Os melhores riffs do metal!

Os melhores riffs do metal!

Hoje, num super post , trago os dez melhores riffs do metal… Mesmo que você não saiba o que é um riff! Quebrando todas as regras de postagens aqui no blog, esculachando a concorrência e delirando a altas horas da noite a procura de um tema, resolvi listar os dez melhores riffs do METAL.

A ênfase para palavra METAL significa que 1 – não são os melhores riffs do rock, embora estejam incluídos no bolo e 2 – não é uma lista que vai do décimo para o primeiro, ou seja o melhor. São os dez mais fodas. Ponto.

Mas primeiro: O que é um riff? Basicamente, o Riff é a frase da música, a base dela na guitarra. Talvez os mais entendidos, podem chamar de “ostinato”,mas o cara só que se amostrar se vier usando esse termo com você… Então, PRATICAMENTE toda música que envolva o uso de guitarra, vai ter a sua frase padrão, a base para o vocalista exercer sua função, ou outra pessoa solar e/ou improvisar. Taí um vídeo que pode esclarecer um pouco:

 

Então esclarecido o que é um “riff”, vamos a lista!

Dio – Holy Diver

Já falei do Dio em posts anteriores, e sou um grande fã desse pequeno diabrete com uma voz inigualável. Porém em Holy Diver, ele e sua trupe se superam. Um riff cadenciado, dando espaço para diversos tipos de virada na bateria e ao mesmo tempo galopante junto com o baixo. Começamos muito bem…

Motorhead – Ace of Spades

Acelerando um pouco as coisas e bebendo do lado mais punk da vida, vamos de Motorhead em “Ace of Spades”. Aos “rockeiros” de plantão, puxem em suas memórias: toda vez que você vai num show de rock, e esse show não é do Motorhead , tocam essa música no som ambiente minutos antes da atração começar para animar a galera, certo? E geralmente os mais animados fazem uma mini rodinha aonde já vão aquecendo para o que vem a seguir, correto? Então, esse é o espirito dessa música. Animar as coisas, esquentar o clima. Se você tiver numa moto na estrada, melhor ainda.

Judas Priest – Painkiller

Se tínhamos acelerado as coisas como Motorhead, agora pisamos fundo. Podia colocar “Breaking the Law”, que é um grande clássico, mas perto de Painkiller ela fica parecendo som de bar. Painkiller é um tapa na orelha, um riff monstro e que junto da frase de bumbo duplo mais famosa do mundo, te faz levantar do sofá e fazer uma rodinha na sala da sua casa.Sozinho.

Pantera – Cowboys from Hell

Devo confessor: Não gosto muito de Pantera. Para min só salva o guitarrista falecido, Dimebag Darrell. Porém, esse riff, esse riff meu amigo, é muito foda.A distorção, o solo, junto com um baixo proeminente e até uma bateria trabalhada para o padrão Pantera de qualidade, fizeram com que o felino entrasse na lista.

Slayer – Raining in Blood

Agora a coisa fica mais séria, sombria e me perdoem a piada, mais sangrenta. A obra máxima de Kerry King e Jeff Hanemman( recentemente falecido) é um muro caindo sobre sua cabeça. As duas guitarras juntas parecem se transformar em milhares e invadem seus ouvidos de forma agressiva. Cuidado, você pode viciar.

Metallica – Enter Sandman

Posso dizer por experiência própria, pois estava no meio daquele mundaréu de gente no Rock in Rio 2011: Quando James Hetfield e Kirk Hammett tocam esse riff, o chão treme. Principalmente porque a música trabalha muito bem com o esse lance de subidas e descidas: começa bem lentamente, tem uma explosão e acelera, depois dá aquela diminuída para respirar e… Bum!  Poderia ter colocado “Master of Puppets”, porém Enter Sandman é mais trabalhada, mais swingada. É ótima para mostrar a quem não conhece a banda. E muita gente ainda vai gostar dela.

Megadeth – Holy Wars… The punishment due

Dave Mustaine era guitarrista solo do Metallica. Foi chutado, ficou puto e prometeu que iria fazer uma banda tão boa e famosa quanto a antiga. E com esse riff, com essa música, ele deu aquele sorrisinho de canto e falou: “consegui”. A música toda é uma aula, extremamente bem trabalhada, mas as frases de Mustaine tem total destaque. E o solo então…

Iron Maiden – The Trooper

Alguns vão reclamar, dizendo que era para ser “Fear of the Dark”, porém “The Trooper” é mais rápida, melódica e retrata tudo que a donzela de ferro é. Esse riff, com duas ou três guitarras é dobrado, sobreposto, dá uma sensação de multiplicidade contagiante. Junto com as criativas viradas de Nicko Mcbrain e o baixo forte de Steve Harris, “The Trooper” mostra a fórmula do sucesso do Iron Maiden.

Black Sabbath – Iron Man

“OOOOOOOOooooohhhhhhhhhhh……!”

Vai dizer que escutando essa música você num cantou isso?! E nem me venha com Paranoid. Ok é um clássico, mas não se compara com a entrada triunfal de Iron Man. E a quebrada de ritmo no meio, a acelerada, o final… E o solo fodástico feito pelo guitarrista canhoto mais famoso de todos os tempos?!

“OOOOOOOOooooohhhhhhhhhhh……!”

Ozzy Osbourne – Crazy Train

Destaque do post, para min, o melhor riff. Criado por Randy Rhoads, uma das maiores perdas do mundo do rock e da guitarra, esse riff é emblemático. Foi com essa música que o Ozzy conseguiu respeito de fato com usa carreira solo, após sair do Black Sabbath.

Sou muito fã de do Mr. Rhoads, mas tenho que falar isso para o mundo: Com Zack Wylde e sua Gibson “Bullseye” a música,o riff,tudo ficou bem melhor:

O peso, a introdução que levanta até defunto… Tudo perfeito. Você pode até num gostar da voz do Ozzy, mas admita, o riff é muito foda.

E com a composição de Randy Rhoads, e a belíssima interpretação de Zack Wylde vamos terminando o post rebelde de hoje. Me excedi, o post ficou meio grande, mas merecíamos esse espaço, pois esse assunto rende. Já sabe: dúvida, sugestão, quer falar que o blogueiro errou, que eu devia ter colocado aquela banda obscura de black metal da Noruega,só mandar um e-mail para contato@coxinhanerd.com.br ou falar algo na redes sociais que eu ignoro você com todo prazer. Brincadeirinha. Ou não.

Jefferson Montenegro
por

Jefferson Montenegro

Orgulhoso de ser barbudo,flamenguista e baterista. Louco para voltar a morar na Lapa, adoro escrever! E contar histórias! Depois dê uma passeada pelo site e uma passadinha no "sobre nós", lá você encontrará meus outros textos e participações aqui na Coxinha Nerd! Bom divertimento!

Recomendamos para você