Você conseguiria imaginar um musica cujo conteúdo é considerado tão triste, mas tão triste, que levou pessoas ao suicídio? E ate a ser proibida em seu país de origem? Pois é, parece um absurdo imaginar uma coisa dessas, mas essa e a historia que acompanha a canção húngara Gloomy Sunday (pode-se traduzir como Domingo sombrio ou Domingo tenebroso) e que a torna uma curiosidade.

Segundo dizem, a canção Gloomy Sunday já foi a responsável por mais de 100 mortes, incluindo a do próprio autor! Por esta razão ela ganhou a fama de ser a canção do suicidas e acabou por ser proibida na Hungria, seu pais de origem!

Ela foi composta em 1963, por Rzso Seress, que transformou as lamentações sobre sua vida na letra da canção. Alguns dizem que o motivo real foi o fora que levou de sua namorada, outros o fracasso de sua carreira como musico e ainda há aqueles que dizem ter sido a sua passagem pela guerra. Mas verdade seja dita, ele levou para o tumulo a razão de escrever uma musica tão triste!

A principio a musica não fez muito sucesso, só se tornou mesmo conhecida na Hungria após ser regravada por Pál Kálmar. Mas junto com o sucesso, chegaram os suicídios em grande escala, por todo o país. Cerca de 100 deles foram confirmados como tendo sido motivados pela canção, incluindo o próprio compositor e sua ex-namorada. Assim a musica acabou sendo proibida e banida.

Lógico que isso só aumentou o interesse das pessoas! Em 1936 uma tradução para o inglês foi gravada e tomou as paradas americanas em 1941. Muitos anos depois, em 1999, ela se tornou a inspiração para o roteiro do filme alemão “Ein Lied von Liebe und Tod”, algo como “Domingo sombrio – uma música de amor e morte”, cuja trama envolve um triângulo amoroso, uma canção triste e inúmeros suicídios.

Se você ficou curioso e quer se arriscar a ouvir a musica, o faça por sua própria conta e risco! Se estiver se sentindo deprimido ou levemente triste, deixa pra depois, ok?

Versão de Billie Holliday, com legendas: