Pirâmides na Antártida?

-por , em 09/11 -
Pirâmides na Antártida?

Talvez você tenha visto, alguns sites estão divulgando que geleiras derreteram e, revelaram pirâmides ocultas até então pelo gelo na Antártida. Mas, será realmente verdade? Me acompanhem e vamos falar a respeito!

 

Para começar, vamos ver as imagens divulgadas:

 

O que você vê de estranho nelas? Não sabe? Olhe bem… A primeira imagem nos mostra algo que  provavelmente foi produzido com a ajuda de um programa de edição digital, como o Photoshop. Se você observar o ponto onde o gelo encontra a pedra, verá que a imagem fica estranha ali. A segunda imagem,  realmente tem formas piramidais mas, reparando bem, elas  mostram desníveis na neve em muitos pontos. Se houvesse uma estrutura ali, semelhante as piramides do Egito, isso não aconteceria, não haveria essa aparência de lados inteiros terem um buraco em quase toda a sua extensão, isso tem mais cara de uma formação natural. A terceira imagem, mostra uma ponta escura ao fundo. Mas, perceba, se a estrutura está distante assim, para que só se veja a ponta que já se mostra tão fenomenal, ela deve ser maior que a Grande Pirâmide de Gizé!

Agora o texto… O texto que acompanha as fotos na maioria dos lugares trás teorias de conspiração, diz que governos não querem a divulgação do fato. Diz recentemente como data, mais nada. Diz que pesquisadores, mas não diz de que, de onde ou de que entidade e país, encontraram as estruturas. Também pincela a especulação da idade diferente da Esfinge com as pirâmides como alegação de que uma civilização mais antiga poderia te-la feito e feito pirâmides na Antártida…

Bem, por onde começar? Você se lembra de sua mãe dizendo para não acreditar em tudo que se vê na TV? O mesmo vale para a Internet. Há muitas farsas. E há maneiras para você identifica-las. Vamos aprender?

1 – Você acha plausível? Se você tiver alguma razão pra duvidar ou questionar, já é motivo pra buscar informações.

2 – Analise o contexto e as imagens se forem fornecidas. (Nós fizemos isso ali em cima agora, certo? Mas para completar, textos com datas sem números, apenas o “recentemente”, servem para que, se você em 10 anos encontrar o texto falso feito hoje, acredite ser coisa atual. É por isso que você muitas vezes vê coisas que já foram dadas como mentiras voltarem a tona)

3 – Busque no Google! Temos um poderoso buscador a nossa disposição, por que não usar? Olhe  os resultados e veja as fontes dos sites, assim como os nomes! Existem sites especializados em criar notícias que são trollagem, pois a função deles é criar situações engraçadas com coisas absurdas. Podemos citar o G17, o The Onion ou o Sensacionalista. Se um deles aparecer na pesquisa, meu amigo, 100% de chance de você ter uma furada na sua frente! Mas você também pode contar com o E-farsas. Na web desde 2002, o site olha  notícias ou vídeos absurdos que podem ser fraudes e, sempre com argumentos e informações, diz se é falso ou não. Portanto, ficou em dúvida, dá uma checada lá!

4 – Preste atenção aos detalhes. Ver várias vezes alguma coisa que te causa dúvidas, revela detalhes que passam desapercebidos aqui ou ali num primeiro momento.

Mas, então quer dizer que a  Antártida nunca foi quente ou teve condições de abrigar estruturas assim?

Estudos recentes ( de verdade, feitos ano passado por pesquisadores americanos e argentinos, você pode pesquisar a respeito e encontrar a informação em sites conceituados como o Super Interessante, por exemplo) feitos em quinze árvores mineralizadas, encontradas em posição vertical junto à cadeia de montanhas que corta o continente gelado,  revelam que os troncos são vestígios de uma floresta extremamente densa que existiu há cerca de 200 milhões de anos na região.

E, o registro mais antigo do Homo sapiens é um crânio de 200 mil anos encontrado na Etiópia. E, nossos primeiros 150 mil anos foram bem monótonos, só mudando quando o homem controlou o fogo. Com isso, conseguiu espantar animais selvagens e diversificou a alimentação…

Então, 200 milhões contra 200 mil. Quando o continente gelado era quente, o homem não estava por aqui. A diferença de tempo entre as duas ocasiões não permitiria a raça humana ter construído esse tipo de estrutura lá. Então, pirâmides na Antártida? Falso…

Luciana Fogo
por

Luciana Fogo

Chocólatra assumida, sou também uma viciada em livros e totalmente capaz de virar a noite com uma boa história! Mas o meu maior amor é ter INFORMAÇÃO! Pergunte que eu descubro!

Recomendamos para você