Semana que vem já rola a premiação do Oscar 2016 e nós continuamos na corrida maluca de falar todos os indicados aqui para vocês! Para quem ainda não conferiu os primeiros posts, já falamos sobre as animações indicadas ao Oscar 2016 e sobre os filmes indicados ao Oscar 2016 – só clicar nos links e conferir tudinho! Hoje vamos falar de uma das categorias mais polêmicas do Oscar – a de melhor atriz! Por que polêmica?

Porque as mulheres em Hollywood possuem uma classificação de atividades, salários, indicações a prêmios e tudo mais, bem inferior aos homens e, todos os movimentos feministas, nos últimos tempos, tem focado bastante nesse tipo de reclamação nas premiações. Tá certo, tá evoluindo e tá mudando – ainda bem pra muito melhor né? As indicadas ao Oscar de Melhor atriz esse ano são personalidades incríveis, acho que todas super tem chances de levar a estatueta pra casa, e você?

Veja todas as indicadas abaixo e comente, lá no final do post, qual a sua favorita nessa categoria!

JENNIFER LAWRENCE – Joy: O Nome do Sucesso (Joy)

Sobre o filme: Criativa desde a infância, Joy Mangano (Jennifer Lawrence) entrou na vida adulta conciliando a jornada de mãe solteira com a de inventora e tanto fez que tornou-se uma das empreendedoras de maior sucesso dos Estados Unidos.

Sobre a atriz: Apesar de ter muitos haters em seu encalço, não é discutível que a Academia realmente lhe adora – ela é a queridinha do momento dos votantes. Já na segunda nomeação conseguiu sua primeira estatueta como Melhor Atriz, aos 22 anos (uma das mais jovens vencedoras da categoria). Esse ano, ela é a única nomeada que interpreta uma personagem que realmente existiu. Nos últimos 10 anos, 6 vencedoras do Oscar de Melhor Atriz interpretaram personagens reais. ​Contudo, todas as jovens atrizes que ganharam a estatueta quando tinham os seus 20 e poucos anos só ganharam a segunda estatueta quando estavam perto dos 30 anos. Lawrence completou 25 anos em 2015.

Jennifer possui três indicações ao Oscar – Inverno da Alma, O Lado Bom da Vida e Joy: O Nome do Sucesso. Das três indicações, ela levou uma estatueta para casa por O Lado Bom da Vida.

45 anos melhor atriz oscar 2016

CHARLOTTE RAMPLING – 45 Anos (45 Years)

Sobre o filme: Kate Mercer (Charlotte Rampling) está planejando a festa de comemoração dos 45 anos de casada. Porém, cinco dias antes do evento, o marido recebe uma carta: o corpo de seu primeiro amor foi encontrado congelado no meio dos Alpes Suíços. A estrutura emocional dele é seriamente abalada e Kate já não sabe se vai ter o que comemorar durante a festa.

Sobre a atriz: “Uma atriz veterana que parece ter começado a sua carreira com essa nomeação ao Oscar”. Esse pensamento ignorante é provocado em muita gente que pouco sabe sobre a respeitável atriz britânica. Ela entra para um hall de atrizes que tiveram sua primeira nomeação com já muita experiência e eram “desconhecidas” do grande público: Emmanuelle Riva, Fernanda Montenegro, Pauline Collins, Edith Evans e Ida Kamińska. O ponto negativo é que nenhuma delas levou uma estatueta diante desse cenário. A ótima atuação de Charlotte ganhou patamar de Oscar depois de sua vitória como Melhor Atriz no Festival de Berlim – desde sua entrega em 1956, apenas 3 atrizes também venceram o Oscar.

Essa é sua primeira indicação ao Oscar.

carol melhor atriz oscar 2016

CATE BLANCHETT – Carol (Carol)

Sobre o filme: A jovem Therese Belivet (Rooney Mara) tem um emprego entediante na seção de brinquedos de uma loja de departamentos. Um dia, ela conhece a elegante Carol Aird (Cate Blanchett), uma cliente que busca um presente de Natal para a sua filha. Carol, que está se divorciando de Harge (Kyle Chandler), também não está contente com a sua vida. As duas se aproximam cada vez mais e, quando Harge a impede de passar o Natal com a filha, Carol convida Therese a fazer uma viagem pelos Estados Unidos.

