TODOS AMAM OVERWATCH!

Vocês achavam que a d.va é Waifu? WAIFU É O MCCREE“! O já distante ano de 2016 foi curioso no mundo dos jogos, sendo um ano que trouxe algumas surpresas como Doom e algumas decepções pesadas como No Man’s Sky. No meio esse combate mercadológico, a Blizzard colocou mais um colosso na briga para ser um dos jogo memoráveis de todos. Precisa dizer que Overwatch veio com tudo pra provar que merece?

Vale salientar que o fato da Blizzard ser a Blizzard contou bastante para todos que criaram um bom hype por Overwatch, afinal desde a época do Super Nintendo ela tem agraciado os gamers com experiências fantásticas como The Lost Vikings, Rock N’ Roll Racing, Warcraft e alguns outros. Atualmente ela não andava se aventurando muito em criar novos jogos e nem novas franquias, mas alimenta muito bem suas “galinhas dos ovos de ouro” como World Of Warcraft, Hearthstone e Diablo III. Entretanto, com um pouco de ousadia e aproveitando o hype e o gosto do público atual por FPS, eis que nasce Overwatch.

Overwatch é um jogo do gênero FPS, ou seja tiro em primeira pessoa, que envolve alguns bons elementos de jogos chamados MOBA, como DotA ou League Of Legends. Focado em um combate mais frenético a lá Team Fortress II, ele apresenta alguns pontos de sua história fora do jogo para aquele player que gostaria de se aprofundar no universo. Sempre que se entra em uma partida há uma interação entre os personagens que dão aquela pulga atrás da orelha sobre o que deve ter acontecido no mundo criado pela Blizzard, mas não irei tratar disso nesse post, você pode descobrir MUITO sobre esse incrível mundo lendo as HQs e assistindo os vídeos sobre Overwatch.

Vale dizer que todos os personagens tem um carisma especial. É muito fácil cair de amores pela McCree D.va e morrer de raiva com a Mei ou vice-versa, afinal as interações dão um charme a todos eles. O que também por vezes deixa o jogo menos monótono e com certeza em algum momento você estará repetindo o que eles dizem por aí… É  hora de acertar as contas.

Outro ponto que conta muito para um boa experiência com o game é a curva de aprendizado. O game é agradável desde o iniciante até o mais hardcore patente mais alta de CS:GO da vida, e por misturar habilidades e conceitos de MOBA ele acrescenta uma dificuldade a mais na parte estratégica. Como usar os personagens certos nos mapas corretos, como aproveitar atalhos do mapa, qual a composição que melhor encaixa no momento e entre outras milhares de possibilidades que são apresentadas ao jogador.

Já que citei no último parágrafo, vale salientar sobre os mapas, são todos bem feitos e com detalhes únicos, desde parte destrutivas a pequenos esconderijos, vale muito a pena conhecê-los completamente para aproveitar 100% tanto da gameplay quanto do visual. Não confia na minha palavra? Que tal ver um trailer do último mapa que fora lançado no jogo?

https://www.youtube.com/watch?v=rhVZ-QIu4jk&t=21s

Acho que um último ponto que pode ser explorado para tentar passar um pouco da experiência maravilhosa é saber que ele está em expansão constante. ‘Como assim tio Heavy?’ Oras, é muito simples, além de mapas novos e interações novas de falas, emotes e etc, a gama de heróis que poderão ser escolhidos estão aumentando conforme o tempo, deixando mais mistérios, ampliando histórias, mudando o modo que jogo será executado, quebrando bastante a monotonia que alguns jogos de tiro da atualidade possuem.

E você, curte Overwatch? Qual é seu Waifu no joguinho? Lembrando que o jogo está disponível em várias edições para PS4, Xbox One e PC!

Veja mais sobre Games

Compartilhe: