“Uma Guerra Civil é uma guerra entre grupos organizados dentro do mesmo estado-nação ou república, ou, mais raramente, entre dois países criados a partir de um Estado-nação que antes era unido. O objetivo, de um lado, pode ser o de assumir o controle do país ou uma região, para conseguir a sua independência, ou para mudar as políticas do governo.” (Wikipedia).

Agora, depois dessa explicação, imaginem se algo desse naipe acontecesse com os maiores super-heróis da Terra? Seria um caos, certo? BINGO! Então, vamos falar sobre as causas, os lados, o fim, as consequências e as diferenças entre a HQ e o filme que está por vir!  **ALERTA DE SPOILER TOTAL PARA A HQ E (PROVAVELMENTE) PARA O FILME!**

QUANDO COMEÇA?

Os eventos da Marvel’s Civil War (ou só Guerra Civil) acontecem após a Dinastia M, onde, resumidamente falando, Wanda Maximoff (Feiticeira Escarlate), inverte os papéis e a humanidade vira minoria na terra. Mas isso é assunto para depois.

COMO COMEÇA?

Bem, tudo começa quando os Novos Vingadores (equipe composta por Speedball, Micróbio, Ronin e Namorita) descobrem o esconderijo de alguns vilões bem conhecidos do público. O problema disso? Eles estão fazendo um reality show. O problema número 2? Atacam sem planejamento nenhum, somente para ganhar mais audiência e fama (lembram alguns programas de TV que atacam cosplayers de Starfire, né?). O problema número 3 nessa bagaça toda? Nitro. Não sabe quem é o Nitro? Vamos com uma ajudinha do Wikipedia:

“Nitro possui o poder de gerar explosões a partir da energia de seu corpo. Ele é quem controla a intensidade das explosões, podendo ser simplesmente faíscas ou até mesmo explosões gigantescas. Um de seus primeiros e principais adversários era nada mais, nada menos que o primeiro Capitão Marvel. Ele uma vez conseguiu derrotar Mar-Vell, mas logo soube que o crime não compensa e foi parar atrás das grades.”

Problemaço, né? Maior ainda quando Namorita o persegue e, pelo calor da raiva ou por diversão mesmo, Nitro usa seus poderes. Centenas de pessoas morrem, incluindo os Novos Guerreiros, o produtor e o câmera do programa e dezenas de crianças que estavam na escola ao lado.

NO QUE ISSO ACARRETOU?

Além do ódio de uma boa parte do povo, o governo coloca à mesa um projeto de regulamentação chamado Lei de Registro de Super-Humanos, lei para cadastrar os super-humanos, regulando suas ações e poderes.

CONSEQUÊNCIAS

Bem, aí é onde começa toda a treta! Após ser “agredido” saindo do funeral de uma criança vítima do ataque irresponsável dos Novos Vingadores (não vou colocar a culpa no Nitro, o cara estava quieto na dele), Iron Man (A.K.A. Tony Stark) repensa todos os atos e acaba concordando com o governo, pois, no ponto de vista dele, sem controle e regulamentação, eles não são muito diferentes dos vilões. Após ter tentado entrar numa boate, sem estar na enorme fila de entrada, o Tocha Humana é agredido pelo público que ali estava. Isso faz com que o Sr. Fantástico pensasse seriamente sobre sua atuação diante dos meta-humanos.

O Capitão América conversa com Maria Hill, chefe da S.H.I.E.L.D, em um dos enormes porta-aviões que ficam acima da cidade de Nova York. Ela tenta recrutar Steve para o seu lado, mas este não atende ao pedido. Depois de uma intensa luta, o Capitão foge, tornando-se assim um foragido. Depois dos eventos que exigem uma iniciativa, Homem de Ferro, Reed Richards e Jaqueta Amarela vão até o Congresso Nacional para votar a favor do registro, prometendo levar o Capitão a aceitar o registro. Steve acredita que, caso os heróis assinem a Lei de Registro (seus dados seriam todos cadastrados como nome de guerra, poderes, nome civil, endereço e blá-blá-blá) os colocará ainda mais em risco.

Depois de muito blá-blá-blá e muito mimimi, algumas coisas realmente interessantes acontecem (que vou resumir ao máximo, senão perde muito a graça): o Homem-Aranha mostra que tomou parte com Tony Stark, revelando ao mundo ser Peter Parker (J.J.Jameson nessa parte é impagável!); os X-Men se mostram completamente indiferentes à Lei, já que sempre foram marginalizados; mesma posição tomada por T’challa, o Pantera Negra, que inclusive consegue parar a Guerra Civil, para se casar com Ororo Monroe (Tempestade); e, a parte que realmente me deixou com ódio do Stark o gênio, bilionário, playboy, filantropo e traíra, ele utiliza alguns VILÕES para CAÇAR quem não assinou o registro (minha opinião: eu estava do lado do Stark até aí); Homem-Aranha se volta contra Stark, uma frase que achei épica do Frank Castle (Justiceiro) pro Cap e por aí vai; Ragnarok é criado por Richards e Stark a partir de um fio de cabelo do Thor (que achavam que estava morto) e acaba matando o Golias; Steve é morto por um amigo próximo (spoiler com suspense hehe) e começam a surgir alguns traços dos Vingadores Sombrios e do Planeta Hulk.

DIFERENÇAS ENTRE HQ E O FILME

Vamos começar a falar pelo pouco que sabemos sobre o filme. Aí em cima, vocês já leram a treta que levou à Lei de Registro e à Guerra Civil. O motivo do filme é aparentemente o mesmo, porém causado pelo Sokovia Incident (Vingadores: Era de Ultron) e por alguma treta que o Ossos Cruzados vai armar e colocar a culpa de alguma forma no Bucky (Soldado Invernal). Outra diferença, vocês podem ver aí embaixo. No filme temos cinco ou seis heróis de cada lado, por questões de produção, finanças e  blá-blá-blá… Já nas HQ’s, não precisam ter essa preocupação, então a lista é bem numerosa. Outra grande diferença é o apoio de T’challa a Stark e não seu posicionamento neutro, como nas HQ’s.

Alguns personagens chave também não vão aparecer no filme, como Golias e Ragnarok, ou, provavelmente, a armadura feita pelo Stark para o Homem-Aranha (que sofre demais por conta do Stark nas HQ’s).

OS TIMES (Vamos dar nomes aos bois agora, só por curiosidade)

DEFENSORES DO REGISTRO

Heróis e vilões registrados Marvel Guerra Civil

Forças da SHIELD

Executores

Heróis e vilões detidos e recrutados

Principais apoiadores do governo

Principais apoiadores civis

Oponentes do registro

Principais vingadores secretos

Diversos heróis e vilões

PARTES NEUTRAS

Vítimas

E aí galera? Ansiosos por Capitão América: Guerra Civil como eu estou? Dá seu like e compartilhe, para os seus amigos lerem também!

See ya space cowboys!!!