Sobre a atriz: Depois de um tempo dedicado ao teatro, Cate voltou com tudo para o cinema. Após sua vitória como Melhor Atriz por “Blue Jasmine” há dois anos, ela já está de volta na disputa principal por “Carol”. Adorada pelo público, já existe uma fila de pessoas esperando pela terceira estatueta de Cate. Se ganhar, ela entra para o seleto grupo dos 3 Oscars composto por: Walter Brennan, Katharine Hepburn (que tem 4), Ingrid Bergman, Jack Nicholson, Meryl Streep e Daniel Day-Lewis. Contudo, nos últimos 10 anos, apenas 2 atrizes ganharam um novo Oscar depois de já ter um na estante (Meryl Streep e a própria Cate) – e houve um bom intervalo de anos entre a antiga e a nova estatueta.

Cate possui quatro indicações ao Oscar – Elizabeth, Elizabeth: A Era de Ouro, Blue Jasmine e Carol. Das quatro indicações, ela levou uma estatueta para casa por Blue Jasmine.

brooklin melhor atriz oscar 2016

SAOIRSE RONAN – Brooklin (Brooklin)

Sobre o filme: A jovem irlandesa Ellis Lacey (Saoirse Ronan) se muda de sua terra natal e vai morar em Brooklyn para tentar realizar seus sonhos. No ínicio de sua jornada nos Estados Unidos, ela sente falta de sua casa, mas ela vai tentando se ajustar aos poucos até que conhece e se apaixona por Tony (Emory Cohen), um bombeiro italiano. Logo, ela se encontra dividida entre dois países, entre o amor e o dever.

Sobre a atriz: Ronan é a prova viva de que uma criança prodígio pode se tornar uma atriz de muito sucesso. A Academia adora atores que deram certo nos cinemas através do empurrão deles. A primeira nomeação de Ronan veio de outra categoria, como Melhor Atriz Coadjuvante por “Desejo e Reparação” aos 13 anos, agora aos 21 anos ela é nomeada a Melhor Atriz. Muitos acreditam que ela vai seguir os passos de Jodie Foster (que teve sua primeira nomeação como coad. aos 14 anos) e obteve suas estatuetas depois de bons anos. Há quem diga que a Academia deve esperar mais uns bons anos para premiá-la. Outros ainda acham que ela pode surpreender pela memória afetiva de vários votantes.

Essa é sua primeira indicação ao Oscar.

o quarto de jack melhor atriz oscar 2016

BRIE LARSON – O Quarto de Jack (Room)

Sobre o filme: Joy (Brie Larson) e seu filho Jack (Jacob Tremblay) vivem isolados em um quarto. O único contato que ambos têm com o mundo exterior é a visita periódica do Velho Nick (Sean Bridgers), que os mantém em cativeiro. Joy faz o possível para tornar suportável a vida no local, mas não vê a hora de deixá-lo. Para tanto, elabora um plano em que, com a ajuda do filho, poderá enganar Nick e retornar à realidade.

Sobre a atriz: Um novo nome e jovem estreante na corrida do Oscar de Melhor Atriz. Isso era o que muitos críticos pediam para a Academia​. Contudo, nos últimos cinco anos a estatueta tem sido dada para atrizes que já haviam sido indicadas antes – o registro mais recente de estreante no Oscar foi Sandra Bullock por “Um Sonho Possível” em 2010. Muitos votantes já acham que hora de mudar esse registro. Os elogios que Brie tem conseguido são alto chamarizes de estatueta, a sua performance vem sendo considerada a que tem mais carga dramática entre suas competidoras – e isso é algo que a Academia adora e premia desde o início de sua fundação em 1929.

Essa é sua primeira indicação ao Oscar.

Texto sobre as atrizes: Termômetro do Oscar

E aí gente? Quais são suas apostas? Deixem aqui nos comentários! Beijos!