Malandro é o dono do Facebook! O resto é o resto…

-por , em 28/06 -
Malandro é o dono do Facebook! O resto é o resto…

Quanto custa ter uma idéia? Confesso que não sei… Agora, roubar uma idéia, pode custar aproximadamente 100 bilhões de dólares. Esse valorzinho esá bom pra você? Hoje em dia não há um ser humano que não tenha pelo menos ouvido falar no boom do “Facebook“, a rede social criada pelo ex-estudante de Harvard, Mark Zuckerberg, e seus pseudo-amigos Dustin Moskovitz, Eduardo Saverin e Chris Hughes. A princípio, a rede social começou sendo restrita apenas aos alunos de Harvard e em apenas dois meses expandiu para o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), à Universidade de Boston, ao Boston College e a todas as escolas de Ivy League. Apenas em 11 de setembro de 2006 que os usuários de 13 anos ou mais do mundo inteiro puderam ingressar na maior rede social do mundo. Hoje o Facebook possui mais de 750 milhões de usuários cadastrados e está em segundo lugar no ranking mundial de sites mais acessados, perdendo somente para o Google (também, passar o Google seria querer demais né?).

Para os que viram o filme “A Rede Social” ou leram o livro sobre a origem do Facebook, a rede social é apenas a capa de rosto de uma empresa criada por um aluno muito espertinho de Harvard. Imitando a origem da Microsoft e seguindo o lema de que “na internet nada se cria, tudo se copia”, Mark fez uma jogada de mestre e deu saltos para a criação do Facebook quando ele era nada mais, nada menos que uma idéia na cabeça de alguns estudantes.

O tema já gerou inúmeros problemas ao CEO do Facebook, processos judiciais de pessoas que estudaram com ele na época e garantem que eram os “donos da idéia”, pessoas que possuem provas do quando já “perderam dinheiro devido à esperteza de Mark” e etc. Enfim, Mark Zuckerberg não é definitivamente conhecido por seu carisma e bondade. O cara queria realmente se dar bem com o Facebook e ele foi capaz de passar por cima de tudo e de todos para que isso acontecesse.

Ontem, saiu uma notícia no “Radar Tecnológico” do Estadão sobre o brilhantismo de Mark e o baú de tesouros que se transformou o Facebook. No texto é informado que o fundo de investimentos GVS Capital adquiriu pequena participação na rede social e que pelo valor investido, pode-se avaliar o Facebook por algo que gira em torno de 70 bilhões de dólares.

É gente, o menino Zuckerberg é um malandro que não está para brincadeira ainda! O texto informa também que o Facebook iniciará sua oferta pública de ações no primeiro trimestre de 2012, e que devido à sua estréia no mercado de capitais, sua avaliação poderia chegar à pequena quantia de 100 bilhões de dólares.

Aí eu penso: você está na faculdade de Harvard, em uma turma de pessoas extremamente inteligentes e com acesso a todo tipo de tecnologia e informação. Você pesca uma idéia brilhante de alguém e se dedica totalmente a colocar tudo em prática. A idéia foi de outro – OK, as demais idéias foram de outros outros – OK2. Mark Zuckerberg simplesmente deu a sorte de pensar rápido demais. Enquanto as pessoas ainda estavam desenvolvendo suas idéias, ele foi lá e com um protótipo, começou um império.

Essa é a idéia dos melhores e maiores empreendedores de hoje em dia, você não cria uma idéia e espera ela se desenvolver em sua mente para iniciar “os trabalhos”. No momento que a “!!!” aparecer em sua mente, corra e já comece a construir. Com toda certeza, se a idéia for ótima, algum investidor se incomodará com a sua presença o suficiente para querer participar de sua criação também.

Mas para isso você precisa ser corajoso, confiante e principalmente, acreditar em você mesmo. Steve Jobs e sua arrogância ao acreditar que a Apple seria a maior e melhor empresa de tecnologia e inovações do mundo foi lá e fez, não ficou esperando para trilhar o caminho mais fácil. Mark seguiu essa mesma ideologia e veja onde o menino está chegando.

Você está em frente ao seu computador com um mundo de oportunidades em suas mãos, porque não explorá-las e construir seu próprio império? 😉

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você