De acordo com o Blog do Curioso, o termo dinheiro vem de denario (quem viu Roma, Spartacus e muitos outros filmes e séries vai ver uma estrelinha brilhando agora), palavra latina utilizada para se referir à quantidade de dez asses, a menor morda utilizada durante o Império Romano. O dinheiro ganhou vários apelidos ao longo da história. Eles separaram a origem de 10 dos principais apelidos deste que amamos tanto, e eu resolvi compartilhar aqui com vocês também.

1. Barão

barão

Este termo fazia referência à imagem presente nas cédulas de 1 mil cruzeiros, uma gravura com o rosto do Barão do Rio Branco. Este modelo circulou de 1978 a 1989. No programa humorístico “Planeta dos Homens”, da Rede Globo, havia um bordão para criticar a inflação galopante no Brasil: “Lá vai barão!”.

2. Bufunfa

bufunfa

Parece estar relacionada à expressividade e à força da própria palavra. Ao pronunciá-la, o falante dá a impressão de estar falando de um grande monte, de um maço significativo contendo cédulas capaz de encher as mãos.

3. Cabral

cabral

Outro termo que foi bastante utilizado como sinônimo da nota de 1 mil cruzeiros, a mais alta da época. No modelo que circulou entre 1963 e 1970, a cédula era estampada com o rosto de Pedro Álvares Cabral.

4. Conto

conto

Este apelido vem de conto de réis, que equivalia a mil cédulas (ou mil moedas) de 1 mil réis, a moeda em circulação no Brasil durante o período de colonização por Portugal.

5. Dindim

dindim

A expressão dindim está associada à onomatopeia que reproduz o barulho feito por moedas batendo em algum tipo de superfície.

6. Grana

grana

O prêmio da Mega Sena pagou uma “grana preta”… Eis aí uma notícia que todos gostariam de receber. Pois saiba que o vocábulo “grana”, utilizado para se referir ao dinheiro, vem da palavra “grão”, produto que, desde a Antiguidade, é visto como sinônimo de riqueza.

7. Merréis

merréis

A moeda utilizada no Brasil Colônia também se chamava real. Mas, ao contrário de hoje, quando o plural de tal palavra é “reais”, naquela época era “réis”. Assim, o merréis nada mais era do que o valor de 1 mil réis dito pela linguagem popular. De acordo com Marx, os 1 mil réis também deram origem a outro apelido carinhoso e bastante utilizado no Brasil: mangos.

8. Pé de meia

pé de meia

Expressão utilizada por nove a cada dez jogadores que vão tentar a sorte no futebol do exterior, possui o sentido de poupança. Ao longo do tempo, também foi ganhando o sentido de dinheiro guardado em casa, geralmente em pés-de-meia mais velhos, lugar em que um ladrão dificilmente procuraria.

9. Pila

pila

Talvez esta seja a história mais curiosa no que diz respeito aos sinônimos de dinheiro. O vocábulo “pila” vem do político gaúcho Raul Pilla, secretário da agricultura do Rio Grande do Sul em 1936 e um dos líderes da Revolução Constitucionalista de 1932. De acordo com as histórias que circulam, em época de eleição, ele entregava a metade de uma cédula de dinheiro aos eleitores para que votassem nele e prometia entregar a outra metade caso fosse eleito. Ao deixar a cabine, esses eleitores davam o voto ao fiscal eleitoral dizendo o nome do candidato “Pilla”.

10. Tutu

tutu

Este termo geralmente é utilizado dentro da frase “Fulano está montado no tutu” e, de acordo com versão não confirmada, tem origem na palavra “tutu”, do umbundo, língua antiga falada na região das montanhas centrais de Angola que possui o significado de “presente para subornar o juiz”.