Aclamado por muitos, o FPS free to play Point Blank é uma paixão para muitos gamers aqui no Brasil e também mundo afora. São milhares de jogadores que diariamente se envolvem em embates defendendo seus times e conquistando objetivos afim de vencer e massacrar os oponentes na clássica rivalidade entre Terroristas e Contra-Terrorista. Ontem, em especial, foi um dia de grandes emoções para os fãs de PB da nossa terra verde a amarela, pois, aqui em São Paulo ocorreu a etapa final da seletiva para o time que nos representará na PBIC – Point Blank International Championship!

O campeonato está atualmente em sua 5ª edição. Esse ano, a etapa mundial acontecerá em Jacarta, na Indonésia, nos dias 10 e 11 de outubro. O prêmio em disputa foi anunciado no valor de US$100.000, sendo 50 mil somente para o time vencedor e o restante distribuido entre as demais colocações. É o dobro do oferecido ano passado e muuuito mais do que a premiação da primeira edição da PBIC, de US$10.000.

A seletiva teve seu início aqui no Brasil em maio, quando os primeiros times participantes foram anunciados. Aconteceram as fases de pré-seleção, seletiva online e, ontem, finalmente, a seletiva presencial, que finalizou o processo no país. Esta, aconteceu a partir das 10:00 no Clube Homs, na Paulista e foi transmitida ao vivo na Twitch, mais uma vez com a narração de Murilo e Samuca, sempre bem humorados na hora de acompanhar o “tiro, porrada e bomba”, como diziam. Nós tivemos a chance de ir lá assistir de pertinho e contamos tudo o que aconteceu para vocês!

Para determinar o vencedor de cada etapa, dois times se enfrentariam por vez, sendo que quem vencesse dois mapas primeiro se classificaria. Para vencer um mapa, o time precisaria vencer duas rodadas somando cinco pontos em cada. A primeira seria uma normal e a segunda seria chamada de “vira”.

qnvqwHJ

A primeira parte da semi-final foi o duelo entre os times da Breakstore, formado por Gdds, Ralff, Koyoteeee, Luks e Maath, contra a Enjoymyselfie, formado por Mostarin, Crzinnnn, Luc4s, P4radise e rodzin. A partida em si foi silenciosa, não tendo grandes provocações entre os times. Infelizmente, a Enjoymyselfie não estava no seu melhor dia e, logo no primeiro mapa já perdeu no primeiro embate por 5×4 e não se recuperou no Vira, dando o primeiro ponto para a Breakstore de lavada com um placar de 5×2 que deixou o time tenso.

Por outro lado, Break Dai ficou mais confiante com o resultado e manteve sua tática padrão de jogo, levando mais uma vez seus oponentes a derrota por 5×4 na primeira rodada e,em seguida, 5×3 na Vira, garantindo sua vaga na final. Os times foram recebidos com palmas e deram suas entrevistas ao final.

IMG-20150726-WA0014[1]

A segunda parte da semi-final no entanto teve um clima completamente diferente. A todo momento alguém na platéia gritava alguma piada para os jogadores que, por sua vez, se mostraram bastante enérgicos e lançaram muitas provocações para seus adversários. O segundo embate foi entre os times da B1 pro gaming, formado por Mepege, Galaxy, LipeGron, Mlg e 400Kg, contra a equipe da Yakuz4, formado por Kawaa, Fugazi, Doodlez, Nyang e Fznnn.

Muito mais equilibrada, essa semi-final necessitou de uma rodada de desempate que, vou te falar, foi sofrida! No primeiro mapa normal, a Yakuz4 se mostrou em vantagem vencendo as duas rodadas sem grandes dificuldades e causando muuuita raiva no 400kg, que gritou bastante para seu próprio time e os oponentes, especialmente quando estes não venciam a partida. Já no segunda mapa, foi a vez da B1 de se destacar, ganhando a rodada normal e empatando a rodada vira, o que os garantiu a vitória ali.

20150725_123550[1]

Placar 1 mapa a 1, hora do desempate! O terceiro mapa foi o mais tenso para as equipes. Na primeira rodada a Yakus4 retomou o controle e venceu de lavada por 5×1, só precisando fazer 2 pontos na seguinte para ir para a final. O primeiro ponto foi fácil de conseguir, mas a B1, que precisava fazer 5 pontos para empatar e ter a chance de tentar uma nova rodada de desempate, não desistiu e fez quatro pontos consecutivos! Era um agora ou nunca para ele, pois naquela ultima partida, se vencessem a proxima, poderiam continuar lutando, mas se perdessem, era o fim deles na seleção. Eles tentaram, mas acabaram perdendo rápido e deram a classificação para a Yakuz4. Nem preciso falar da exaltação deles ao perder né? Depois de tanto se provocarem, os dois times ainda tiveram um momento de gritaria antes de saírem dos computadores para as fotos e entrevistas pós-jogo.

A final em si, foi tão enérgica e tensa quanto a segunda semi-final. Tiveram muitos momentos de revira-volta, hora um time passando a frente, ora outro. A ansiedade estava presente em ambos os lados, mas não os fez perderem a concentração. O resultado final? Breakstore campeã e nomeada representante brasileira. Ganharam troféu, tiraram muitas fotos, comemoraram e agora vão se preparar para o mundial! Tomara que tudo dê certo e que tragam para casa o ouro e não a prata como foi para o Brasil ano passado. Mas se trouxerem, tudo certo também 😉

11745952_791722434281331_2976315634060883890_n

E aí, ansioso para ver a PBIC? Assistiu a final? Para quem estava torcendo? Conta ai pra gente a sua experiência! E não esquece de conferir a nossa galeria de fotos, o vídeo da nossa cobertura que vai sair logo logo e de curtir e compartilhar a Coxinha com os seus amigos, ok? Eu vou ficando por aqui. Espero que tenham gostado!

Beijinhos e até a próxima!

Compartilhe: