Piratas do Caribe 4

-por , em 24/05 -
Piratas do Caribe 4

O filme “Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas” foi lançado na última sexta-feira, dia 20 de maio e já bateu recordes de bilheteria e pré-venda de ingressos. Depois do sucesso do 3º filme da saga (O Fim do Mundo), impossível não criar expectativas aos fãs. Comprovando o que muita gente imaginava, o Capitão Jack Sparrow não se aposentará nem tão cedo (os fãs agradecem) e ainda trará muitas continuações ao que se imaginou que fosse apenas uma trilogia.

“Navegando em Águas Misteriosas” é um filme leve, divertido, atraente e emocionante. Possui batalhas quentes e criaturas fascinantes. Não é uma continuação do terceiro filme e pode ser interpretado como um “re-start” na história dos piratas mais engraçados do cinema atual.

Sinopse:

“O longa apresenta não só uma, mas várias jornadas, rumo a tão misteriosa (e perigosa) Fonte da Juventude, e em uma delas encontra-se o nosso querido Jack Sparrow (Johnny Depp) que se vê às voltas com uma antiga paixão do passado, a astuta (e sedutora) Angélica (Penélope Cruz), filha (ou pelo menos ela alega que é) do cruel e implacável Capitão Barba Negra (Ian McShane) que precisa da Fonte para se livrar de uma antiga profecia que impõe em seu destino o encontro com a morte. Para salvar a vida de seu (aparente) pai, Angélica acaba metendo Jack no meio da história, pois sabe que ele possui informações preciosas sobre a localização da Fonte, sendo que o nosso Capitão também está metido em problemas com a real guarda britânica… e é claro, precisa de um navio! Além dos três, outro interessado pelas águas vitais é o Capitão Barbossa, para a surpresa de muitos agora do lado da Coroa Real Britânica protestante (e detalhe, sem uma das pernas e pior, sem o “Pérola Negra”), que em nome do rei fará tudo para que a juventude eterna não caia nas mãos dos rivais espanhóis católicos (embora seus reais objetivos sejam outros…). Para tal busca, eles precisarão de misteriosos e sombrios seres do mar, criaturas tão belas quanto o mais puro dos anjos, mas na realidade perigosas e mortais como o pior dos monstros: sereias.”

Como um legítimo “Pirates of the Caribbean”, o quarto filme não se resume a pólvoras, lâminas e seres fantásticos… Existe ainda a dose de romance necessária para encantar as mocinhas ainda “derretidas” pelo estiloso Capitão Jack Sparrow. Desta vez contracenando com Penélope Cruz, Angélica, Jack é o “mocinho” da trama, mas não deixando de lado seu desapego às relações que já conhecemos. Sem spoilers como prometido, só uma pequena dica (que aparentemente já se tornou comum nos filmes mais famosos de hoje em dia): Fiquem até o final dos créditos!!!

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você