Um show a parte de Willem Dafoe

 

Ao passo que nos aproximamos da cerimônia mais importante do universo do cinema, torna-se necessário falarmos das produções indicadas. Enquanto muitos falam dos filmes indicados a categoria de Melhor Filme, não podemos esquecer daqueles que concorrem pelo artista que o interpreta. Em O Portão da Eternidade, Willem Dafoe carrega o protagonismo e a indicação a Melhor Ator no Oscar de 2019.

Ao longo dos anos, diversas produções a cerca da vida de Vincent Van Gogh foram produzidas. O pintor holandês já teve seu rosto e seus hábitos estampados em filmes, livros, peças, etc…Mesmo que o retratem de forma positiva ou negativa, não há como negar o talento de Van Gogh. Suas pinturas impressionistas estão até hoje, entre as mais requisitadas ao redor do mundo.

Mas o que muitos não sabem, porém, era que a vida do pintor foi recheada de lamentos e memórias ruins. Vincent era mal interpretado pela sociedade em que viva. Suas ideias e inspirações o taxavam de maluco e/ou doente. Por fim, sabemos o desfecho da história do holandês, enlouquecido por aqueles que o cercavam.

O Portão da Eternidade

Em 2017 conhecemos “Com Amor, Van Gogh”, uma animação também indicada pela Academia. Através de um estilo similar aos da pinturas do holandês, a trama o retratou de forma bonita e delicada. A mais nova produção sobre o pintor, porém, vem para nos mostrar um outro lado.

Dafoe e sua magnífica performance

Willem Dafoe encara o desafio de viver Van Gogh, e assim o faz com maestria. O ator protagoniza poucos diálogos e fala pouco, mas é através de seus gestos e trejeitos que conseguimos entender a emoção do personagem. O diretor Julian Schnabel nos leva em uma viagem colorida e pacata até o sul da França, onde o holandês encontrava inspiração nos cenários mais simples. Ao mesmo tempo em que cria uma imagem serena de Vincent, Schnabel nos coloca de camarote em seus delírios.

Além de Dafoe, é fundamental que entendamos as figuras na vida do pintor. Seu melhor amigo, por exemplo, foi o irmão Theo (Rupert Friend), que o protegia de todos aqueles que julgavam o comportamento estranho de Vincent. Além dele, o filme nos apresenta a Paul Gaugain (Oscar Isaac), pintor da época de estilo impressionista.

O Portão da Eternidade chega aos cinemas brasileiros em fevereiro.

APROVEITE PARA CONHECER NOSSO CANAL DO YOUTUBE:

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: