. Podemos melhorar a produção gráfica para o próximo ano? Obrigada.

Arya Stark

Agora vamos para a primeira parte muito tensa da história: Arya Stark. Eu já sabia da cegueira de Arya, mas nada supera aquela cena incrível. Aliás, o primeiro assassinato de Arya mereceu aplausos de pé – e o fiz com muita felicidade. Arya é muito bad-ass. 🙂 Precisamos acompanhar com calma esta parte da história e entendo bem quando os fãs ficam alucinados querendo mais detalhes dessa passagem dela por Braavos. Mas precisamos prestar muita atenção aos detalhes. Ela está em um processo de treinamento, tudo deve ser anotado e usado como lição aprendida. Até mesmo os erros. Acho que essa pequenina ainda nos dará muito orgulho nas próximas temporadas. O que você acha que vai rolar com a Arya agora que ela está cega?

Sansa Stark

Mais um motivo para esperar um ano: Sansa Stark e Theon Greyjoy. Sansa tentou, tardiamente como sempre, acender a vela na janela, pedindo ajuda a Brienne. Claro que, como os bons ventos do norte poderiam prever, ela só conseguiu acender na hora que Brienne decidiu deixar a janela para trás. Desesperada e sem retorno de apoio, Sansa correu para voltar, temendo ser presa ou assassinada por Ramsay. Claro que os caminhos de uma Stark nunca são simples, por isso, ela quase foi assassinada (ou machucada só) pela amante de Ramsay, aquela pentelha chata que tá perseguindo Sansa desde o começo. Quem a salvou? Quem diria que ainda teria misericórdia naquele coração gelado Greyjoy hein? Ele nem pestanejou ao matar a amante de Ramsay (linda cena aliás) e ao pular para o rio junto com Sansa (eu espero que tenha um rio ali onde eles pularam). O que você acha que vai acontecer com esse pulo deles? Morte ou salvação?

Baratheon

O ataque esperado durante toda a temporada: Winterfell. Parece que todo mundo torcia para Stannis chegar em Winterfell e destruir aquela maluquice Bolton, mas, depois do nono episódio da temporada, as coisas ficaram nebulosas. Melisandre sacrificou Shireen para o Deus da Luz e disse que Baratheon teria boa sorte depois disso, mas, não foi bem o que rolou: sua esposa cometeu suicídio, mais da metade de seus homens desertaram e ele teve que marchar para Winterfell sem Melisandre que, aparentemente, depois disso tudo, resolveu meter o pé também. Muito bom, muito bom! Resultado: mortes.

Uma pausa para a cena em que Brienne de Tarth declara sua vingança pela morte de Renly Baratheon. E uma pausa de um ano para saber o que aconteceu com o movimento de espada de Brienne né? Porque ficamos completamente cegos, junto com a Arya e só saberemos o resultado disso em 2016. Podemos com isso? O que você acha que rolou? Baratheon morreu ou não?

Daenerys Targaryen

Agora nossa rainha querida: Daenerys Targaryen. Pois é, ela foi levada para longe, por Drogo e não está conseguindo voltar não. O dragão resolveu descansar por sei-lá-quanto-tempo e, enquanto isso, nossa rainha favorita vai enfrentar uma boa quantidade de Dothrakis. Aliás, vocês viram a quantidade absurda de homens circundando nossa rainha? Drogo, please, salve sua mãe, obrigada. O que vocês acham que vai rolar com a Daenerys ali? Drogo vai matar todo mundo?

Jon Snow

E lá no norte: Jon Snow. Nossa maior tristeza do episódio. Quem já leu o quinto livro de Game of Thrones, já sabia sobre a morte de Jon Snow. Ela não foi 100% semelhante ao livro, mas foi bem parecida. O ponto é: Não sabemos o que irá acontecer e essa dúvida uniu os fãs da série e dos livros em uma só voz: termina logo de escrever o sexto livro, RR Martin! Pois é. Melisandre está na muralha e todo mundo sabe que ela entende dos paranauê do Deus da Luz, que ressuscita pessoas de boas. Mas será que ela vai fazer isso? E se fizer, será simples como uma magia de primeiro nível ou vai ter sacrifício também? Alguém me dá uma luz peloamordedeus? Não tem como né? Ficaremos mesmo na dúvida até o começo da sexta temporada em 2016 ou, então, até o lançamento do sexto livro.

Essa temporada foi diferente das outras, assuntos dos livros foram adiantados e assuntos da série pausados. Sabemos bem que essas mudanças causam desespero em muitas pessoas, mas, não temos muito o que fazer. Nos apaixonamos pela história, pelo mundo de RR Martin e pelos personagens profundos que estão por ali. Não podemos nos desanimar com a trama, altos e baixos rolam. Vamos continuar amando Game of Thrones juntos, ok? 🙂 Até 2016 people! Com emoção ou sem emoção? Me conta aqui embaixo.

Compartilhe: