Onde enrolaremos nossos peixes?

-por , em 02/10 -
Onde enrolaremos nossos peixes?

Sério, quem ainda não se perguntou sobre isso? Com essa onda massante de smartphones e tablets, onde enrolaremos nossos peixes no futuro? Por que ninguém mais quer comprar jornal para ler na manhã de domingo? Porque podemos fazer isso sem sair da cama, só acessando a página favorita através dos aparelhinhos mágicos que nos perseguem.

 

Não me levem a mal, sou fã número um dos smartphones e tablets, mas vamos combinar que a situação dos peixes é extremamente preocupante. Para começar pela preocupação mais simples, onde nossos filhos e netos lerão tirinhas engraçadas? Ah sim, em seus tablets, smartphones e aparelhinhos megalomaníacos que lhe permitirão esta proeza. Mas e como serão feitos os chapéus e barquinhos? Ninguém mais se preocupa com isso?

 

chapeu de jornal

 

 

Pode parecer uma preocupação besta, mas as crianças de hoje em dia realmente não conhecerão determinadas coisas que, fiquem tristes meus amigos, morrerão com nossa geração. As próprias empresas de jornal já sabem de seu fatídico destino. Está acontecendo um investimento altíssimo em assinaturas de jornais virtuais, e é por isso que o preço da assinatura do jornal impresso caiu tanto. Não vemos mais tantos jornais enroladinhos nas portas das casas nos finais de semana.

 

Isso é saudosismo, se sentir preso ao passado? Não minha gente, isso é saber valorizar pequenas coisas que vivemos e que gostaríamos que o mundo atual vivesse também. Podemos evoluir e crescer tecnologicamente, é claro que podemos. Mas além de tudo, podemos preservar alguns detalhes que nos fizeram felizes, que marcaram nossa infância, que criaram nossa mente insana que temos hoje. Não podemos?

 

barco de jornal

 

 

A era do jornal está realmente chegando ao fim? Hoje em dia, não precisa mais se formar em jornalismo para escrever críticas e assuntos complexos. Temos sites de notícias de autorias diversas, blogs com conteúdos bons e bastante críticos. As redes sociais servem como válvula de escape de pessoas que dariam ótimos colunistas. E isso muito me preocupa, porque não somos jornalistas. Não somos formados em comunicação. Podemos até ter o dom, mas não somos donos da melhor forma de comunicação com o público.

 

Devemos realmente nos preocupar ou isso é apenas um pensamento bobo que tive hoje? 

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você