Escolha uma Página

Não dá para programar o amor

Ao longo dos anos, conhecemos diversas formas de se criar uma comédia romântica. Enquanto umas realmente nos contagiavam, outras se tornaram intragáveis com tantos clichês. Em 2019, certamente aguardamos ansiosamente pelos filmes que vêm por aí. Mesmo que saibamos o nome de vários, há aqueles que conheceremos quando os primeiros trailers começarem a surgir. Há ainda aqueles que nos trarão recordações dos livros, cuja história inspirou a adaptação. Conheça, por isso, O Projeto Rosie.

A história

Por mais que não seja algo obrigatório a todo ser humano, boa porte de nós passa pela fase ruim do amor. A medida que vamos ficando mais velhos, olhar para o lado e ver um travesseiro vazio pode ser mais desesperador do que parece. Não é atoa, portanto, que muitos desistem e vão viver ao lado de seus fiéis bichos de estimação.
Don Tillman está se aproximando dos primeiros “enta”. Aos 39 anos, o professor de genética decerto desistiu do amor. Após sofrer desilusões e decepções, ele simplesmente parou de tentar encontrar alguém. Don possui uma rotina extremamente programada, sem exceções, e encontrar quem queira se adequar a isto não é fácil. Cada compromisso tem uma hora para começar e um período de duração. Além disso, sua rotina é fixa nos dias da semana, com direito até a refeições padronizadas.
Por fim, Don quer encontrar a mulher perfeita. Com a ajuda de amigos, ele cria o projeto Esposa Perfeita, ou seja, um questionário que irá selecionar candidatas.

Don

Embora esteja quase nos 40 anos, Don parece ter esquecido algumas regras básicas da vida. Embora pareça fácil e até similar ao que acontece com aplicativos hoje em dia, não é através de um questionário que se encontra o amor da sua vida. Tillman experimenta candidatas sem prestar atenção em alguns atributos, pelo contrário. Don só se importa com seu projeto.
Quando Rosie aparece, o mundo do professor vira de cabeça para baixo. De forma natural, ele vai se apaixonando pelo fato de que eles não têm nada a ver um com o outro. Ela bagunça seu projeto, o faz sair da rotina e acima de tudo, o faz aproveitar uma vida que ele desconhecia.

O Projeto Rosie

Toda a história é centralizada em Don, seus hábitos metódicos e burocracias que chegam até a ser irritantes. Mas não demora para nos encantarmos com o personagem. Por mais que demore, Tillman se transforma diante do leitor, a medida que vai se apaixonando e descobrindo novos sentimentos.
O Projeto Rosie é narrado em primeira pessoa, sob o ponto de vista do protagonista. Por consequência, temos a visão de Don de tudo o que está acontecendo. Seus pensamentos, ideias e ações ajudam-nos a desenvolver a opinião geral sobre o enredo do livro. Chega a ser engraçado a forma como entendemos as bizarrices do personagem, e antes mesmo que percebamos, estamos torcendo para que Don e Rosie enfim fiquem juntos.
Com uma leitura rápida, original e gostosa, O Projeto Rosie é daqueles livros que lemos de uma vez só. Quando Don e Rosie começam a sair juntos, se entender, somos meros espectadores admirando. Os diálogos são engraçados, inteligentes e criativos, certamente o ponto chave do livro.

APROVEITE PARA CONHECER NOSSO CANAL DO YOUTUBE:

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: