Escolha uma Página

TÍTULO: O Fecho

AUTOR: Sloane Crosley

EDITORA: Rocco

PÁGINAS: 413

ANO: 2019

GÊNERO: Romance

COMPRE O LIVRO AQUI

SINOPSE

Kezia, Nathaniel e Victor se reencontram para o casamento extravagante de uma amiga dos tempos de faculdade. Prestes a completar trinta anos, todos eles estão completamente absortos em suas próprias vidas ― Kezia é braço direito de uma designer de joias enlouquecida de Manhattan; Nathaniel, que sempre foi o cara cool da literatura, agora tenta vender seu trabalho em Hollywood; e Victor, o mais pessimista do grupo, acaba de ser demitido do emprego. Não demora muito para que o trio volte a desempenhar seus antigos papéis: Victor ama Kezia. Kezia ama Nathaniel. Nathaniel ama Nathaniel.

Em meio à festa de casamento, Victor desmaia no quarto da mãe do noivo. Ao acordá-lo, em vez de lhe dar uma bronca, ela revela uma história que nunca havia contado nem mesmo ao próprio filho, sobre um colar valioso que desapareceu durante a ocupação nazista da França. A partir daí, uma inusitada aventura tem início, conduzindo Victor, Kezia e Nathaniel de Miami para Nova York, e de Los Angeles para Paris e toda a França, até desembocar na propriedade de Guy de Maupassant, autor do conto clássico “O colar”.

Repleto de suspense e narrado com a voz sincera e perspicaz de Sloane Crosley, O fecho é uma história magistral de amigos lutando para se ajustarem em vidas diferentes daquelas com que haviam sonhado, e de como separar o que é real do que é falso. Tal tarefa é possível quando se trata de pedras preciosas, mas é muito mais difícil de ser realizada com seres humanos.

 

O Fecho chegou em 2019 para surpreender a todos. Quando solicitei o mesmo da Editora Rocco, imaginei uma simples história de romance. Não lia uma dessas há tempos, daquelas que nos faz acreditar no amor novamente. Como me enganei. A capa em tons pastel, delicada e simples, não faz juz ao conteúdo da trama. Uma série de mistérios nos transporta ao passado através dos capítulos de O Fecho.

Kezia, Victor e Nathaniel não poderiam ser mais diferentes. Ela procura seguir os passos corretos, desde que atinjam seus desejos e necessidades. Victor, por sua vez, é o grande crianção da galera. Com suas atitudes imprudentes e imaturas, ele vive sua obsessão por Kezia desde a adolescência. Por fim, Nathaniel tenta mostrar a todos que está bem de vida. A máscara não esconde sua insatisfação em não conseguir criar raízes em Hollywood, onde tenta uma carreira no ramo da arte há anos.

A História

Logo nos primeiros capítulos de O Fecho, Sloane nos direciona para sua história irá. O que começa como um simples gato e rato entre os amigos, toma forma no casamento em Miami. Anos após os episódios do ensino médio, os amigos estão reunidos mais uma vez. A cerimônia reúna rostos conhecidos do trio, cuja memória retorna após alguns drinks.

Todos os sonhos descritos anteriormente são revelados. Victor acabou de ser demitido e não sabe o que fazer de sua vida; Kezia está trabalhando para uma famosa designer, conhecida por transformar lixo em jóias; Nathaniel segue frustrado, pois não consegue se firmar em Hollywood.

Recorrendo frenquentemente à bebida, Victor sai à procura de um uísque especial a pedido do noivo. Visto que a festa está acontecendo em uma casa gigantesca, ele se perde em meio aos quartos. Bêbado, ele cai no sono e só é acordado momentos depois pela dona do quarto. Em sua conversa constrangedora com a mãe do noivo, Victor entra em uma história da qual não consegue fugir. Entre as mais diversas jóias da mulher, o desenho de um colar lhe chama a atenção. O motivo? Anos antes, a jóia fora confiscada pelos nazistas.

O Fecho

Os capítulos são intercalados entre Victor, Kezia e Nathaniel. Eles nos levam do passado ao presente em segundos, o que pode ser bem confuso. Além disso, a autora faz questão de detalhar minuciosamente os ambientes, os momentos e as pessoas da trama. Em certo momento, confesso ter ficado cansada e precisei parar. O livro tem diagramatura menor, o que o faz ter mais páginas que necessário.

Lembram do romance inicial com o qual me enganei? O Fecho toma forma logo após o encontro de Victor com a história da jóia. O roteiro é entrelaçado ao conto O Colar, de Guy de Maupassant, que provoca uma fixação em Victor. Ele precisa encontrar a joia e fará tudo para tal. Rumo a França, ele embarca ao lado de Kezia e Nathaniel rumo ao desconhecido.

Os Amigos

A jornada é o que direciona a história, mas não sustenta o peso de protagonismo. Em certo ponto, o romance entre os amigos se torna mais importante do que a “missão” em si. É evidente a frustração de Victor por não ter o amor de Kezia mesmo após todos esses anos. Em determinado ponto do livro, o personagem se torna quase um disco arranhado. Não aguentamos mais suas reclamações repetitivas sobre a garota. 

De forma irônica, acabamos criando empatia pelos personagens. Mesmo que chatos em diversos capítulos, a forma sarcástica e ácida que a autora os valoriza é fantástica. Sloane parece estár brincando com sua própria criação, o que é sensacional! O lado comediante é o que mantém o público preso na leitura até o final. Em suma, O Fecho me surpreendeu, mas também decepcionou. É um daqueles livros que guardamos para ler anos depois, com outra visão do mundo.