Oscar 2014 – Os Vencedores

-por , em 03/03 -
Oscar 2014  – Os Vencedores

E ontem aconteceu a 86ª edição do Oscar, em Los Angeles. A cerimônia apresentada por Ellen DeGeneres consagrou os dois filmes com o maior número de indicações – Gravidade, vencedor de sete estatuetas e 12 Anos de Escravidão, o grande vencedor do Oscar de Melhor Filme.

Confira abaixo os vencedores da noite:

Melhor filme

12 Anos de Escravidão

Trapaça

Capitão Phillips

Clube de Compras Dallas

Gravidade

Ela

Nebraska

Philomena

O Lobo de Wall Street

12 anos vence

Melhor diretor

Alfonso Cuarón – Gravidade

David O. Russell – Trapaça

Steve McQueen – 12 Anos de Escravidão

Alexander Payne – Nebraska

Martin Scorsese – O Lobo de Wall Street

Melhor roteiro adaptado

John Ridley – 12 Anos de Escravidão

Richard Linklater, Julie Delpy e Ethan Hawke – Antes da Meia-Noite

Billy Ray – Capitão Phillips

Steve Coogan  e Jeff Pope – Philomena

Terence Winter  – O Lobo de Wall Street

Melhor roteiro original

Spike Jonze – Ela

Eric Warren Singer  e David O. Russell – Trapaça

Woody Allen – Blue Jasmine

Craig Borten e Melisa Wallack – Clube de Compras Dallas

Bob Nelson – Nebraska

Spike

Melhor Ator

Matthew McConaughey – Clube de Compras Dallas

Christian Bale – Trapaça

Bruce Dern – Nebraska

Leonardo DiCaprio – O Lobo de Wall Street

Chiwetel Ejiofor – 12 Anos de Escravidão

Melhor Atriz

Cate Blanchett – Blue Jasmine

Amy Adams – Trapaça

Sandra Bullock – Gravidade

Judi Dench – Philomena

Meryl Streep – Álbum de Família

Melhor atriz coadjuvante

Lupita Nyong´o – 12 Anos de Escravidão

Sally Hawkins – Blue Jasmine

Jennifer Lawrence – Trapaça

Julia Roberts – Álbum de Família

June Squibb – Nebraska

Melhor ator coadjuvante 

Jared Leto – Clube de Compras Dallas

Barkhad Abdi – Capitão Phillips

Bradley Cooper – Trapaça

Michael Fassbender – 12 Anos de Escravidão

Jonah Hill – O Lobo de Wall Street

fab four

Melhor figurino

O Grande Gatsby

Trapaça

O Grande Mestre

The Invisible Woman

12 Anos de Escravidão

Melhor maquiagem e cabelo

Adruitha Lee e Robin Matthews – Clube de Compras Dallas

StephenProuty – Vovó Sem Vergonha

Joel Harlow e Gloria Pasqua-Casny – O Cavaleiro Solitário

Melhor animação em curta metragem

Mr. Hublot

Feral

Get a Horse!

Possessions

Room on the Broom

Melhor longa de animação

Frozen: Uma Aventura Congelante

Os Groods

Meu Malvado Favorito 2

Ernest & Celestine

The Wind Rises

Frozen-winter

Melhores efeitos visuais

Gravidade

O Hobbit – A Desolação de Smaug

Homem de Ferro 3

O Cavaleiro Solitário

Star Trek – Além da Escuridão

Melhor curta metragem

Helium

Aquel No Era Yo

Avant Que De  Tout Perdre

Pitääkö Mun Kaikki Hoitaa?

The Voorman Problem

Melhor documentário em curta metragem

The Lady in Number 6: Music Saved My Life

CaveDigger

Facing Fear

Karama Has No Walls

Prison Terminal: The Last Days of Private Jack Hall

Melhor Documentário em longa metragem

20 Feet From Stardom

The Act of Killing

Cutie and the Boxer

Dirty Wars

The Square

Melhor filme estrangeiro

A Grande Beleza – Itália

A Caça – Dinamarca

The Broken Circle Breakdown – Bélgica

The Missing Picture – Camboja

Omar – Palestina

Melhor Edição

Alfonso Cuarón e Mark Sanger – Gravidade

Joe Walker  – 12 Anos de Escravidão

Christopher Rouse – Capitão Phillips

Jay Cassidy, Crispin Struthers e Alan Baumgarten – Trapaça

John McMurphy e Martin Pensa – Clube de Compras Dallas

Melhor Trilha Sonora Original

Steven Price – Gravidade

John Williams – A Menina que Roubava Livros

William Butler  e Owen  Pallett – Ela

Alexandre Desplat – Philomena

Thomas Newman – Walt nos Bastidores de Mary Poppins

Melhor canção original

Let it Go (Robert Lopez & Kristen Anderson-Lopez) – Frozen: Uma Aventura Congelante

