A morte da Tartaruga Ninja

-por , em 20/03 -
A morte da Tartaruga Ninja

Por volta do inicio dos anos 90, eu tinha lá meus 11 anos. Lembro bem o dia que começou um desenho novo na TV. No inicio achei esquisito, mas assisti, e logo me identifiquei. Bastaram poucos dias para eu estar sofrendo uma completa paixonite pelo senso de humor do Mikey, o gênio explosivo do Raph, a inteligencia do Donnie e, a lealdade do Leo. Eu era jovem o bastante pra me apegar muito e desejar viver aventuras com eles, ser uma tartaruga! Coisas da infância… Por isso o que descobri na rede me chocou ao extremo! No dia de hoje, perdi um pedaço do coração… Um dos quatro acaba de MORRER!

Criadas por Kevin Eastman Peter Laird, as Tartarugas Ninjas tiveram seus primeiros traços feitos em um guardanapo de bar (uma tartaruga adolescente e ninja portando nunchakus – Mikey, era você!). Os primeiros Quadrinhos foram lançados em 1984 e a série animada que ganhou o meu coração surgiu em 1987.

tartarugas ninjas quadrinhos originais

tartarugas ninjas anos 80

Nos primeiros quadrinhos, as histórias eram mais sombrias, seguindo uma linha de realidade mais dura, pouco amenizando os traços do mundo violento dos personagens. Eu tinha 12 anos e li essa HQ, fiquei até impressionada por ver esse lado da história, mas ainda assim, pude aceitar que esse era o mundo deles e que fazia sentido ser assim. Mas, a série animada e o sucesso entre as crianças acabou “infantilizando” as coisas. Hoje, na Nickelodeon, a nova versão da série animada traz os cascudos numa versão muito mais fofa (tá, eu gosto também!) e bastante adequada ao público infantil. E nada mais natural que isso acabar por se refletir nos quadrinhos…

tartarugas ninjas nicklodeon

 

SPOILER-ALERT

***SE VOCÊ NÃO QUER SABER QUAL DELES MORRE E COMO, MELHOR FICAR POR AQUI***

SPOILER-ALERT

Depois que a  IDW assumiu a produção das HQ, as histórias voltaram a ganhar o toque sombrio e violento de suas origens e, o co-criador Kevin Eastman, trabalhou com Tom Waltz na quarta parte do arco Attack on Technodrome , na edição #44, que culminou com a morte do nosso Nerd e sereno Donatello!!!

Nesta parte história, Leonardo, Michelangelo e Rafael partiram em missão contra Krang, para impedi-lo de terraformar o planeta utilizando o Tecnodromo. Donatello fica para trás, para preparar a base. Destruidor usa a oportunidade e envia Bebop e Rocksteady para cuidar de Donatello. Donnie, com o auxilio de Cabeça de Metal os enfrenta, mas Rocksteady utiliza uma marreta e desfere um golpe mortal, chegando a ser nítido na cena o casco do herói se partindo. Termina com as outras tartarugas encontrando o corpo de Donnie, e a ultima página trás Splinter com o corpo do filho nos braços.  ( Tá, eu CHOREI AQUI! Não li esse arco dos quadrinhos ainda mas FIQUEI CHOCADA!)

Clique nas miniaturas para ampliar:

 

Eastman declara que as histórias ficaram muito amenas e eu acredito que ele optou por esse caminho porque que as pessoas estão acostumadas a visão dos cascudos dos anos 90 e da Nickelodeon, e ele queria que eles voltassem a ter mais de suas origens sombrias. Ou andou vendo Game Of Thrones demais…

Eu sei que nos quadrinhos nada é exatamente eterno. Muitos personagens já morreram e não morreram. Hora porque foi apenas um arco, uma história paralela, hora porque a intenção era chocar e havia uma solução para aquela morte, que não foi verdadeira ou coisa do gênero. Já tem quem esteja apostando na volta de Donnie como parte ciborgue (eu já o imagino como uma versão cascuda da Oráculo – que também passou por uma violência muito grande em A Piada Mortal, quando ainda era a Batgirl) e tem quem aposta no amadurecimento do trio que sobrou. Tem quem aposta na vingança retaliativa dos irmãos. Também quem espera que um dos restantes – Rafael, que já é explosivo, esquentado e naturalmente vingativo (e uma opção óbvia, então eu não colocaria minhas apostas ai) ou Leonardo, que tem crises de personalidade, se sente responsável por tudo que acontece com os irmãos e que tem necessidade de atingir as expectativas de seu Sensei – enlouqueça e saia na caçada aos responsáveis. Se eu fosse o autor e fosse seguir essa linha de pensamento, eu optaria pelo Michelangelo. Ninguém esperaria que o piadista e mais crianção dos irmãos perdesse seu senso de humor e tivesse sede de sangue, nem nos quadrinhos originais ele tem essa índole, então seria uma nova bomba…

Embora haja a real possibilidade de o grupo ter mudado para sempre, eu sinceramente desejo que não. Desejo Donnie de volta, seja como for. Mas, um pedaço do meu coração se partiu e espatifou hoje. Minha infância foi maculada e minha alma pesa. Perdi alguém querido e ESTOU DE LUTO

Luciana Fogo
por

Luciana Fogo

Chocólatra assumida, sou também uma viciada em livros e totalmente capaz de virar a noite com uma boa história! Mas o meu maior amor é ter INFORMAÇÃO! Pergunte que eu descubro!

Recomendamos para você