PACIFIC RIM: UPRISING | Charlie Hunnam finalmente fala porque saiu da franquia!

PACIFIC RIM: UPRISING | Charlie Hunnam finalmente fala porque saiu da franquia!

QUANDO O ARREPENDIMENTO BATE!

Para quem curte animes baseados em Mechas (ou os famosos robôs gigantes), Pacific Rim foi uma verdadeira obra de arte. Com elementos retirados diretamente de Neon Genesis Evangelion, o filme de Guillermo del Toro fez um sucesso absurdo entre os otakus e fãs de séries japonesas (também conhecidas como tokusatsus e super-sentai).

Em uma recente entrevista, o protagonista do primeiro longa da franquia, Charlie Hunnam (Sons of Anarchy), finalmente falou sobre sua saída da sequência e do arrependimento que isso trouxe.

“Pacific Rim não se saiu tão bem como os estúdios esperavam, mas assim que o filme estreou na China começou a arrecadar muito dinheiro e eles decidiram fazer uma sequência imediatamente. Eu já tinha outros filmes na minha agenda e meu empresário, infelizmente, me aconselhou a abandonar a franquia”

Com robôs gigantescos (quando falamos gigantescos, é porque eles são grandes o suficiente a ponto de usar um navio cargueiro como uma katana) batalhando pela sobrevivência da humanidade contra monstros igualmente grandes, chamados de Kaijus, o filme acabou tendo uma sequência confirmada e que já está sendo rodada.

Intitulada como Uprising, o segundo filme da franquia terá John Boyega e Scott Eastwood como protagonistas e pilotos do Gipsy Danger, o Jaeger principal do filme. Além dos dois, o elenco do filme também conta com Cailee Spaeny e Jing TianRinko Kikuchi, Charlie Day e Burn Gorman reprisam seus papéis.

Pacific Rim: Uprising (ou Círculo de Fogo 2, nome brasileiro), estreia em 2018 mas sem data específica definida. O longa será dirigido por Steven DeKnight e tem o  roteiro assinado por DeKnight, Emily Carmicheal, Kira Snyder e T.S. Nowlin.

Veja mais sobre Filmes

Vinny Romanelli
por

Vinny Romanelli

Viciado em games, animes e action figures (NÃO-SÃO-BONECOS). Esse carioca da gema leva o Japão no coração. Quase um gibi ambulante, futuro marketeiro e chato quando chamam animes e mangás de "desenhos para crianças". See ya Space Cowboys!!!

Recomendamos para você