Ordinary Love (U2) – Mandela

Alone Yet Not Alone (Bruce Broughton e Dennis Spiegel) – Alone Yet Not Alone

Happy (Pharrell Williams) – Meu Malvado Favorito 2

The Moon Song (Karen O. e Spike Jonze) – Ela

Melhor Direção de Arte

Catherine Martin e Beverly Dunn – O Grande Gatsby

Adam Stochausen e Alice Baker  – 12 Anos de Escravidão

K.K. Barrett e Gene Serdena – Ela

Andy Nicholson, Rosie Goodwin  e Joanna Woollard – Gravidade

Judy Becker  e Heather Loeffler – Trapaça

Melhor Edição de Som

Glenn Freemantle – Gravidade

Steve Boeddecker e Richard Hymns – Até o Fim

Oliver Tarney – Capitão Phillips

Wulie Stateman – O Grande Herói

Brent Burge – O Hobbit: A Desolação de Smaug

Melhor Mixagem de Som

Skip Lievsay, Niv Adiri, Christopher Benstead e Chris Munro – Gravidade

Christopher Boyes, Michael Hedges, Michael Semanick  e Tony Johnson – O Hobbit: A Desolação de Smaug

Chris Burdon, Mark Taylor, Mike Prestwood Smith e Chris Munro – Capitão Phillips

Andy Koyama, Beau Borders e David Brownlow –  O Grande Herói

Skip Lievsay, Greg Orloff e Peter F. Kurland – Inside Llewyn Davis

Melhores Efeitos Especiais

Tim Webber, Chris Lawrence, Dave Shirk e Neil Corbould – Gravidade

Joe Letteri, Eric Saindon, David Clayton e Eric Reynolds – O Hobbit: A Desolação de Smaug

Christopher Townsend, Guy Williams, Erik Nash e Dan Sudick – Homem de Ferro 3

Tim Alexander, Gary Brozenich, Edson Williams e John Frazier – O Cavaleiro Solitário

Roger Guyett, Patrick Tubach, Ben Grossmann e Burt Dalton – Além da Escuridão – Star Trek

Só pra não perder o hábito, o que eu achei disso aí:

– Tudo óbvio, como eu já havia comentado antes aqui12 Anos de Escravidão tinha todo um jeitão de que iria mesmo ganhar o prêmio de melhor filme e Gravidade levaria a maior parte das estatuetas – especialmente os técnicos. Nenhuma surpresa.

– Mesma coisa entre os atores e atrizes premiados. E todos mereceram mesmo, neste ano não houve nenhuma injustiça dentre as premiações. Eu sei que é triste, Leo. Mas continue tentando, tenho certeza que um dia você ganha e eu continuarei torcendo.

– Sei que eu falar de Scorsese não vale porque é muito passional, mas poxa! Nem como melhor roteiro adaptado? Sei também que o Alfonso Cuarón mereceu muito e tal, mas sei não viu. Scorsese podia ter levado essa. Achei um exagero O Lobo de Wall Street não ter ganho nada.

– Mas decepção maior  do que O Lobo…  foi Trapaça, que das dez categorias às quais concorria, levou zero estatuetas. Ressalto mais uma vez que não assisti o filme, não posso dizer se foi merecida tamanha rejeição, mas pelas críticas me pareceu bem melhor que O Lado Bom da Vida do mesmo David O. Russell, J. Law, Bradley Cooper e etc. Mas não ganhou nada. Talvez até o Universo tenha se revoltado com tanta supervalorização do filme tão ruinzinho do ano passado e tenha se vingado em um filme do mesmo diretor, mas bem melhor. Pena.

– Tem duas pessoas que deveriam apresentar o Oscar todos os anos pra sempre: Billy Crystal e Ellen DeGeneres. Revezamento entre eles pra sempre, por favor.

– Tanto a Ellen deveria apresentar sempre e provou isso com a “selfie” mais pop de todos os tempos. Foi a foto com o maior número de RT´s  da história e como ela mesma disse, “eles quebraram o Twitter”. Isso e a entrega das pizzas pra galera deixou o sempre formal e austero clima do Oscar mais leve e divertido.

Brad Pizza

– Sim, Jennifer Lawrence tropeçou e caiu e novo. Eu ri de novo. Não porque eu sou recalcada, mas tombos são feitos para rirmos deles.

– Achei lindo Ela ter ganho como melhor roteiro original. Gosto muito do Spike Jonze e foi muito legal vê-lo ganhar por um filme pelo qual eu fiquei completamente apaixonada. Por mim teria ganho em mais categorias como direção e arte e trilha sonora original, mas o roteiro merecia demais.

– Muito bonita e merecida a homenagem ao documentarista brasileiro Eduardo Coutinho durante o tributo às personalidades do cinema mortas no último ano. Assim como a voz embargada do mito Bill Murray ao apresentar o prêmio de melhor fotografia e fazer uma pausa para homenagear o parceiro de Os Caça-Fantasmas Harold Ramis, que faleceu na semana passada.

Eduardo Coutinho

– Nem vou comentar o fato da TV aberta comprar os direitos de transmissão do Oscar (que não são baratos) e quando chega o dia tão aguardado, coloca os desfiles das escolas de samba e negligencia a transmissão. Ah, era carnaval, vamos entender né. Não. Quando não tem carnaval a cerimônia é igualmente negligenciada, começando com 1 hora atraso para dar tempo de acabar a votação do BBB. Tá beleza então, né. #prioridades

E foi isso. Comentem aí depois o que vocês acharam da premiação e agora que acabou a temporada de premiações, falemos sobre as estreias aguardadas desse ano. Em breve 🙂

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você