Looper: Um filme que impressiona!

-por , em 25/06 -
Looper: Um filme que impressiona!

Olá Coxinhos, tudo bem? Ontem eu assisti a um filme realmente impressionante em vários sentidos: Looper. Gente, é sério, além da história ser muito bem elaborada, muito bem escrita e tal, os atores deram um show de interpretação, de dedicação e o contexto era simplesmente pano de fundo mesmo, os dois atores principais carregaram o filme todo nas costas do começo ao fim. Deixe-me explicar melhor.

 

Antes de mais nada, que tal lermos a sinopse juntos? O filme foi lançado em 28 de setembro de 2012 e foi dirigido por Rian Johnson, sim, o mesmo cara de Vigaristas. Tudo começa em Kansas City, 2044. Viagens no tempo são uma realidade, mas estão apenas disponíveis no mercado negro. Seu principal cliente é a máfia, que costuma enviar ao passado pessoas que deseja que sejam eliminadas, já que é bastante complicado se livrar dos corpos no futuro. Os responsáveis por estes assassinatos são os loopers, organização a qual Joe (Joseph Gordon-Levitt) faz parte. Um dia, ao realizar mais um serviço corriqueiro, ele descobre que seu alvo é a versão mais velha de si mesmo (Bruce Willis), trazida em viagem no tempo por ter se tornado uma séria ameaça à máfia no futuro.

 

looper maquiagem

 

O que mais me impressionou? A maquiagem fenomenal do ator Joseph Gordon-Levitt que o transformou em um Bruce Willis mais novo com tudo o que tinha direito. Além de ter a maquiagem que, como pode ser visto na imagem acima, alterou até mesmo o formato do rosto do rapaz, ele ainda estudou todos os trejeitos do ator veterano, a forma de posicionar a boca, o sorriso, os olhos, a posição do rosto. Olha, vou contar uma coisa para vocês, nunca fui muito fã do Joseph, sempre o achei um atorzinho meia-boca que não servia para muita coisa, tanto que acabou no papel de Robin, mas enfim, ele me surpreendeu, fiquei pasma do começo ao fim do filme.

 

looper rainmaker

 

A história gira em torno da viagem do tempo, mas ao mesmo tempo não gira. Ela gira em torno dos Loopers, assassinos de “aluguel” que trabalham no presente de 2044, e que, em 30 anos, serão enviados de volta a este presente para se “assassinar” a eles mesmos. Entenderam? Rsss… Pois é, o filme é meio “cíclico”, mas a cada mudança na história, novos rumos são tomados, novas relações são construídas e novas escolhas surgem para os personagens. A história também gira em torno do Rainmaker, uma criança, um adulto, um vilão. Não dá para falar muito mais do que isso, senão já fica sendo spoiler quer estraga o filme e, sinceramente, este nem vale a pena ser estragado.

 

O filme vale a pena pela categoria dos atores envolvidos no projeto, todos de primeiríssima qualidade. Na demonstração de mazela humana no futuro em que existe a viagem no tempo, nos traumas de infância que podem se arrastar por toda uma vida, na linearidade dos nossos pensamentos, independente do que aconteça ao longo de nossas vidas e na quantidade de vezes que temos a oportunidade de mudar e optamos por fazer sempre a mesma coisa. O filme é válido, acrescenta  e é intrigante. 😉 Recomendo muito, para quem curte ficção científica e o Bruce Willis. 😉

 

Você vai gostar também de:

 

brasil fifa true blood sookie mais-coxinha-instagram mortification

 

Perfil Coxinha

Coxinha Nerd

Aproveite que o filme anda passando direto na HBO!
A favor dos nerds e contra a tirania dos Kibes.
Facebook | Twitter

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você