Exposição Mundo, Imagem, Mundo!

-por , em 26/10 -
Exposição Mundo, Imagem, Mundo!

Durante nove dias de programação – que incluiu palestras, conversas, lançamentos de livros, além de abertura da exposição internacional – a segunda edição do FIF – Festival Internacional de Fotografia de Belo Horizonte convidou o público da cidade para conhecer e refletir sobre a imagem fotográfica no Brasil e no mundo. O convite se estende até novembro: as cerca de 200 obras que faz parte da exposição Mundo, Imagem, Mundo – trabalhos de 36 artistas, de 19 nacionalidades de 4 continentes – estão divididas entre o CentoeQuatro (visitação até 8 de novembro); a CâmeraSete – Casa da Fotografia de Minas Gerais (até 28 de novembro); e a Galeria Alberto da Veiga Guignard, no Palácio das Artes (até 29 de novembro). A entrada é gratuita.

No dia 5 de novembro, às 19h, o jardim do Palácio das Artes recebe o livro Espaços compartilhados da imagem – Caderno de Reflexões Críticas sobre a Fotografia, publicação contemplada pelo XIV Prêmio Funarte Marc Ferrez de Fotografia que parte da pesquisa realizada para a produção do FIF BH 2013 e 2015. A distribuição é gratuita. Em 2015, a curadoria da Exposição e da convocatória Moving Images – composta pelos coordenadores do Festival Bruno Vilela e Guilherme Cunha, juntamente com Eduardo de Jesus, crítico, ensaísta, membro-diretor da Associação Cultural Videobrasil (SP) e professor da PUC Minas; Patrícia Azevedo, artista e professora da Escola de Belas Artes da UFMG – buscou (entre as 1450 inscrições, vindas de 48 países dos 5 continentes) trabalhos que, além de estabelecer diálogos entre as diversas linguagens e processos de construção da imagem, contribuíssem para a reflexão sobre a produção imagética e suas influências no mundo.

“Nos trabalhos são investigados os diversos mundos que coexistem, se sobrepõem e se tencionam em diferentes contextos sociais e históricos”, afirma Bruno Vilela. “Os trabalhos selecionados representam diferentes visões de mundo e visões sobre o mundo. A potência de muitas das imagens reside na forma como evidenciam o impacto e até mesmo uma certa fragilidade das estruturas de controle e poder vigentes, dissolvem barreiras ou discutem a apropriação de valores culturais e históricos, levantando questões e reflexões sobre a organização das sociedades – obras em que a poética da imagem converge com o pensamento político, sem serem panfletárias”, afirma Guilherme Cunha.

Neste ano, a exposição também é composta por 13 trabalhos em vídeo, de artistas de 8 nacionalidades, selecionados através da convocatória Moving Images – obras que, de carater documental, performático ou cinemático, transitam entre o experimental e o cinematográfico em interseção com a fotografia.

MUNDO, IMAGEM, MUNDO

Locais e datas:

CentoeQuatro [Praça Ruy Barbosa, 104 – Centro]
Visitação: até 8 de novembro // segunda, das 12h às 17h; de terça a sexta-feira, das 12h às 22h; sábado e domingo, das 16h às 22h

CâmeraSete – Casa da Fotografia de Minas Gerais [Av. Afonso Pena, 737 – Centro]
Visitação: até 29 de novembro // de terça-feira a sábado, das 09h30 às 21h

Palácio das Artes | Galeria Alberto da Veiga Guignard [Avenida Afonso Pena, 1.537 – Centro]
Visitação: até 29 de novembro // de terça-feira a sábado, das 09h30 às 21h, domingo, das 16h às 21h

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você