A lego invadiu de vez as telas!

-por , em 22/01 -
A lego invadiu de vez as telas!

Provavelmente você já brincou na sua infância com os bloquinhos de montar que todos nós adoramos. Criada em 1934, a “Leg Godt” (tradução:  brincar bem), mundialmente conhecida como LEGO, é uma empresa dinamarquesa que vem desenvolvendo os seus produtos para atingir  o maior público possível. Consiste em conjuntos de peças encaixáveis entre si das mais diversas cores que nos permitem fazer construções de qualquer tipo.

Essas peças também são conhecidas como armadilhas mortais para pés, quase tão perigosas quanto quinas de móveis são para o nosso dedinho do pé. MAAS, brincadeiras a parte, o interessante do trabalho dela é como ela desenvolve os seus produtos: para cada faixa etária, os kits do brinquedo ganham peças de menor tamanho e maior complexidade. Por  exemplo: na escola, eu cheguei a utilizar três “níveis de dificuldade”, que apelidamos de acordo com a aparência do kit:

– A caixa verde: Voltada à crianças pequenas, tem peças de tamanho moderado e de fácil encaixe. Só permitia movimentos básicos. É a mais simples das caixas. Veja como era:

lego

– A caixa vermelha: Voltado para o publico de 12-14 anos, mais ou menos, começa a introduzir movimentos  mais complicados nas construções, através de sistemas de roldanas e manivelas mais complexos que o do kit anterior. Permitia também o uso básico de motores, conectados em um controle com fio que tinha dois botões somente.

– O kit NXT: É o meu favorito. Totalmente voltado para a robótica, é um kit voltado para os maiores de 14 anos. Ele possui uma peça eletrônica, o NXT, que é o coração de todas as construções. Nele são conectados os motores e sensores que obedecerão a programação que é feita em um programa da lego no computador. Ele permite montar desde um escorpião até um humanoide básico.

Além dos kits para criação livre, a empresa também faz bastante sucesso com os kits temáticos, afinal, todo mundo gosta de ter a chance de montar Hogwarts, a Millenium Falcon ou até mesmo a sua própria Lego City, não é? Mas, a Lego não está mais satisfeita em só produzir brinquedos.
Além de ter nos consoles e portáteis as suas versões bem humoradas de clássicos como “O Senhor dos Anéis” e “Indiana Jones”, ela começou a ganhar espaço na televisão com videos curtos, fazendo sátiras com grandes franquias como “Star Wars e “Harry Potter”, mais tarde exibindo também suas próprias séries, como as que estão atualmente passando na telinha: “Lego – Legends of Chima” e “Lego -Ninjago”

Porém, o que agora está me deixando animada é que o primeiro longa metragem da empresa vai ser lançado nos cinemas brasileiros no dia 7 de fevereiro deste ano.  Ao que parece,  o filme contará a história de Emmet, um lego como qualquer outro, que, depois de cair em um buraco em uma construção, foi confundido com o “master Builder” – construtor mestre –  que criou todo o mundo em que ele vive. Por causa disso, Emmet recebeu a incumbência  de salvar o lugar onde vive de um vilão que pretende colar todas as peças juntas para sempre. Mas, ele não estará sozinho nessa! Para compensar sua falta de habilidades especiais ele terá a ajuda de Batman, Superman, Gandalf e até de uma garota charmosa.

Será que vai ser legal? O jeito é esperar para ver! Então, enquanto o dia não chega, assista aos dois trailers lançados e veja o que acha!

Larissa Fogo
por

Larissa Fogo

Otaku e gamer assumida, é uma garota que ama o Japão e tudo referente ao assunto. Joga FPS e lê romances e aventuras. Também é uma futura química (não, não peçam para "cozinhar", porque se bobear, inventa um jeito de queimar até a água). Idolatra a Lara Croft. É uma nerd de todo coração!

Recomendamos para você