O que convém ou não para as mulheres? O livro Mulher Aonde Vais? Convém?, é resultado de uma pesquisa de mais de 12 anos da empresária gaúcha Maria Alice Schuch. A obra analisa historicamente a posição da mulher na sociedade e diz, de maneira delicada, qual caminho que ELAS devem seguir pra encontrar a tal felicidade. O papel da mulher na sociedade é um assunto sempre em discussão. Hoje, pode até parecer que os gêneros se encontram em posição de igualdade, mas pouco se sabe sobre o processo histórico que formou a situação atual.

Esse é o assunto da pesquisa de mais de 10 anos da empresária gaúcha Maria Alice Schuch, que resultou no livro Mulher Aonde vais? Convém?. A obra é um mergulho histórico que mostra a real razão da ausência da mulher em alguns âmbitos da sociedade. “A história é escrita pelos homens há milênios e este fato deve-se a ausência da mulher, devido a vários fatores”, explica Maria Alice, que completa com a frase que a inspirou a desenvolver a pesquisa. “Escreve a história quem vence”.

Ela, que tem sede de conhecimento, já passou por grandes instituições como Universidade Internacional SEK (doutoranda) e Universidade Del Mar (Mestre), ambas no Chile. E vale mencionar a recente especialização em Psicologia com Endereço Ontopsicológico pela Universidade Estatal de São Petersburgo (Rússia).

“A mulher é luz, mas não se vê – É força, mas tem medo – Procura o amor, mas não é capaz – Procura o falo, mas não o recebe – Procura-se, mas não se sabe – Procura a paz, mas faz a guerra – – Onde está a estrada?”

mulher aonde vais

A viagem do livro começa na bíblia, com a história de Adão e Eva, além da exposição da mitologia grega e suas grandes deusas, como Vênus, representada na obra “Detalhe do Nascimento de Vênus”, de Sandro Boticelli, logo na apresentação. Além do artista italiano, Maria Alice usa outras imagens famosas, como a própria “Monalisa”, de Leonardo da Vinci e outros diversos nomes da história da arte mundial, como Michelangelo, Canova e Delacroix. A reprodução de obras registradas neste título proporciona uma leitura agradável, além de situar o leitor sobre o assunto discutido em cada momento do livro. “A escolha destas figuras foi uma opção minha para que os leitores tenham entre minhas provocações, um respiro para refletir”, explica Maria Alice.

Maria Alice propõe que o machismo foi construído, em parte, pelas mulheres, que tinham medo de assumir grandes responsabilidades e as deixavam sempre com o sexo masculino. “O homem no comando externo é desejado pela maioria das mulheres, inclusive pelas potencialmente líderes”, atenta.

“Observando bem, podemos considerar como uma renúncia de nós, mulheres. Furtamo-nos de assumir a nossa graça, nosso projeto de natureza, nossa eficiência pessoal e depois atacamos criticamente o homem por fazer o jogo que aceitamos, induzimos ou impomos.”

monalisa

Sem a proposta de ser um livro feminista – já que a autora tem conquistado também o público masculino, exatamente por ser um estudo sério que reflete sobre toda a sociedade –“Mulher Aonde vais? Convém?” é uma inspiração para todas que buscam ascensão social e que querem conhecer a história de seu gênero. E uma leitura essencial para os homens que são apontados como opressores da ascensão feminina.

“As frustrações ocorrem quando nós atraiçoamos o nosso potencial individual, é a própria mulher que escolhe o erro, aquilo que não convém para si, depois o que não reconhece as oportunidades de vida, de realização”.

Diante desta obra intrigante, uma coisa é certa: homens e mulheres saberão o que, na opinião de Maria Alice Schuch, Convém ou não Convém?

Compartilhe: