Livros de terror nacionais que você precisa conhecer!

Livros de terror nacionais que você precisa conhecer!

Os escritores nacionais vem mostrando que é possível fazer literatura de terror com qualidade. Cada vez mais vemos novos escritores contribuindo para o crescimento do gênero no Brasil. São  homenagens a autores consagrados como Edgar Allan Poe, Stephen King e H.P. Lovecraft, e os  temas são desde vampiros, fantasmas, zumbis a contos de fadas sangrentos. Conheça 6 livros de terror que vale a pena ter na cabeceira da sua cama.

Treze  – Duda Falcão – Ao abrir as páginas desse tomo, você encontrará 13 contos de horror, bem ao estilo das antigas narrativas weird. No universo de Duda Falcão habitam monstros antediluvianos, demônios, vampiros, bruxas, feiticeiros e criaturas reanimadas trazidas das garras da morte. Pessoas comuns transitam nesse mundo das trevas, desde estudantes universitários a fotógrafos, detetives despreparados e crianças inocentes. Confira essa obra e trilhe os caminhos inusitados do pulp.

Os Sete – André Vianco – Uma caravela portuguesa naufragada há cinco séculos é descoberta no litoral brasileiro. Dentro dela, sete cadáveres aprisionados em uma caixa de prata, acusados, na época, de bruxaria. Universitários irão estudar os cadáveres, que estão em perfeito estado de conservação… Será que estão mesmo mortos?

A Boneca Fantasma – Fernando Nery – Crescendo em meio a bonecas, Laura adquiriu um hábito incomum: costurar vestidos para os brinquedos. Dessa maneira, tornou-se destaque ainda na infância, quando costurava para as colegas da escola. Na fase adulta, contudo, Laura levou a carreira de estilista adiante, mas manteve o gosto juvenil: suas modelos jamais deixariam de ser bonecas. Cativando a atenção de grandes celebridades e pessoas comuns, Laura se destacou mundialmente, quando os modelos que as bonecas utilizavam começaram a ditar moda.  Mas, após a chegada de determinada mulher, tudo tomou um rumo diferente.

O Vilarejo – Raphael Montes – Em 1589, o padre e demonologista Peter Binsfeld fez a ligação de cada um dos pecados capitais a um demônio, supostamente responsável por invocar o mal nas pessoas. É a partir daí que Raphael Montes cria sete histórias situadas em um vilarejo isolado, apresentando a lenta degradação dos moradores do lugar, e pouco a pouco o próprio vilarejo vai sendo dizimado, maculado pela neve e pela fome. As histórias podem ser lidas em qualquer ordem, sem prejuízo de sua compreensão, mas se relacionam de maneira complexa, de modo que ao término da leitura as narrativas convergem para uma única e surpreendente conclusão.

Delirium – Carlos Patricio – Nesta coletânea de contos o autor preza, sobretudo, pela diversidade e a originalidade. Pois em que outro livro você encontraria realidade virtual, experiência com alucinógenos, assassinos sádicos, debates sobre crenças e religião, um desabafo a la Kafka, e, até mesmo, os infortúnios de uma fofoca? Uma culinária diversificada e bem temperada para todos os paladares.

Mentes Perturbadas – T.J. Nicodemus – Personalidades conturbadas que a própria medicina havia abandonado a mercê de sua loucura. Seres que tiveram seus nomes preservados, pois a simples citação de suas sílabas alinhadas levaria o leitor ao distúrbio mais profundo. Mentes insanas, que durante muito tempo tiveram suas vidas esquecidas no fundo da gaveta de um sanatório. Dezenas deles são retratados no livro, várias dessas histórias aconteceram antes do ápice que os levaram a serem consideradas “Mentes perturbadas”.

 

Você conhece algums desses escritores? Não? Então o que está esperando? Não deixe de comentar aí embaixo, na nossa página no Facebook e nas outras redes sociais: Como diriam agora Cris e Panda: é tudo COXINHANERD (tudo junto mesmo!).

Leia mais sobre Livros

Arthecia Ferreira
por

Arthecia Ferreira

Fã incondicional dos Simpsons, só tenho Iron Maiden na playlist, incluindo meus dois álbuns favoritos, que são: The Final Frontier e The Boook of Soul! Sou a favor de Pizza hoje, Pizza amanhã, Pizza sempre!

Recomendamos para você