Desde que Julie and the Phantoms chegou a Netflix, os fãs de musicais receberam um prato cheio. A produção de Kenny Ortega, conhecido pelas trilogias High School Musical e Descendentes, traz o mesmo estilo que seus outros trabalhos, mas dessa vez em formato de série. Julie and the Phantoms é simples, mas gracioso e conta com uma trilha sonora incrível. Mas não foi só o estilo de produção que Ortega trouxe de seus filmes anteriores, ele também levou alguns membros do elenco de Descendentes

Entre 2011 e 2012, a Nickelodeon produziu uma versão brasileira da série e foi até indicada ao Emmy Internacional de Melhor Programa Infantil. Dessa vez, o elenco composto por atores norte-americanos ajuda a contar a história de Julie, uma menina marcada pela morte da mãe e que desde então não conseguiu retomar seu amor pela música. Em paralelo conhecemos a banda formada por Alex, Luke e Reggie, três adolescentes sonhadores, que estavam em ascensão na carreira há 25 anos. Após um terrível incidente, os três perdem a vida e não conseguem realizar seus sonhos. Sem explicação, eles voltam anos depois como fantasmas e uma das poucas pessoas que consegue vê-los é Julie. Eles acabam criando uma banda, que dá nome a série, e faz um enorme sucesso.  

Três rostos conhecidos apareceram por lá e se você, fã de Descendentes, assistiu a Julie and the Phantoms, irá reconhecer os olhos azuis de Cheyenne Jackson, o Hades de Descendentes 2; o jeito malandro de Booboo Stewart e Jadah Marie, que só chegou no terceiro filme.

Além dos rostos conhecidos, é possível identificar vários elementos clássicos de Ortega na série. As danças em grupo, com uma coreografia perfeitamente sincronizada, personagens carismáticos com vozes incríveis e que aprendemos a amar ao longo do seriado, um vilão imponente e sombrio, além de muitas outras similaridades. 

Julie and the Phantoms está disponível na Netflix.